Alstom desenvolve ônibus elétrico com visibilidade de 360 graus

Veículo possui também quatro rodas direcionais, bem nas extremidades da carroceria

ADAMO BAZANI

Com o modelo de ônibus elétrico Aptis, a fabricante francesa Alstom, em parceria com a subsidiária NTL, diz ter lançado um novo conceito de mobilidade.

O veículo foi apresentado em Duppigheim (Alsácia, França), no último dia 09 de março.

O Aptis, de acordo com a fabricante francesa, alia conceitos de um VLT – Veículo Leve sobre Trilhos e a flexibilidade dos ônibus.

São dois veículos que passarão, no segundo semestre, por testes em Paris e na região de Ile de France.

As quatro rodas, dispostas junto aos para-choques, são direcionais, o que segundo a Alstom, facilita nas manobras e reduz em 25% a ocupação da área superficial nas curvas.

“Nos pontos de ônibus, isso minimiza o espaço necessário para estacionar, ao mesmo tempo em que oferece ganhos em termos de espaço disponível para outros veículos.” – diz a empresa em nota.

A área de envidraçamento permite visibilidade de 360 graus para os passageiros.

O veículo é todo de piso baixo e pode receber duas ou três portas amplas, com aberturas para fora e laterais.

Segundo a fabricante, operadores europeus já demonstraram interesse em realizar testes.

C6e03O4WAAE1mcP
Empresa deve fornecer sistema de carregamento também

A Alstom afirma que não serão apenas fornecidos os veículos, mais um sistema completo, incluindo opções de carregamento para as baterias instaladas nos ônibus, infraestrutura viária, com delimitadores e corredores e opções de leasing e garantia.

“Com o Aptis, completamos nossa oferta de mobilidade elétrica e, agora, podemos oferecer às cidades uma linha completa de soluções urbanas. Foi um grande desafio criar esse conceito inovador, que foi possível graças à agilidade e o conhecimento em veículos sobre rodas da NTL e a expertise da Alstom em tração elétrica e integração de sistemas. Estamos muito orgulhosos de apresentar essa nova solução ambientalmente amigável que revolucionará o transporte urbano,” afirma, em nota, o Chairman e CEO da Alstom Henri Poupart-Lafarge.

20170309---Aptis2----800x320

20170309---Aptis3----800x320

20170309---Aptis4----800x320

C6e03t3XEAIIin0

No comunicado, a empresa ainda diz que há duas opções de carregamento, incluindo a carga rápida. As unidades serão fabricadas em mais de uma planta.

O Aptis pode ser carregado à noite no pátio ou rapidamente ao fim de cada linha durante as operações diárias. O carregamento rápido se dá via pantógrafo invertido ou o SRS, o inovador sistema de carregamento rápido pelo solo da Alstom. 

Protótipos do Aptis estão sendo fabricados na fábrica da NTL em Duppigheim, na Alsácia, e os componentes chave serão fabricados em cinco unidades da Alstom na França: Saint-Ouen para gestão de projeto e integração de sistema, Tarbes para tração, Ornans para os motores, Vitrolles para SRS e Villeurbanne para componentes elétricos de tração. 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes