Com valor máximo de tarifa, Piracicabana é a única a apresentar propostas para transporte coletivo de Blumenau

Empresa entregou documentação e agora poder público analisa os detalhes técnicos para classificar empresa do grupo de Constantino

ADAMO BAZANI

A Viação Piracicabana, do Grupo Comporte, de Constantino Oliveira, o Nenê Constantino, fundador da Gol Linhas Aéreas, foi a única empresa de ônibus a participar da licitação dos transportes coletivos de Blumenau, em Santa Catarina.

A informação foi confirmada ao Diário do Transporte pela prefeitura.

A companhia de ônibus já opera emergencialmente na cidade desde 1º de fevereiro do ano passado e agora deve se consolidar na região.

O Grupo Comporte reúne diversas empresas, com aproximadamente 7000 ônibus.

Somente pela Viação Piracicabana, a atuação ocorre em sistemas como do Litoral de São Paulo, em São Roque, no interior paulista, Distrito Federal e Porto Velho.

Ainda de acordo com nota da prefeitura, a Piracicabana ofertou o valor de R$ 3,90 da tarifa, o máximo estipulado no edital de licitação. Segundo explicação do poder público municipal, por meio de nota, em 30 dias a empresa deve ser homologada e oficialmente considerada vencedora, se não houver problemas com a documentação. A proposta agora será analisada por técnicos da prefeitura. O contrato de concessão é de 20 anos e após assinatura da homologação da proposta, a empresa tem até 30 dias para assumir.

Confira:

O próximo passo da administração municipal será avaliar se a proposta apresentada pela empresa atende às especificações do edital. A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura, com o respaldo da Comissão Especial de Estudos e Projetos de Transporte Coletivo (CEEPTC), fará a análise. Após isso, será marcada nova sessão para divulgação do resultado da avaliação da proposta comercial. Em seguida, a sessão é suspensa e dado prazo de cinco dias úteis para recursos.

Passado o prazo para recursos e confirmada a regularidade da proposta da Piracicabana, será realizada nova sessão para abertura do envelope com os documentos de habilitação da empresa. Encerrada a sessão, a Prefeitura, por meio das duas comissões, analisará a documentação e na sequência agendará outra sessão para anunciar o resultado da avaliação. Anunciado o resultado da análise, cinco dias úteis é o prazo para apresentação de eventuais recursos. Decorrido esse prazo, se a documentação estiver de acordo com as exigências do edital, a empresa é anunciada vencedora da licitação.

Segundo o coordenador da CEEPTC e diretor jurídico do Seterb, Caio Marcelo Silveira, a expectativa da administração municipal é concluir todo o processo de escolha do futuro concessionário em até 30 dias. A nova operação iniciará em até 90 dias da assinatura do contrato. O novo contrato de concessão será de 20 anos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Ai vem uma pergunta:

    Licitacao pra que ??????

    Principalmente se foi pela tarifa maxima ?????

    E o EFEITO BRASIL em plena atividade burrocratica.

    Muda Brasil.

    Att,

    Paulo Gil

  2. William de Jesus disse:

    Boa tarde!

    Deixe ver se entendi: então a única proposta da Piracicabana foi o valor da tarifa e nada mais? Não fala-se em renovação de frota, melhoria de serviços? Vergonhoso!!

  3. Paulo Gil disse:

    Willian de Jesus, boa noite.

    Na questao tarifa pela situacao mercadologica favoravel, ela ofertou o valor maximo.

    Apesar de que tanto pela tarofa maxima, e preciso primeiro ler o Edital linha por linha.

    Mas com certeza nao foi desfavoravel para o grupo.

    Att,

    Paulo Gil

  4. Paulo Gil disse:

    Complementando:

    O Edital tambem deve ser lido para saber quais asdemais condicoes e se existem ou nao exigencias de renovacao, acessibilidade, pagamentoeletrpnico, motor traseito e outros quesitos mais, inclusove limpeza e dedetizacap.

    Abcs,

    Paulo Gil

  5. Marcelo PG disse:

    Por que será que não me surpreendo com esta notícia…

Deixe uma resposta