Orlando Morando sugere aumento de tarifa de ônibus unificado no ABC

Publicado em: 10 de janeiro de 2017

Sugestão pode entrar em vigor no ano que vem e pretende organizar datas de reajuste

ADAMO BAZANI

Ao assumir a presidência do Consórcio Intermunicipal ABC, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, anunciou corte de gastos na entidade.

Atualmente, o consórcio tem orçamento de R$ 46 milhões por ano, dos quais R$ 26 milhões são repassados pelas prefeituras. Os sete municípios devem transferir neste ano aproximadamente R$ 13 milhões. O número de funcionários também deve ser cortado.

O prefeito também destacou que para o ano que vem deve propor um aumento regional de tarifas de ônibus. O objetivo é unificar as datas para que o cidadão se adapte melhor aos reajustes.

No ABC Paulista, até o momento reajustaram as tarifas Mauá (medida do antigo prefeito Donisete Braga que foi revogada pelo atual prefeito Átila Jacomussi), Santo André e São Caetano do Sul, em dias diferentes.

Orlando Morando, entretanto, não falou nada sobre a integração tarifária entre os ônibus municipais das diferentes cidades da região, que são extremamente interligadas, e disse que cada cidade deve definir seu valor. A unificação seria apenas na data.

“Primeiro a gente precisa entender que cada prefeito tem a prerrogativa própria de fazer isso. Agora, entendo que tem que ser, até para bom uso da população, a decisão consorciada. Não tocamos no assunto mas vou propor na próxima reunião que essa decisão seja tomada em uma mesma data. O valor do reajuste cada município faz o seu …  A data é importante para o cidadão que pega ônibus possa estar prevenido”, completou Morando.

Os aumentos nas principais cidades da Grande São Paulo são os seguintes:

– Guarulhos: de R$ 3,80 para R$ 4,50 ou R$ 4,20 apenas para quem embarca com Cartão Cidadão– a partir de 29.12.16 (viações tiveram de suspender por cinco dias por determinação da Justiça porque não comunicaram os passageiros de maneira eficiente e com antecedência suficiente para o cidadão se programar. Em 30.12.2016, a Justiça teve outra decisão e suspendeu o aumento até decisão da Ação Popular contra o aumento. No dia 01.01.17, o novo prefeito Gustavo Henric Costa, Guti, cancelou o decreto do prefeito anterior, Sebastião Almeida que concedeu às empresas reajuste de 18,4% em 11 meses)

– Osasco: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 30.12.2016

– Araçariguama: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 30.12.2016

– Francisco Morato: de R$ 3,70 para R$ 4,10 – partir de 30.12.2016

– Carapicuíba: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – partir de 30.12.2016

– Jandira: de R$ 3,70 para R$ 4,00 – a partir de 30.01.2016. A tarifa voltou para R$ 3,70 depois de prefeito Paulo Barufi revogar aumento promovido pelo antecessor Geraldo Teotônio da Silva, o Gê.

– Barueri: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 31.12.2016

– Itapevi: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 31.12.2016

– São Caetano do Sul: de R$ 3,70 para R$ 4,10 – a partir de 31.12.2016

– Mauá: de R$ 3,80 para R$ 4,20 e o vale-transporte de R$ 4,50 para R$ 5,00 – a partir de 31.12.2016 (por determinação judicial, o aumento foi adiado para 07/01/2017 – medida foi tomada pelo prefeito Donisete Braga, derrotado nas eleições e que não conseguiu continuar no cargo. Não houve comunicação adequada ao passageiro. No dia 04.01.17, o novo prefeito, Átila Jacomussi revogou o aumento.

– Cotia: de R$ 3,60 para R$ 4,00 – a partir de 02.02.2017

– Santo André: de R$ 3,80 para R$ 4,20 e o vale-transporte de R$ 4,50 para R$ 5,00 – a partir de 03.01.2017

– Corredor Metropolitano ABD (Metra): de R$ 4,00 para R$ 4,30. Acaba a integração gratuita com os ônibus da Benfica e MobiBrasil (Terminais Piraporinha e Diadema) e da capital paulista (Terminal São Mateus) – a partir de 22.01.17 – Haverá cobrança de integrações nos terminais que antes eram gratuitas. A transferência entre os trólebus do Corredor Metropolitano ABD para os ônibus municipais de cada cidade também terão cobrança no Terminal Piraporinha, Terminal Diadema (empresas MobiBrasil  e Benfica) e, no Terminal São Mateus (empresas do sistema SPTrans). A data inicial era 08.01 e 15.01. A transferência custará R$ 1,00. Continuam gratuitas as integrações entre as próprias linhas da concessionária de ônibus e trólebus Metra, como para as linhas 376 e 376 M, que vão de Diadema para a estação Berrini da CPTM  e Shopping Morumbi, respectivamente, e das linhas que vêm do Jabaquara para as linhas que vão para Santo André nos terminais Diadema, Piraporinha e São Bernardo do Campo e das linhas que chegam ao Terminal Santo André Oeste para a linha 284 que vai para São Mateus.

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

Deixe uma resposta