Haddad transfere mais R$ 50 milhões para subsidiar sistema de ônibus.

Complementação planejada para durar este ano inteiro terminou em setembro.

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad realizou novamente transferência de valores dos cofres público municipais para complementar os custos dos transportes coletivos na capital paulista.

Por meio de crédito adicional ,a prefeitura transferiu mais R$ 50 milhões que devem ser destinados para bancar gratuidades e integrações por meio do Bilhete Único.

Já é a oitava transferência de grande porte realizada desde a segunda quinzena de deste ano quando acabou o valor de R$ 1,79 bilhão de subsídio que deveria durar até 31 de dezembro.

A transferência desta vez faz parte de um crédito adicional suplementar de R$ 85 milhões. O valor originalmente deveria ser aplicado em obras e instalações e execução do programa de mananciais

Até o último dia 19, de acordo com o Fluxo de Caixa do Sistema de Transportes, a SPTrans devia às empresas de ônibus, R$ 230,38 milhões.

Para o ano que vem, a preocupação é em relação à promessa do prefeito eleito João Doria de congelar as tarifas de ônibus.

A Câmara Municipal aprovou o orçamento que destina R$ 1,75 bi para subsídios, mas quando a equipe de Haddad chegou a esse valor, já previa um aumento na tarifa.

João Doria Diz que para manter a tarifa em R$ 3,80 seriam necessários mais R$ 550 milhões nos subsídios, a Câmara Municipal diz que o subsídio deve ser de R$ 769 milhões a mais e técnicos da prefeitura calculam o que seria necessário R$ 1,2 bi, além do R$ 1,75 já reservado.

50-mi-manancias

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Haddad transfere mais R$ 50 milhões para subsidiar sistema de ônibus.

  1. Ainda me pergunto, porque o Dória não vai aumentar a passagem piada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: