Light pede falência da SuperVia

Operadora pode estar inadimplente há quatro meses

RENATO LOBO

A SuperVia pode ter a falência decretada a pedido da Companhia de Eletricidade – Light, por conta de uma dívida de R$ 38 milhões.

A empresa de energia informou em um comunicado que o valor da dívida foi formado depois da concessionária de trens ter assinado um parcelamento em juízo no primeiro semestre do ano. A operadora estaria inadimplente há 4 meses.

Já a SuperVia informou que agendou uma audiência de conciliação entre a concessionária, a Light S.A. e o governo do estado do Rio de Janeiro para uma negociação entre as partes.

A operadora dos trens vencedora de uma licitação ocorrida nos anos 90, obteve em 1998 a concessão por 25 anos, renováveis por mais 25 anos, para operação comercial e manutenção da malha ferroviária urbana de passageiros da região metropolitana do Rio de Janeiro. Transporta uma média de 750 mil passageiros/dia, viajando em 204 trens, por uma malha de 270 quilômetros e 102 estações, ao longo de doze municípios.

Renato Lobo, Técnico em transportes sobre pneus e trânsito urbano