HISTÓRIA E VÍDEOS: Viaje por São Paulo através do tempo e de ônibus

Prefeito Jânio Quadros conversa
com motoristas da CMTC durante entrega de Monoblocos O-364

ADAMO BAZANI

Que tal pegar uma jardineira e passar pela Avenida Paulista até chegar ao Vale do Anhangabaú ? E já da região central da cidade, embarcar num bonde Camarão? Talvez ver da janela dele um Caio do início dos tempos. Dando um salto no calendário, você pode também andar num simpático ônibus Mônika montado pela CMTC – Companhia Municipal de Transportes Coletivos. Subir a Rua Augusta num trólebus ACF Brill ou num Grassi Villares novo também é outra pedida.
Para muitos, isso desperta saudades. Já outros não entenderam absolutamente do que foi escrito.
Mas tudo isso, revela parte da história da cidade de São Paulo e como os transportes estão inseridos no crescimento da metrópole e no dia a da das pessoas.
Mesmo sem querer, pensar na história de São Paulo, é pensar nos seus ônibus e bondes.
Foi por estes veículos que o progresso foi levado. Que milhões de vidas e experiências, que contribuíram para a cidade ser o que é, foram transportadas.

Quem fotografa ou filma a cidade de São Paulo, inevitavelmente vai registrar um ônibus.
Pela sua importância econômica e social, o transporte faz parte da paisagem da cidade.
Apaixonados pela metrópole e profissionais reuniram imagens de filmes, documentários e até propagandas e fizeram verdadeiros convites a uma viagem a São Paulo de antigamente.
Uma cidade mais tranquila, mas não necessariamente mais simples. Nos anos de 1940, São Paulo já dava ares de metrópole e era palco de uma intensa atividade econômica, política e cultural. Com quase doze milhões de habitantes hoje, em 1943 tinha apenas 1 milhão e 300 mil. “Apenas” para nossos padrões atuais, mas uma enormidade para a época.
Os ônibus foram crescendo junto com a cidade. Não apenas em quantidade, mas muitos em tamanho, para suportar a demanda.
Mas da mesma forma que a cidade tem contrates e realidades diferentes, os ônibus também. Assim, se por um lado, os veículos cresciam em tamanho, por outro, eram necessários ônibus modestos já para servirem espaços cada vez mais apertados na cidade que ironicamente quanto mais crescia, menor ficava.
Selecionamos alguns destes vídeos. Passeie no tempo, sinta uma São Paulo que não volta mais, mas que ainda pode ser vista em prédios, nomes, praças e monumentos que resistem. E veja a importância dos transportes no seu dia a dia. Mesmo que você não tenha o hábito de andar de ônibus, outras pessoas precisam dos transportes coletivos e ao atendê-las, reduzindo o trânsito e a poluição e permitindo o progresso, os serviços beneficiam você.
O memorável documentário “A Luta pelo Transporte em São Paulo” não pode faltar. Ele revela que na cidade que crescia, as necessidades por transportes melhores já eram grandes e, guardadas as proporções, muitos dos problemas enfrentados hoje, eram praticamente os mesmos dos anos de 1940. Muita gente para pouca oferta. A urgência para a cidade criar espaços prioritários aos transportes coletivos também já fazia parte do anseio por uma São Paulo melhor. Além disso, um registro de uma das entregas de ônibus da CMTC  por  Jânio Quadros  no Parque do Ibirapuera.

Também vale muito dar  uma volta de ônibus Gabriela em 1984 na região do Vale do Anhangabaú com a passagem de Cz$ 20,00









 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

4 comentários em HISTÓRIA E VÍDEOS: Viaje por São Paulo através do tempo e de ônibus

  1. Muito bom
    Saudades daqueles tempos

  2. bela recordação

    Me parece que o vídeo praça da se 1976 e mais antigo devido a grande quantidade de monoblocos o 321 hl e cmtc monica , que já eram raros em 1976 , esse vídeo me parece ser de 1970/1971

  3. Amigos, bom dia.

    Adamo, materia sensacional, garimpagem dos videos fantastica.

    Um parabens muiiiiito especial aos autores dos videos, principalmente por compartilhar com o mundo.

    Ao youtube, um SALVE, na minha opiniao, uma criacao supimpa.

    Se editarmos o buzao dos filmes, teremos uma colecao indiscritivel.

    Otima combinacao Buzao e Praca da Se ambos “PARATODOS”

    Nem dar para destacar uma preciosidade do buzao, a grande maioria deles apareceu.

    Quer dizer que quem desenvolveu o FOFAO foi a CMTC, entao vem uma duvida.

    Quanto que a Thanco pagou de royalties para ter a licenca do projeto do FOFAO.

    Sugiro uma materia aprofundada do FOFAO.

    Um show.

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzao e Emocao e a Paixao”

  4. Morei em São Paulo, de 1977 a 1983, e trabalhei de cobrador de ônibus em 1977 e 1978 na antiga Auto Viação São João Clímaco, sediada no bairro do mesmo nome, subdistrito do Ipiranga. Vendo essas imagens, chego a me emocionar com as lembranças. A frota daquela empresa era de monoblocos 362 e 355, com logomarca muito estilizada, nas cores salmão, creme, e letreiro preto. Um glamour só.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: