Volare Cinco é lançado oficialmente no mercado – Confira preços sugeridos

Transporte escolar é uma das indicações para o Volare Cinco Foto: João Luiz Oliveira.

Preço varia de acordo com a configuração. Proposta é unir vantagens das vans e dos micro-ônibus

ADAMO BAZANI

Modelo tem versões Turismo e Fretamento

A Volare lançou oficialmente nesta quarta-feira, 27 de abril de 2016, o novo veículo da marca para transporte coletivo. Trata-se do Volare Cinco, que segundo a fabricante, propõe unir as vantagens do micro-ônibus e das vans para transportadores e passageiros.

No dia 15 de fevereiro, o Blog Ponto de Ônibus acompanhou a apresentação de um protótipo do veículo, que se enquadra na classificação de micro-ônibus com PBT de 5 toneladas, entrando na categoria M3 do Finame. O rodado traseiro é duplo e as poltronas são como de ônibus. No entanto, a Volare diz que a forma de produção é diferente, que o veículo foi projetado do interior para o exterior e incorpora características da indústria de carros de passeio.

São três capacidades diferentes, de acordo com a configuração:

Escolar: 20 passageiros – preço sugerido: R$ 169 mil

Fretamento (Executiva): 16 passageiros – R$ 195 mil

Turismo (Executiva Plus): 13 passageiros – R$ 208 mil

Os preços variam de acordo com a configuração e podem ser consultados com os revendedores.

Em nota, a Volare informa detalhes do veículo e do desenvolvimento do modelo:

Interior traz conforto maior que de vans como dos ônibus, mas também incorpora conceito das fabricantes de carros Foto: João Luiz Oliveira

A Volare lança o seu novo modelo para o transporte de pessoas, o Volare Cinco. O veículo tem concepção inovadora e foi desenvolvido de dentro para fora, ou seja, dos ocupantes para o restante. Em primeiro lugar, todos os atributos para tornar ideal o transporte de passageiros, com padrão único de conforto, ergonomia, segurança, mobilidade interna e conveniência.

 

O Volare Cinco foi desenvolvido para quebrar paradigmas e para ser diferente de todos os veículos para o transporte de pessoas existentes hoje no mercado brasileiro, que nasceram de modelos destinados para o transporte de carga com limitação em sua concepção, desenho, estrutura e, o mais importante, a definição e configuração do espaço interno. E, por isso, não oferecem o nível desejado de conforto, ergonomia, segurança e eficiência para o motorista e para os próprios passageiros.

 

O desenvolvimento do Volare Cinco teve início em fevereiro de 2013. A montadora, que sempre focou no passageiro e no motorista para o desenvolvimento de seus veículos, trabalhou na definição desses novos parâmetros. Para isso, os engenheiros da empresa utilizaram a ferramenta QFD (Quality Function Deployment) para determinação de suas características (de acordo com as necessidades e desejos dos profissionais do transporte) e se basearam nos aspectos mais relevantes, como acesso e mobilidade facilitados, dimensões internas grandes e tamanho externo compacto. Foram realizadas pesquisas e ouvidos diversos usuários.

 

O Volare Cinco é único. No seu projeto, a Volare analisou 702 citações de 35 diferentes empresas que atuam no transporte de pessoas, no Brasil e no exterior, clientes ou não da marca. A partir dessas respostas, foram reunidas no novo veículo as principais características e vantagens de uma van, como agilidade, dirigibilidade, manobrabilidade, baixos consumo de combustível e custo de aquisição, e reduzidos níveis de NVH (ruído, vibração e aspereza), com os atributos de um ônibus pequeno (quantidade de lugares, poltronas confortáveis, robustez (durabilidade), custo de manutenção, visibilidade, rede de pós-venda, preço de revenda e imagem da marca).

 

De acordo com Roberto Poloni, diretor de engenharia da Volare, “definimos, então, o que queríamos um veículo que transportasse da forma mais racional possível um determinado número de pessoas em determinadas categorias de transporte. E fizemos tudo isto ao redor desta proposta”.

 

“Realizamos pesquisas e ouvimos os operadores de ônibus e vans. Entre as necessidades que eles listaram estavam, por exemplo, melhor ergonomia e conveniência para o motorista que, normalmente, é o dono do veículo nesse tipo de transporte, além de custo/benefício, e porta-pantográfica automática, entre outras. Enfim, características ora presentes nas vans, ora nos ônibus. Então, a proposta foi unir tudo isso em um só veículo”, explica Roberto Poloni.

 

Idealizado e desenvolvido a partir dessas definições e com as dimensões e necessidades para atender esses usuários, o modelo tem chassi e carroceria que formam um conjunto integral. Trata-se do conceito de dimensionar o veículo com maior espaço interno, por intermédio da redução das espessuras e tolerâncias da carroceria, mantendo a rigidez e segurança do conjunto para proporcionar maior conforto, visibilidade e segurança para os usuários. Os atributos de durabilidade, robustez, facilidade de manutenção, reduzido custo de assistência técnica e versatilidade criam novos parâmetros.

 

Versão turismo é mais cara, mas tem mais itens de conforto. Foto: João Luiz Oliveira

Compact, um novo segmento de mercado

 

“Com o Volare Cinco pretendemos criar um novo segmento de mercado, o dos veículos compactos. É integral e não o consideramos um ônibus, nem um micro-ônibus e tão pouco uma van, e sim um conceito inédito para transportar pessoas” explica o diretor-geral da Volare, Gelson Zardo. O Volare Cinco é o resultado da soma de pontos fortes de uma van e de um ônibus pequeno e cria um novo segmento no mercado brasileiro do transporte de pessoas. O Cinco é o compacto da Volare.

 

“Trabalhamos com foco no nosso conceito de ‘acessibilidade’. Neste caso, como todas as pessoas entram no veículo, a posição que elas ficam, a posição das pernas, dos pés, tudo isso para oferecer mais conforto e ergonomia. A mobilidade foi pensada inclusive com o corredor interno, que faz do modelo uma ‘walking van’”, destaca Poloni.

 

O Volare Cinco tem três diferentes configurações, entre 13 e 20 passageiros, e também incorpora conceitos de automóveis. Tecnicamente, se enquadra na classificação M3 do Contran, de micro-ônibus, com PBT de cinco toneladas, que estabelece os requisitos de segurança para veículos de transporte público coletivo de passageiros e transporte de passageiros tipos micro-ônibus e ônibus.

 

Com carroceria tubular, projetado com avançada tecnologia de materiais, tem processo de fabricação que adota características dos automóveis, como soldas por robôs e componentes em plástico injetado e pelo processo SMC (Sheet Molding Compound – processo de produção por compressão utilizado em componentes de acabamento para automóveis). Pelo maior nível de automação, a qualidade e o acabamento atendem às exigências mais rigorosas do padrão automobilístico.

 

Entre as novidades que aproximam o Volare Cinco das características da indústria de automóveis é a chave com controle remoto que permite abrir a porta pantográfica e destravar a tampa do porta-malas (bagageiro) à distância.

 

O Volare Cinco possui dimensões reduzidas (comprimento de 6.700 mm, altura externa de 2.740 mm, largura de 2.010 mm, altura interna de 1.930 mm e largura interna de 1.908 mm).  Com maior espaço interno e configuração diferenciada, oferece muito mais conforto, segurança e espaço.

 

É equipado com motorização Cummins ISF 2.8, com 150 cv de potência e torque de 360 Nm a 1.500 rpm, transmissão mecânica Eaton FSO 4505 C de cinco marchas e direção hidráulica. O modelo possui tração traseira, o que garante melhor resposta em terrenos íngremes ou em aplicações severas. Já o posicionamento do motor na frente possibilita fácil acesso aos componentes mecânicos e rapidez de manutenção.

 

Outro importante diferencial do Volare Cinco é o bagageiro. O modelo oferece até 1,57 m³ de espaço para bagagens em um compartimento exclusivo e separado do salão de passageiros. O acesso ao bagageiro também (é mais confortável) facilitado.

 

Visual marcante e arrojado

 

Um dos principais atributos do Volare Cinco é o seu desenho inédito. Possui novo conjunto óptico com visual arrojado e moderno. A grade dianteira destaca a identidade de marca Volare e, junto com os faróis, garante fluidez de linhas e agressividade.

 

Outra característica importante e fundamental do Volare Cinco é a porta pantográfica com abertura e fechamento automáticos, via controle remoto. Com dimensões maiores, proporciona facilidade de acesso e comodidade. Com o primeiro degrau a apenas 38 cm de altura em relação ao solo, a escada de acesso ao interior é a mais baixa entre as de todos os modelos disponíveis no mercado (entre vans e ônibus).

 

Na traseira, o conjunto óptico é envolvente e também traz a identidade Volare em seu desenho. A tampa traseira do porta-malas é feita de aço estampado, mais leve e de melhor acabamento, com levantamento fácil e prático.

 

A adoção de plástico de engenharia em diversos componentes externos, como para-choques, para-lamas, capô e teto garante maior qualidade no acabamento, redução de peso e menor custo de manutenção, com melhor nível de reparabilidade.

 

Elevado padrão de conforto interno

 

Internamente o Volare Cinco também é único. Em razão de ter sido projetado “de dentro para fora” e com foco no passageiro e no motorista, o seu salão é diferente de qualquer outro veículo. A começar pela facilidade de ingresso. Escada larga e suave dá acesso a um ambiente confortável, espaçoso e ergonômico.

 

Para o motorista, não há comparações. A chegada ao seu posto é livre de obstáculos. Ao mesmo tempo, a configuração proporciona total controle dos comandos do veículo e, ao mesmo tempo, da movimentação dos passageiros. Para maior segurança, o modelo tem como item opcional câmeras com ângulo de visão de 180º na dianteira e na traseira, com monitor no painel.

 

O painel de instrumentos adota todos os conceitos automotivos, desde a sua concepção até o posicionamento e leitura dos instrumentos. Volante, comandos instalados ergonomicamente. No painel central, equipamentos opcionais, como o display da câmera de ré, GPS, sistema de áudio e vídeo, entre outros, podem ser instalados.

 

Direcionadores de ar mais eficientes e posicionados para fácil acesso, porta-pacotes nas laterais, iluminação individual para o motorista, assim como sistema de ar-condicionado/ventilação exclusivo, diferenciado do restante do interior do veículo, são outras importantes características.

 

O Volare Cinco otimiza o aproveitamento do espaço interno e tem a proposta de oferecer o melhor custo benefício. Conta com interior exclusivo, com novas poltronas, mais ergonômicas e confortáveis, além de novos revestimentos internos e porta-pacotes maior e mais abrangente, que se prolonga até a última fileira de poltronas, e que foi desenvolvido especialmente para atender às necessidades dos operadores em viagens de média e longa distâncias.

 

Para os passageiros, o conforto também foi ampliado com maior espaço interno, que garante ampla área para circulação. O sistema de ar-condicionado proporciona maior eficiência na climatização de todo o ambiente e o veículo conta com monitor frontal em LED, posicionado no teto para possibilitar a melhor visibilidade de qualquer poltrona.

 

A iluminação interna é toda em LEDs, com luzes indiretas, que criam um ambiente de comodidade e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos.

23 comentários em Volare Cinco é lançado oficialmente no mercado – Confira preços sugeridos

  1. Amigos, boa noite.

    Com todo respeito à Marcopolo e ao Volare 5 (ainda não o conheço pessoalmnte); mas, na minha opinião, essa frente é feia.

    Só se for pra ficar parecido com as todas as demais “bicudinhas”.

    Se tivessem se embasado no New Vialle, entendo que ficaria mais estiloso, bonito e diferenciado da turma das “bicudinhas”.

    O bico protege o motorista, sem dúvida, mas podia ser mais suave.

    Ouvi dizer que a Sprinter em breve terá frente nova, vamos aguardar.

    Att,

    Paulo Gil

    • Complementando.

      Quem sabe o Volare 6 tenha câmbio automático, motor trazeiro, cinto de segurança de três pontas, um corrimão do lado direito dos degraus e um banquinho “jesus me chama” para a assistente das escolares.

      Volare, eu tenho algumas ideias interessantes para um mercado com crescimento
      grande e garantido.

      Caso queiram assinar um termo de confidencialidade, estou à disposição.

      Vamos fazer o Volare “F” juntos; o Volare do Futuro.

      A letra da minha música “Motorista de Coração” entrará no pacote para que a campanha de lançamento seja com ela.

      Att,

      Paulo Gil

      • Paulo Gil // 1 de maio de 2016 às 23:22 //

        Mais um complemento.

        A NEOBUS e quem devia ter feito o design do Volare 5, afinal os Neobus sao diferentes, bonitos e tem um estilo arrojado e moderno.

        Mas ….

        Vai entender; eu nao entendo.

        Att,

        Paulo Gil

    • Bom dia Paulo Gil,

      A Sprinter vai receber uma pequena reestilização em breve.No link abaixo tem algumas fotos da nova Sprinter.

      http://www.noticiasautomotivas.com.br/mercedes-benz-sprinter-ganhara-mudancas-visuais-em-2016/

  2. ILSON ALVES DE ALMEIDA // 27 de abril de 2016 às 21:33 // Responder

    MEU PELO AMOR DE DEUS, ESTE CARRO JÁ NASCE MORTO, POIS PARECE AQUELE REFAN DA IVECO QUE FORAM LANÇADOS NA LOTAÇÃO EM 2004/2005…

    MUITO FEIO……

  3. Mauricio Alves da Rocha // 28 de abril de 2016 às 00:04 // Responder

    Olá, tenho dois volare A8 2002 escolar, não troco por nenhuma van. Esse volare é top, me fala uma van com porta automática,com corredor Central? Motor cummins(motorzão) Já estava na hora de termos um segmento assim, não sei o preço, mas vai bater a sprinter e de folga ducato e cia. Tio Mauricio(transp.escolar)

    • Mauricio, boa noite.

      Vamos ver o preço.

      O Vito da MBB chegou a mais de R$ 140.000,00 e ainda por cima a versão de passageiros só a gasolina, piada.

      Essa sim nasceu morta, mão sei onde a MBB tava com a cabeça; depois não sabem porque tem fábrica parada.

      O público alvo da Vito é outro, mas sem câmbio automático esse público não quer nem saber, isso me disse o vendedor quando fui conhecer a Vito ao vivo.

      Abçs,

      Paulo Gil

    • RONALDO AGUIAR. // 23 de maio de 2016 às 14:03 // Responder

      GOSTARIA DE SABER SE ESTE NOVO VOLARE E ECONOMIICO,POIS O COMBÚSTIVEL CONTA MUITO.TRANSRONALDO, QUARÁ.

      • Seria interessante entrar em contato com alguma concessionária

      • Olá boa tarde Amigos ! Gostaria de obter informação de alguem que tem esse volare cinco, me falace sob. o veiculo.
        Tenho que comprar mais um veiculo escolar e fiquei confuso entre a splintrier e o volare cinco.
        Quero saber sob. consumo rusticidade do veiculo , em fim só quem tem pra falar .

  4. Izail carvalho dos santos // 28 de abril de 2016 às 17:34 // Responder

    Penso eu o valor penso eu, o valor dessas vans é muito alto pela quantidade de lugares que vcs oferecem. Adquiri um w7 e tives vários problemas, não que o carro seja ruim, mas houve muitos descasos com a concessionária que me vendeu, inclusive eles me abandonaram, não me deram a assistência que precisava. Mas estou resolvendo com uma que me deu uma assistência melhor.

  5. olyntho belizario lourenço // 28 de abril de 2016 às 23:16 // Responder

    muito caro e poucos lugares.

  6. Samuel G Silva // 3 de maio de 2016 às 02:08 // Responder

    Um veículo com este porte teria que ter pelo menos vinte e oito lugares para transporte escolar.ALÉM diso o governo não dá um incentivo para a compra do veículo,deveria ser como táxi,o tio escolar acaba pagando o dobro ou mais com impostos.

  7. Helio Siqueira Pimentel // 5 de maio de 2016 às 15:15 // Responder

    Quanto ao Volare Compact para transporte de carga tem alguma previsão?
    Para adequar o Volare compact para motorhome seria interessante colocar mais um assento na frente e tambem maleiros na parte lateral com abertura esterna do tipo ônibus rodoviário, Quando a Volare disponibilizara este veiculo para este arranjo?

  8. nelson j. duarte // 17 de julho de 2016 às 22:02 // Responder

    achei um carro muito grande para pouco lugares sua altura e´alta seus pneus 205/70r16 e´muito pequeno e fraco para um carro de 5.3 ton; pois os pneus da sprinter são mais forte que este,seu preço também não e´convidativo em torno de 172.000,00 para a versão escolar a mais simples;

    única coisa que me agradou foi o acesso para o motorista.
    nelson transporte escolar.

  9. o que eu ia dizer eo mesmo que disseram nas mensagens anteriores ,.e muito preço pra pouco lugar…

  10. ami si me gusta es agresivo el modelo imponente ojala su motor tambien sea asi espero q sea superior al sprinter q tipo de motor tiene y cuanto es su rendimiento por litro o galon

  11. um micro desse porte para entrar nas ruas apertadas das comunidades de van ducato teto baixo ja e complicado imagina com um volare m 5

  12. Olá boa tarde Amigos ! Gostaria de obter informação de alguem que tem esse volare cinco, me falace sob. o veiculo.
    Tenho que comprar mais um veiculo escolar e fiquei confuso entre a splintrier e o volare cinco.
    Quero saber sob. consumo rusticidade do veiculo , em fim só quem tem pra falar .

  13. bm dia ,eu achei o cinco muito lindo,ms é uma pena ele pr ser um carro grande ter a capacidade para transportar tao pouco passageiros,infelizmente temos só a sprinter com capacidade de 21 passageiros,a volare poderia estudar para melhorar isso,para aumentar a capacidade de passageiros,porque eu trabalho com escolar e faço fretamentos com aulto e o renaut master de 20 passageiros me atende bem,mas penso em crescer com uma carro com mais passageiros,mas ñ quero micro onibus prq é beberrão de mais.

  14. Carlos de Jesus Rodrigues // 9 de fevereiro de 2018 às 11:53 // Responder

    Sou permissionário de transporte alternativo no Rio de Janeiro, tenho interesse em conhecer o volare cinco. Como proceder.

  15. Carlos de Jesus Rodrigues // 27 de fevereiro de 2018 às 11:47 // Responder

    Desejo obter informações sobre o volare cinco!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: