Uma imagem dos anos de 1980 – inesquecível

Na ordem: Nielson Diplomata, Marcopolo Paradiso, CMA da Cometa e Monobloco O-371.

Foto mostra juntos verdadeiros ícones dos transportes

ADAMO BAZANI

Os anos de 1980 foram inesquecíveis. E não é apenas conversa de saudosista, de quem viveu a época.

Nos anos de 1980, foram registrados em todo mundo fatos que marcariam a vida de milhões de pessoas e influenciariam até hoje a política, a tecnologia e os costumes.

Na política e economia, por exemplo, em 5 de novembro de 1982 entrava em funcionamento a usina hidrelétrica de Itaipu. Em 1984, o “Movimento Diretas Já” pedia a volta das eleições diretas para presidente do Brasil. Em 1985, Tancredo Neves foi eleito, de forma indireta, presidente do Brasil. Porém, morreu antes de assumir o cargo. Tomando posse o vice-presidente José Sarney. Terminava de vez Ditadura Militar no Brasil. Em 5 de outubro de 1988 foi promulgada a Constituição Brasileira, em vigor até os dias de hoje.

Na música despontavam o seguintes cantores e bandas Internacionais: Bon Jovi, Def Leppard, Duran Duran, Pet Shop Boys, Prince, Modonna, Michael Jackson, Guns N’ Roses, Journey, U2, Iron Maiden, Van Halen, INXS, Whitesnake, Cyndi Lauper. No cenário musical, faziam sucesso: Ney Matogrosso, Blitz, Paralamas do Sucesso, Titãs, Roberto Carlos, RPM, Cazuza, Engenheiros do Havai, Biquine Cavadão, Ultraje a Rigor, Kid Vinil, Ira!, Barão Vermelho, Camisa de Vênus, Leo Jaime, Legião Urbana,  e vindos doa anos de 1970, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil.

Em 1980, o escritor italiano Umberto Eco lançava o livro O Nome da Rosa, um dos grandes sucessos literários da década. Em junho de 1982 estreava nos cinemas o filme “E.T, o Extra Terrestre”.

Em 30 de setembro de 1980 foi publicado o padrão da ethernet (tecnologia para redes locais), mesmo ano da primeira videoconferência.

Na medicina, em 1983, os pesquisadores Luc Montagnier e Robert Gallo identificavam o vírus da AIDS. E em 7 de outubro de 1984 nascia o primeiro bebê de proveta no Brasil.

Em 1988, terminava a guerra entre Irã e Iraque e em 9 de novembro de 1989 a Queda do Muro de Berlim era o sinal do fim da Guerra Fria.

Em junho de 1980 foi lançado o canal de notícias norte-americano CNN. E no Brasil, entrava no ar a TVS, depois chamado SBT, em 19 de agosto de 1981. A emissora em agosto de 1984 colocava no ar o primeiro episódio da série Chaves .

Nas estradas brasileiras, a história dos transportes também tinha seus marcos e esta imagem revela que era época não só de crescimento da produção de ônibus em unidades, mas também em qualidade. A Scania despontava com a Série 2, os 112, a Volvo se destacava com o B58 e Mercedes-Benz firmava no mercado os monoblocos O-370 e depois O-371.

A Marcopolo entrava com uma nova geração de carrocerias com denominações diferentes. Destaque para o Paradiso. A Nielson produzia uma nova linha de Diplomatas e a Cometa fazia suas carrocerias com novas versões, marcando as paisagens das rodovias.

Os o ônibus incorporavam aperfeiçoamentos das décadas anteriores e traziam novidades em relação a itens de segurança e de conforto, mas também davam um charme especial nas estradas brasileiras, com o visual muito menos monótono que hoje. Estes veículos tinham o design arrojado que mostrava robustez e que muito ainda tem ensinar aos transportes atualmente. Não é o intuito neste texto de fazer uma análise profunda da década, mas a foto vale para relembrar, matar saudade e ensinar os mais jovens.

Adamo Bazani, jornalista especializado em Transportes

4 comentários em Uma imagem dos anos de 1980 – inesquecível

  1. Faltou mencionar a banda QUEEN

  2. Opa Adamo… Parabéns por sua matéria!!! Só fazendo uma observação no final da matéria , que os modelos tribus 2 que a Itapemirim fabricava também nos anos 80 marcavam também as paisagens por onde passavam!!!! Um forte abraço e mais uma vez parabéns pela matéria!!!!

    • SÉRGIO SANTO ANDRÉ // 23 de fevereiro de 2016 às 14:12 // Responder

      Tirou as palavras da minha boca Vcm, a foto realmente é fantástica, mas com certeza faltou um “Tribus” aí no meio para completar a foto !!!!

  3. Boas e velhas épocas que não voltam mais. Fui um privilegiado de ter vivido a década de 80.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: