Curso para Técnico em Transporte: é de graça e pode ser boa oportunidade no mercado de trabalho e para as empresas

curso para técnico em transporte

Ônibus urbano em São Paulo. Entre as qualificações transmitidas aos alunos no Curso para Técnico de Transporte estão gerenciamento de tráfego, frota, manutenção e operação em geral, contando com Bilhetagem Eletrônica. Foto: Adamo Bazani

Curso para Técnico em Transporte Rodoviário é Grátis e pode ser boa oportunidade de trabalho e para as empresas
As aulas são ministradas na unidade da ETESP Bom Retiro, na região central de São Paulo
MARCOS GALESI
A ETESP – Escola Técnica Estadual de São Paulo, Centro Paula Souza, oferece gratuitamente uma boa oportunidade para quem deseja se transformar num profissional da área de transportes ou mesmo para empresas do setor que desejam qualificar melhor seus funcionários.
Trata-se do Curso para Técnico em Transporte Rodoviário realizado na unidade da Avenida Tiradentes, 615, ao lado da Estação Tiradentes da Linha 1 Azul do Metrô, na região central da capital paulista.
O curso é dividido em módulos, tem duração de um ano e meio e participação de professores especializados e técnicos de órgãos gestores, como a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego e SPTrans – São Paulo Transporte.
Estas autarquias devem utilizar o curso para critério de desempate em seleções de seus concursos públicos.
Os alunos têm uma noção geral de diversas atividades relacionadas ao transporte como gestão, planejamento, logística, manutenção e estoque e até mesmo atendimento ao passageiro.
O mesmo curso capacita também os alunos para o setor de transporte de cargas.
Ao final, o participante recebe o certificado que o capacita a receber matrícula do CREA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.
O link:
http://www.etesaopaulo.com.br/interna.aspx?cod=2&cod2=35&sub=1
VOCÊ SABE O QUE É E O QUE FAZ UM TÉCNICO EM TRANSPORTES?
O técnico em Transporte Rodoviário é o profissional que atua na organização e controle das operações de tráfego rodoviário. Executa a logística do transporte e do tráfego. Identifica características da malha viária e os diversos tipos de veículos transportadores. Aplica a legislação referente ao trânsito de veículos e ao transporte de passageiros. Atua na operação, comercialização e manutenção de equipamentos. Prepara a documentação necessária para operações de transportes.
MERCADO DE TRABALHO: Empresas ou órgãos gestores de transporte urbano, público ou privados.
Hoje em dia, detectamos inúmeros problemas na área de mobilidade, acessibilidade e de sustentabilidade e porque tudo isso acontece?
As empresas, infelizmente uma boa parte delas, contratam pessoas que não foram qualificadas para determinados cargos e assim acabam improvisando e é aí que ocorrem certos equívocos e erros, alguns deles graves.
Muitas vezes vemos uma grande desorganização e descontrole nas operações de tráfego rodoviário, nas empresas de ônibus inclusive.
O setor de Planejamento de uma empresa de ônibus é o que faz a empresa funcionar como ela deve, é uma engrenagem importante que faz a empresa crescer ser deficitária, é onde os técnicos devem atuar para detectar e apoiar o departamento de planejamento em determinadas empresas.
Muitas empresas têm que contar com o apoio dos técnicos para que os investimentos da não sejam desperdiçados. No atual contexto que vivemos desperdício não pode existir e erros têm que ser minimizados.
Uma empresa de ônibus ou empresa de cargas que contrata um técnico em transporte não contrata apenas um funcionário, mas um profissional qualificado que vai exercer as funções com mais eficiência.
No mundo globalizado muito se fala em logística, mas poucos têm noção do que seria e como seria a tal logística, mas é um setor muito importante nas empresas de transporte e que pode reduzir custos e trazer mais qualidade e eficiência.
Visão Integrada dos Sistemas de Transporte: é muito importante para quem quer trabalhar em logística.
Operações de Equipamento: Muitas pessoas não sabem como se opera um equipamento e uma empresa que quer crescer precisa ter eficiência caso contrário ficará sempre parada no tempo e tende a não crescer. Empresa que visa crescimento precisa de gente qualificada para operar equipamentos.
Atendimento ao Usuário e Relações Interpessoais: é muito importante para uma empresa que quer uma melhor comunicação com seus clientes e uma companhia que quer crescer precisa ter uma comunicação simples e eficiente. O Técnico em transportes também está qualificado para esta tarefa.
Manutenção do Transporte Rodoviário: Uma empresa de ônibus ou uma empresa de transportes de carga necessita de ter uma programação para se fazer manutenção na sua frota, por este motivo o técnico preparado ele vai elaborar e acompanhar esta programação para fazer a empresa ter mais eficiência em seus serviços.
O Técnico em Transportes Rodoviários está entre as poucas pessoas conhecem e sabem que esta qualificação é muito importante para a vida profissional de quem gosta da área e quer desenvolver um trabalho em prol da melhoria do transporte.
A melhor forma de melhorar é entrarmos na área e não nos acomodarmos, as oportunidades são preciosas e tem que ser aproveitados.
Para se ter uma ideia você sabia que o curso de Transportes Rodoviários suas oportunidades podem aumentar?
Com o objetivo de promover a formação de técnica de profissionais de nível médio para atender as demandas do mercado de trabalho, o curso forma profissionais aptos a auxiliar no planejamento das ações de operação e gestão do transporte rodoviário de passageiros.
Estrutura
O curso conta com uma matriz curricular para a área de transporte passageiros dividida em três módulos.
Público-Alvo
Trabalhadores do setor de transporte que queiram aprimorar suas atividades e melhorar sua colocação profissional ou ainda outros interessados em ingressar na área de transporte de passageiros.
Metodologia
No decorrer do curso o aluno conta com o apoio pedagógico de um profissional altamente qualificado que o acompanha e auxilia na construção do seu aprendizado professores da SPTrans e da CET.
Pré-requisito
Ter concluído ou estar cursando o ensino médio.
Certificação:
Ao concluir todos os módulos que compõem a matriz curricular descrita no tópico acima e comprovar a conclusão do ensino médio, será conferido o diploma de Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de Técnico em Transporte Rodoviário, com validade nacional.
E em posse deste diploma, você pode dar entrada no CREA.
O que é CREA??
O Crea é o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura .
Com este documento, é possível aumentar as suas chances inclusive ganhar ótimos salários.
Vejam esta tabela: http://www.creapa.org.br/comissoes/educacao/Cursos/tecnico.html
O Curso tem o apoio de divulgação do “Defesa do Trólebus”, grupo que atua na discussão e busca de soluções para mobilidade sustentável e acessível.
EMPRESAS QUE INVESTEM EM QUALIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS TÊM BONS RETORNOS NO ATENDIMENTO E NA REDUÇÃO DE CUSTOS:
As empresas de ônibus que investem na capacitação dos funcionários têm conseguido retornos positivos em diversos aspectos, tanto na diminuição no número de reclamações, melhor produtividade dos trabalhadores, redução de custos e maior nível de satisfação dos empregados e passageiros.
Assim, o Curso para Técnico em Transporte Rodoviário é uma oportunidade para as próprias empresas, ainda mais em São Paulo, onde existe a possibilidade de qualificar praticamente sem custo nenhum os funcionários.
O curso é aplicado somente na Capital Paulista.
Em outras cidades, onde não há uma oportunidade deste tipo, as empresas que querem melhor capacitar os funcionários chegam a pagar instituições de ensino e firmar parcerias. Mesmo assim, os gestores de recursos humanos destas companhias de transportes de passageiros garantem que os investimentos valem a pena.
Um exemplo é o que faz o Grupo Leblon Transporte de Passageiros, que opera nas cidades de Fazenda Rio Grande e Curitiba, no Paraná.

capacitação profissioinal em transporte

Empresa do Paraná decidiu há vários anos adotar uma política de investimento na capacitação de funcionários e garante que o retorno têm sido positivo, tanto para a comunidade, bem estar dos trabalhadores e para o próprio negócio. Foto: Adamo Bazani.

A prestação de serviço de qualidade para a população passa necessariamente pela capacitação e formação dos profissionais de uma empresa. Ainda mais na área de transportes de passageiros, que por estar diretamente relacionada com a comunidade, precisa acompanhar as mudanças e as novas exigências da sociedade.
O Grupo Leblon Transporte de Passageiros tem como prática habitual investir na capacitação dos funcionários, mas não apenas para o trabalho que já exercem. Através de parcerias, cursos e até um programa de bolsa de estudos para graduação em cursos superiores, também abre novas oportunidades para os trabalhadores.
O resultado é sentido pela população. Funcionários motivados e com maior nível de qualificação tendem a atender melhor. Ganham a população, os trabalhadores e a própria empresa.
“A Leblon tem como objetivo estratégico investir em vidas. Para isso investe na vida de seus colaboradores para que cresçam profissionalmente dentro da empresa. Há vários anos implantou uma escola de motoristas, que capacita cobradores para serem condutores. Assim também estimulamos e capacitamos os lavadores de ônibus para serem cobradores e/ou mecânicos. Todos os líderes da Leblon foram formados na própria Leblon. Há um investimento aos funcionários que se destacam para formá-lo um líder. É um processo longo mas vale a pena. Hoje a maioria de nossos coordenadores/gerentes eram ex lavadores, ex-cobradores, ex-auxiliares que se destacaram, investimos na formação e graduação dos mesmos e hoje exercem atividades de gerência. É um real incentivo aos outros.” –explica o diretor da Leblon, Haroldo Isaak.
O coordenador de RH – Recursos Humanos, do Grupo Leblon Transporte de Passageiros, Celso José Adolfato Vieira, relaciona a série de iniciativas para proporcionar novas oportunidades e capacitar os trabalhadores.
“A empresa sempre investiu na formação de seus profissionais, dispondo de um cronograma anual de treinamentos que aborda diversos temas. Além dos treinamentos, alguns investimentos são feitos na formação profissional. A Leblon incentiva a qualificação através de cursos técnicos ou até mesmo de graduação que tenham ligação com as áreas de atuação dos profissionais. O incentivo ocorre através de bolsa de estudos ou custeio direto, atualmente 11 empregados são beneficiados diretamente com este sistema de incentivo. Além disso recentemente foi firmado convenio com a fundação Dom Cabral para melhor capacitação de seus gestores.” –explica Adolfato.
A Fundação Dom Cabral é especializada na formação executiva e de gestão destinada a diversos setores, ou seja, os cursos e parceria são para capacitar melhor quem estiver à frente da gestão de uma determinada área.
Como a sociedade evolui, as formas de gestão também devem estar atualizadas para novos desafios. É uma forma de o Grupo Leblon responder e fazer parte destas transformações, sempre atendendo às necessidades da comunidade.
Além disso, recentemente foi disponibilizado para os funcionários da empresa um curso de inglês com valores abaixo dos praticados no mercado. Além de ter um custo menor, outra vantagem da parceria firmada é que as aulas são ministradas na própria garagem permitindo ao trabalhador melhor acesso, já que os horários são mais adaptados à rotina do funcionário, poupando inclusive tempo de deslocamento até uma escola.
“Este curso foi aberto a todos os empregados e o custo é menos que a metade dos praticados pelo mercado, além disso, o desconto é feito diretamente na folha de pagamento e o curso realizado em dia normal de trabalho. O mais interessante é que várias pessoas que não necessitam do inglês para desenvolver suas atividades estão fazendo o curso, atualmente com 20 pessoas de diversos setores.” – conta Adolfato.

Marcos Galesi, técnico em transportes
Colaboração: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

6 comentários em Curso para Técnico em Transporte: é de graça e pode ser boa oportunidade no mercado de trabalho e para as empresas

  1. Me formei em técnico em transporte pelo sest senat de santo andre e nunca ninguém me disse que tenho que registrar meu diploma no CREA. Aliás sequer colocação eu consegui, pois na empresa que trabalho (a maior em operação no ABC na área dos urbanos) sequer me deixaram fazer estágio na própria empresa. O que percebo é que nessa área sempre existe muita “panelinha”, funcionários antigos que acham que sabem de tudo, mas não tem formação, bem no estilo de 40 a 50 anos atrás. O que me consola mesmo eu tendo as duas habilitações (cargas e passageiros) é que passei numa boa colocação no concurso da Petrobrás. Mas não fui chamado pois não consegui colocação. Já o curso é ótimo. O que precisa mudar é a mentalidade dos patrões.

  2. juridico@fresp.org.br // 7 de novembro de 2014 às 18:40 // Responder

    Prezado Adamo Bazani, boa tarde.

    Entramos em contato com a ETESP sobre o curso abaixo e obtivemos a informação que este curso já está em andamento e que não terá novamente na grade de 2015.

    Desculpe-me pelo incômodo, mas gostaria de saber se quando o Sr. publicou a notícia informaram ao Sr. sobre isso.

    Desde já agradeço-lhe pela atenção.

    Joana Mezette

    Assessora Juridica

    FRESP

    > DE: “Blog Ponto de

  3. Boa Noite Prezado

    – Por favor caso haja a grade de curso na ETEC ou em outra instituição nos informe pois é uma área promissora e que está em crescimento, mas infelizmente existem poucos cursos na Área de Transporte.

  4. bom dia moro em sto amaro e trabalho na lapa gostaria muito de fazer esse curso de tecnico em transporte rodoviaria aonde posso fazer alguem pode me ajudar por favor 11-96825-8600

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: