Campanha tenta estimular uso do cinto de segurança em ônibus rodoviários

ônibus

Ônibus rodoviário. Apenas 2% dos passageiros têm o hábito de usar cinto de segurança. Campanha quer conscientizar sobre a necessidade da prática para evitar que os acidentes com ônibus tenham consequencias mais graves. Foto: Adamo Bazani.

Campanha tenta estimular uso de cinto de segurança em ônibus rodoviários
Ações ocorrem no Terminal Rodoviário do Tietê e no Novo Rio, por onde passam 200 mil passageiros por dia
ADAMO BAZANI – CBN
Se o brasileiro, por consciência ou por causa da multa, já usa com frequencia o cinto de segurança nos carros de passeio, em especial nos bancos da frente, dentro dos ônibus rodoviários a prática ainda é quase inexistente.
De acordo com estimativas da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, apenas 2% dos passageiros de ônibus rodoviários em todo o país usam o dispositivo.
O cinto de segurança comprovadamente pode evitar o agravamento de lesões, em caso de colisões sem gravidade, e até salvar vidas em acidentes piores, como tombamento dos ônibus.
Para tentar estimular o uso dos cintos de segurança nos transportes rodoviários, o Programa Estrada Sustentável, iniciado durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em junho de 2012, lançou nesta sexta-feira, dia 26 de setembro de 2014, a campanha “Vou de Cinto”.
A campanha vai até o dia 31 de outubro e conta com apresentações teatrais rápidas e distribuição de folhetos informativos.
As ações ocorrem no terminal Rodoviário Novo Rio e no Terminal Rodoviário do Tietê por onde passam diariamente 200 mil passageiros em média.
Um dos objetivos da campanha é mostrar ao passageiro a necessidade de usar o cinto durante toda a viagem.
Algumas pessoas têm o hábito de afivelar o dispositivo logo após a orientação do motorista, mas durante o trajeto soltam o cinto.
As companhias de ônibus também devem ser fiscalizadas pela ANTT que deve verificar se os funcionários realmente orientam os passageiros.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Campanha tenta estimular uso do cinto de segurança em ônibus rodoviários

  1. Amigos, boa noite.

    Novamente vou sugerir a solucao para o uso do cinto de seguranca.

    Basta fazer um dispositivo eletronico com um painel indicador na cabine do piloto e enquanto todos os passageiros nao afivelarem os cintos o buzao nao da partida no motor.

    Depois, quando o buzao sai da rodoviaria e anda uns kilometros na marginal, sempre levanta um passageiro para ir ao toalete e assim solta o cinto mas indica no painel, caso apos 15 segundos desse passageiro sentar na poltrona e nao afivelar o cinto uma gravacso programada informa:

    Passageiro da poltrona 27, afivele o cinto ou apos 1 km o buzao vai parar e atrasar todo mundo.

    So assim, caso contrario, nada resolve.

    Att,

    Paulo Gil

  2. tem de fazer um dispositivo,igual onibus urbano,que nao trafega com as portas abertas.ou seja:se o paasageiro nao afivelar o cinto de segurança,o onibus nao sai do lugar.fica aqui uma dica

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: