Empresas de ônibus de Curitiba fazem campanha para uso do transporte público

setransp

Empresas de ônibus e Curitiba e região metropolitana fazem campanha para incentivar o cidadão a deixar o carro em casa e experimentar transporte público. Além da melhoria da qualidade dos serviços, é necessária uma mudança cultural para que as pessoas pelo menos algumas vezes por semana reduzam os deslocamentos por meios individuais. Foto: Gerson Klaina

Empresas de ônibus fazem campanha para uso do transporte público em Curitiba
Para sindicato das companhias de ônibus, a mudança de comportamento da população em relação aos deslocamentos diários também é uma questão cultural
ADAMO BAZANI – CBN
Mesmo sendo a cidade do mundo onde surgiu o primeiro sistema de corredores de trânsito rápido para ônibus (BRT) e ainda hoje sendo referência mundial quando o assunto é mobilidade urbana, Curitiba sofre com os constantes congestionamentos.
O problema se estende para outras cidades vizinhas que formam a região metropolitana.
Apesar das necessidades de melhoria, como redução do excesso de lotação em algumas linhas, e da ampliação nos serviços de ônibus, a oferta de transporte público permite que o passageiro se desloque por 14 cidades pagando uma única tarifa por tempo indeterminado, desde que as integrações ocorram nas estações-tubo e nos terminais de ônibus. A RIT – Rede Integrada de Transporte com 1 mil 945 ônibus atende 2 milhões 270 mil pessoas por dia.
No entanto, muita gente em Curitiba e nas cidades vizinhas sequer experimentou a possibilidade de se deslocar por transporte coletivo.
Por isso, o Setransp – Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e Metropolitano de Passageiros de Curitiba e Região Metropolitana decidiu fazer uma campanha de conscientização quanto ao uso do transporte público.
Uma das ações foi colocar em diversos pontos da cidade “outdoors” que mostram as desvantagens de se enfrentar os congestionamentos e os ganhos possíveis de tempo e tranqüilidade maior com o uso dos ônibus, ainda mais nos corredores.
Transporte coletivo de qualidade, com ônibus modernos e rápidos que recebam privilégio no espaço urbano, é fundamental para que as pessoas sejam convencidas a deixar o carro em casa.
Mas a entidade acredita também que são necessárias mudanças culturais.
O individualismo e a culto ao carro ainda são muito presentes na sociedade brasileira ainda. Um processo que começou nos anos de 1950, com um novo estilo de vida urbano e pelo trabalho publicitário em prol da indústria automobilística. O carro tornou-se símbolo de status e liberdade.
Hoje a realidade não é mais essa, principalmente em relação à liberdade. O excesso de carros nas ruas tem tirado a qualidade de vida nas cidades e os deslocamentos se tornam cada vez mais difíceis.
As redes de transportes podem não ser suficientes ainda em praticamente todas as cidades. Mas algumas pessoas têm corredores e faixas exclusivas para ônibus, trem e metrô perto de casa e do trabalho e nunca tentaram ao menos ver como é deixar o carro pelo menos em alguns dias da semana.
Por isso, o Setransp considera este tipo de campanha importante para contribuir nesta mudança cultural.
Outras ações de conscientização devem ser tomadas pela entidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Empresas de ônibus de Curitiba fazem campanha para uso do transporte público

  1. Amigos, boa noite.

    A propaganda e a qualidade e um operacional funcional, o que nao ocorre pelo menos em Sampa.

    Enquanto esses quesitis basivis nao forem alinhados, nao ha “outdoors” que faca aumentar o uso do buzao, pelo menos em Sampa.

    Faltou colocar no “outdoor” os problemas do buzao, que sao bem mais do que 3 itens.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Em uma cidade com a infraestrutura de Curitiba para os transportes é lógico fazer isso…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: