Faixas exclusivas receberam mais ônibus, diz estudo da CET

faixas de ônibus

Quantidade de ônibus subiu nas faixas exclusivas de ônibus, diz estudo da CET. Foto: Adamo Bazani

Faixas de ônibus receberam mais coletivos
Já fora das vias com espaços exclusivos, houve queda no número de ônibus
ADAMO BAZANI – CBN
A quantidade de ônibus nos pontos das rotas com faixas exclusivas aumentou, de acordo com estudo anual realizado pela CET – Companhia de Engenharia de Tráfego.
Na extensão total das nove rotas levadas em consideração pelo estudo, houve queda de 3,7% no número de ônibus circulando. Nos horários de pico, a alta foi de apenas 0,1%.
Mas abordando os trechos destas rotas que possuem faixas, a quantidade de ônibus subiu 3,9% no pico da manhã de 5 mil 939 ônibus para 6 mil 138. No pico da tarde, o aumento foi de 3,6% passando de 4 mil 929 para 5 mil 108 veículos de transporte coletivo.
Ainda nas nove rotas, houve que de 6% no número de carros.
Os carros ficaram 16% mais tempo parados nas vias com faixas em 2013 em relação a 2012, e no pico da tarde, este aumento foi de 7%.
Mas as faixas não são as grandes vilãs na velocidade dos carros.
Os motoristas de carros particulares têm perda de tempo de 30% por causa dos congestionamentos e excesso de veículos e semáforos no pico da manhã e de 33% no pico da tarde.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Faixas exclusivas receberam mais ônibus, diz estudo da CET

  1. Amigos, bom dia.

    Dificil de entender esse estudo, pelo menos para mim.

    Se a frota de buzao nao aumentou, como pode ter passado mais buzao pela faixa ?

    Se a linha “x” opera com 15 buzoes, por exemplo, e a frota nao aumentou, na faixa que essa linha passa, vontinuarao a passar 15, buzoex desta linha.

    Certo ?

    Penso que sim.

    Agora como uma faixa recebeu mais, buzao ?

    Se alguem puder me escarecer esta questao, eu agradeco.

    Att,

    Paulo Gil

    • Paulo, de acordo com a prefeitura, além de algumas linhas que operam em faixas terem recebido reforço, com o aumento de velocidade em algumas delas, em média 21% maior, foi possível aumentar as viagens em cada faixa. O estudo leva em conta a quantidade de ônibus que passam pela via no determinado horário, nem que seja o mesmo ônibus fazendo uma nova viagem.
      Grato
      Adamo Bazani

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: