MAN vende 46 ônibus para cooperativa de transporte no Equador

ÔNBUS

MAN vende 46 ônibus para a cooperativa de transportes José Joaquin de Olmedo, de Guayaquil, no Equador. Outras cooperativas também devem adquirir os modelos Volksbus – Foto: Divulgação.

MAN vende 46 chassis de ônibus para o Equador
Modelos Volksbus 17.210 OD e 17.230 EOD vão operar em cooperativa de transportes
ADAMO BAZANI – CBN
A MAN Latin America anunciou oficialmente na manhã desta quarta-feira, dia 13 de agosto de 2014, a venda de 46 chassis de ônibus, parte que já recebeu encarroçamento, e que vão operar pela cooperativa de José Joaquin de Olmedo.
Os veículos são para serviços na cidade Guayaquil, no Equador, e entregues pelo importador local da marca no país, a Intrans.
Além da compra dos veículos, a negociação contemplou contrato de manutenção para os novos ônibus, treinamento para os motoristas e mecânicos, além de “uma área especial localizada dentro da cooperativa com a oferta de peças e acessórios que atenderão às novas unidades, sob a responsabilidade do importador.” – segundo nota da MAN.
“A escolha dos novos ônibus se deu devido ao baixo custo de manutenção das unidades firmado por meio do exclusivo contrato de manutenção que oferecemos aos responsáveis pela cooperativa de ônibus de Guayaquil. Além disso, a robustez e o desempenho de nossas unidades foram fatores relevantes na decisão pela marca Volkswagen”, afirma o gerente executivo de Vendas Internacionais da MAN Latin America, Ricardo Albuquerque.
Dezesseis ônibus já estão circulando na zona norte de Guayaquil, entre Puente Lucia e Atarazana.
Até setembro, mais 30 ônibus serão entregues e devem circular pelos distritos de Orquídeas e Samborondón.
Segundo a MAN, “a José Joaquin de Olmedo atualmente é a maior cooperativa de ônibus da cidade de Guayaquil e conta com aproximadamente 100 ônibus em circulação. As cooperativas Gran Colombia e Pascoales serão as próximas a receber novas unidades Volksbus .”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em MAN vende 46 ônibus para cooperativa de transporte no Equador

  1. Amigos, boa noite.

    Bunitim esse Gesetizim.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Adamo Bazani: Faltou perguntar porquê algumas cooperativas do EQUADOR possuem nomes de pessoas considerando que lá é como cá: ou seja, teoricamente cada proprietário tem o seu próximo micro, micrão ou ônibus.
    Outro caso curioso é existir uma cooperativa que usa o nome GRAN COLÕMBIA portanto usando nome de outro país!

    • Marcos Nascimento, boa noite

      O cooperativismo, teoricamente, é uma boa sacada, porém na prática real do mercado não funciona como deveria, é só fachada mesmo.

      Claro que toda regra tem sua exceção.

      Em Osasco, por volta de 1978/79 + ou -, cada pessoa tinha o seu micro (+ ou – também, tinha gente que tinha mais de um); porém quando foram obrigado a se transformarem em cooperativas, foi só esperar um pouquinho e o TUBARÃO, NHAKETi, comeu todo mundo, uma por uma, foi só uma questão de tempo.

      Entendo que buzão é uma área que necessita de muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito capital além de ter uma enooooooooooooooooooooooorme interferência do porder público, por isso que não deixam as pessoas física operarem individualmente, fora outras questões polêmicas.

      Mas é isso.

      “Muda o mar, mas os Tubarões são sempre os mesmos”

      Att,

      Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: