Multas por invasão às faixas de ônibus crescem na mesma proporção que a criação destes espaços

ônibus

Ônibus em São Paulo. Número de multas por invasão às faixas de ônibus tem crescimento na mesma proporção da criação deste tipo de espaço – Foto: Adamo Bazani.

Multas por invasão a faixas de ônibus sobem na mesma proporção que a criação destes espaços
A quantidade de infrações anotadas subiu 388% e a de faixas, 348%
ADAMO BAZANI – CBN
Motoristas e motociclistas continuam desrespeitando as faixas exclusivas para ônibus em São Paulo.
Prova disso é a grande quantidade de multas aplicadas por causa deste tipo de infração.
No primeiro semestre deste ano, foram 383 mil e 93 infrações anotadas. No mesmo período de 2013, foram 78 mil 446 multas, de acordo com dados da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego.
O crescimento é de 388%, quase o mesmo que o aumento do total de faixas exclusivas na cidade de São Paulo, que no primeiro semestre de 2013 tinha 105 quilômetros de faixas e agora possui 448,9 quilômetros, o que significa mais 348% destes espaços para o transporte público.
Assim, por mais que possa haver críticas em relação à forma como as faixas de ônibus têm sido implantadas, não se pode falar em “indústria de multa”.
Além de a proporção ser compatível entre multas e quantidade de faixas, o espaço é para o transporte coletivo e não deve ser invadido. É questão de respeito pela maioria que usa o transporte público e acaba, por opção ou por ser a única alternativa de deslocamento, contribuindo com a redução dos congestionamentos e níveis de poluição.
Se a faixa está em local que possa ter mudanças, não justifica que o motorista a invada.
Além disso, quem está no carro, em tese conta com uma comodidade e, portanto, pode por exemplo, trafegar um pouco mais para acessar uma rota que o passageiro do ônibus que também é pedestre.
A multa para quem invade faixa de ônibus é de R$ 53,20, com três pontos na Carteira Nacional de Habilitação. A invasão a corredores gera multa de R$ 127,69, com cinco pontos na CNH.
Somando as multas por invasões a corredores e faixas, foram 1 milhão 655 mil e 144 autuações. Esta quantidade mostra apenas uma parte do desrespeito, já que a fiscalização, apesar de ter aumentado, ainda não cobre todos os espaços.
Este número é ainda inferior ao número de multas por alta velocidade: 1 milhão 655 mil e 155 registros.
São destaques também as infrações como: desrespeito ao rodízio – 950 mil 409 multas; estacionamento em local proibido – 459 mil 560 autuações e dirigir falando ao celular – 172 mil 050 anotações.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Multas por invasão às faixas de ônibus crescem na mesma proporção que a criação destes espaços

  1. Esta corretíssimo por parte da prefeitura autuar quem invade as faixas de ônibus, pois os motoristas dos carros nunca dão a vez para os ônibus passarem e são totalmente contra a implantação das faixas exclusivas. Eles ainda são os que mais contribuem para o aumento da poluição, pois nunca querem deixar o carro em casa. Poderiam ainda sempre dar a vez para o ônibus passar nas mudanças de faixa, pois podem compensar o tempo perdido aumentando um pouco a velocidade no percurso.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: