São Paulo recebe 2,9 quilômetros de faixas exclusivas nesta segunda, 28

faixa de ônibus

Ônibus em São Paulo. Cidade recebe mais 2,9 quilômetros de faixas exclusivas. Espaços são na Avenida Vila Ema e Avenida Aricanduva. Foto: Adamo Bazani.

São Paulo recebe mais 2,9 km de faixas exclusivas nesta segunda-feira, dia 28.
Espaços são na Avenida Vila Ema e na Avenida Aricanduva
ADAMO BAZANI – CBN
A cidade de São Paulo conta a partir desta segunda-feira, dia 28 de julho de 2014, mais dois quilômetros e novecentos metros de faixas exclusivas para ônibus à direita das vias.
O maior espaço é na Avenida Vila Ema, na zona Sudeste, entre a rua Francisco Fett e a rua Domingos Afonso.
O trecho é de dois quilômetros e trezentos metros e a operação é no sentido centro, de segunda a sexta-feira, das seis da manhã às nove horas da manhã.
De acordo com a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, neste local passam por dia útil 10 linhas de ônibus que atendem a 107 mil passageiros.
Já na Avenida Aricanduva, são seiscentos metros de faixas exclusivas entre a Rua Júlio Colaço e a Radial Leste (Avenida Conde de Frontin), na Zona Leste da cidade.
O funcionamento é no sentido centro, de segunda a sexta-feira, das seis horas da manhã até às oito horas da noite.
Segundo a CET, neste trecho da Aricanduva passam 13 linhas de ônibus que transportam por dia 164 mil passageiros por dia útil.
Com a implantação destas novas faixas, foram criados 344 quilômetros e 700 metros deste tipo de espaço exclusivo para ônibus desde janeiro de 2013. Antes, a cidade tinha 105 quilômetros de faixas, hoje totalizando cerca de 450 quilômetros.
Já o total de corredores permanece praticamente inalterado, com 120 quilômetros, sendo que boa parte não oferecem prioridade de fato aos ônibus, se limitando a faixas do lado esquerdo da via e possibilitando invasão por parte de outros veículos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em São Paulo recebe 2,9 quilômetros de faixas exclusivas nesta segunda, 28

  1. Amigos, bom dia.

    Ontem, utilizei a Marginal Tietê (sentido leste – oeste) e no trecho no qual eu passei, não observei
    nas placas de sinalização a inscrição do horário de funcionamento da faixa exclusiva do buzão.

    1) Qual é o horário de funcionamento da faixa exclusiva do buzão, nas marginais ?

    2) Os horários são padronizados ou em cada rua, avenida ou marginal, há um horário específico?

    Alguém ou algum órgão, pode nos esclarecer e informar aqui no blog ?

    Desejo a todos do blog e do buzão uma semana repleta de alegrias,e para isso nada melhor do que acessar o link abaixo.

    https://www.youtube.com/watch?v=bIidgH6Jo74

    Mais links, no post de Julho/14, em comemoração ao dia do motorista.

    Muiiiiiiiiiiiiiiita alegria a todos e boooooooooooooooa viaaaaaaaaaaaaaagem.

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão”

  2. Oi Adamo, Voce saberia qual eh a estimativa de qual eh a proporção de passageiros transportados nos corredores (em relação ao total de passageiros do sistema)? Perguntos isso porque estou muito interessado em discutir os impactos dos corredores no Rio/SP. No entanto, eh difícil ter uma noção de impacto efetivo dos corredores sem essa informação. E.g. Os novos corredores poderiam reduzir o tempo de viagem pela metade, mas se carregarem apenas 3% de todos passageiros do sistema, seu impacto seria muito limitado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: