Volvo quer “zerar” acidentes com veículos da marca no Brasil

ônibus

Ônibus da Volvo de serviços intermunicipais. Montadora tem meta ousada de zerar os acidentes envolvendo os veículos da marca no Brasil em programa semelhante ao realizado na Europa. Empresa diz que ações devem contribuir com a intenção da ONU de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito em todo o mundo até 2020. Fazem parte do programa ações com os operáriso da fábrica, funcionários de concessionárias e de empresas de caminhões e ônibus. Foto: Adamo Bazani.

Volvo quer zerar acidentes com veículos da marca
Empresa vai adotar no Brasil programa semelhante ao da Europa. Entre as ações estão trabalhos de qualificação dos profissionais de transportes
ADAMO BAZANI – CBN
A meta é ousada e aparentemente utópica, mas vale pelo aperfeiçoamento dos profissionais de transportes e pela busca da diminuição no número de acidentes no trânsito das cidades e estradas.
A Volvo no Brasil, a exemplo do que foi lançado na Europa, quer no futuro “zerar” os acidentes envolvendo veículos da marca. Não há uma data para a meta ser alcançada, valendo mesmo a essência da campanha.
Para isso, criou o PVST -Programa Volvo de Segurança no Trânsito que consiste numa série de ações envolvendo os trabalhadores da fábrica, das concessionárias e autorizadas e profissionais do transporte.
No Brasil, o foco é aumentar a segurança nos transportes de cargas e coletivo de passageiros, áreas de atuação da fabricante.
“É uma meta bastante ousada e desafiadora, que traduz e reforça o compromisso da marca com a segurança no transporte comercial. No Brasil, com o Programa Volvo de Segurança no Trânsito, fomos pioneiros em reunir a sociedade para desenvolver ações que contribuam com o aumento da segurança, e este objetivo se mantém com uma visão ainda mais ousada”, afirma em nota a gerente de comunicação corporativa do Grupo Volvo América Latina, Solange Fusco.
A Volvo pretende envolver também agentes públicos em diversas esferas do governo.
A técnica responsável pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito, Anaelse Oliveira, destacou na mesma nota que a qualificação dos profissionais, desde a fabricação até a operação dos caminhões e ônibus é tão importante quanto a qualidade dos veículos.
“Mesmo com os veículos considerados os mais seguros do mercado, sabemos que eles, isoladamente, não podem evitar todos os acidentes. Queremos somar esforços. Para atingir este ideal de futuro é importante contar com o envolvimento das empresas e entidades do setor de transportes, que serão diretamente beneficiadas pelo aumento da segurança e redução de prejuízos humanos e financeiros decorrentes dos acidentes”
Para atingir ou se aproximar da meta, que deve ter resultados gradativos, a Volvo diz que vai investir em eventos nacionais e regionais, como concursos, palestras e ações de conscientização, tudo voltado para a segurança envolvendo os transportes comerciais: ônibus e caminhões.
Entre as ações que devem ganhar reforço está o Prêmio Volvo de Segurança no Trânsito que reconhece e valoriza práticas que possam reduzir os acidentes nas cidades e estradas.
O programa de segurança também vai enfatizar estudos e levantamentos estatísticos que possam mapear as principais causas e como evitar as ocorrências no trânsito. Um exemplo é o recém lançado Atlas de Acidentalidade. Ver matéria em: http://blogpontodeonibus.wordpress.com/2014/05/14/acidentes-com-onibus-falta-de-atencao-e-a-maior-causa/
O programa TransFormar também faz parte das ações. Por ele, a Volvo quer capacitar os motoristas de ônibus e caminhões, através de instrutores de empresas, não somente à condução segura, mas transformá-los em “gerenciadores de risco”.

zero acidentes

Logotipo oficial do PVST -Programa Volvo de Segurança no Trânsito que pretende zerar os acidentes com os veículos da marca. Divulgação

Ainda na nota, a Volvo explica como contribuir com o Programa de Segurança no Trânsito e também diz que a iniciativa vem ao encontro da meta da ONU de reduzir em até 50% o total de mortes em acidentes de trânsito em todo o mundo.
“A promoção do Zero Acidentes é ainda uma contribuição da Volvo/PVST para a Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e coordenada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que tem o objetivo de reduzir em 50% a taxa mundial de fatalidades no trânsito até 2020. Informações relacionadas à visão Zero Acidentes e dicas sobre como cada um pode contribuir para atingir esta meta pode ser acessado no portal e no Facebook do PVST pelos endereços www.volvo.com.br/pvst e www.facebook.com/pvstbr”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: