Paralisação de ônibus no Distrito Federal afeta 700 mil

greve ônibus DF

Paralisação de ônibus atinge 700 mil no DF. Reprodução TV Globo.

Paralisação de ônibus prejudica 700 mil no Distrito Federal
Categoria pede cumprimento de acordo de reajuste salarial de 20%
ADAMO BAZANI – CBN
Uma paralisação de motoristas e cobradores de ônibus das empresas Marechal, Pioneira, São José, Cootarde e da Riacho Grande afeta nesta manhã ao menos 700 mil passageiros de diversas regiões do Distrito Federal. São 1,6 mil ônibus que não saíram para as ruas.
Entre as áreas atingidas estão Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria, São Sebastião e Paranoá.
O Sindicato dos Rodoviários diz que as empresas de ônibus não cumpriram o acordo de reajuste salarial de 20% firmado antes da Copa, o que elevaria os salários iniciais dos motoristas de R$ 1,6 mil, vai pra R$ 1,9 mil. A cesta básica passaria de 140 para R$ 196 e o tíquete alimentação subiria de R$ 347 para R$ 416.
As empresas dizem que o acordo prevê o pagamento dos reajustes após a definição da tarifa técnica, o que não ocorreu, segundo as companhias.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Paralisação de ônibus no Distrito Federal afeta 700 mil

  1. eu acho que não deve ter greve porque tem muita gente que quer ir a um lugar e não pode porque tem greve de ônibus e isso deixa varias pessoas tristes ,mas eu estou com raiva porque quero ir a casa da minha prima porque ela faz aniver…

    VOCÊS DEVIAM SE ENVERGONHAR!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: