Acidentes com ônibus: Falta de atenção é a maior causa

ÔNIBUS NAS ESTRADAS

Maior parte dos acidentes com ônibus ocorre por causa da desatenção do motorista, segundo Polícia Rodoviária Federal. Treinamentos e palestras devem capacitar o profissional, mas levar em conta também o aspecto humano do motorista. Foto: Arquivo Revista Veja – MERAMENTE ILUSTRATIVA!!!

Maior parte dos acidentes envolvendo ônibus é causada pela falta de atenção
Número maior de ocorrências é em pleno dia, mas é no período noturno que são registradas mais mortes
ADAMO BAZANI – CBN
Falta de atenção. Essa é a principal causa de acidentes envolvendo ônibus nas estradas federais.
A Volvo lançou o “Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro” que reúne os dados de acidentes envolvendo ônibus e caminhões em 103 rodovias federais em do País, entre 2008 e 2012.
A publicação, à qual o Blog Ponto de Ônibus/Canal do Ônibus teve acesso, faz parte do Programa Volvo de Segurança no Trânsito – Transportando Respeito.
O objetivo da publicação é orientar instrutores de empresas de ônibus e transportadores de cargas sobre as situações mais perigosas nas estradas, sobre os períodos do dia que registram mais acidentes e os erros mais comuns das companhias e motoristas. Com os dados, é possível aplicar treinamentos mais específicos de acordo com a realidade do dia a dia dos transportes.
Segundo a publicação, que se baseia nos números fornecidos pela Polícia Rodoviária Federal, entre 2008 e 2012, nas 103 estradas federais foram registrados 52 mil 287 acidentes com ônibus que resultaram em 3 mil 719 mortos.
Só no ano de 2012, foram 10 mil 630 acidentes com ônibus nas estradas, com 764 mortos.
Falta de atenção e a não manutenção da distância segura em relação ao veículo da frente estão entre as principais causas dos acidentes com os ônibus, conforme dados de 2012:
Motorista Dormindo ao Volante: 128 acidentes.
Ultrapassagem Indevida: 257 acidentes.
Velocidade Incompatível com a Via e Sinalização: 357 acidentes.
Álcool e Direção: 260 acidentes.
Desrespeito à Sinalização: 476 acidentes.
Defeito na Via: 73 acidentes.
Falta de Atenção do Motorista: 4 MIL 092 acidentes.
Defeito Mecânico no Ônibus: 420 acidentes.
Presença de Animais na Pista: 253 acidentes.
Não manutenção da Distância Segura em relação aos veículos da frente: 1 mil 352
Outras causas: 2 MIL 962 acidentes.
DIAS E HORÁRIOS.
Ainda de acordo com o levantamento, a sexta-feira é o dia da semana que mais concentrou acidentes com ônibus: 17%. O segundo dia mais perigoso é a segunda-feira, 16%.
A faixa de horário que registra mais acidentes é em Pleno Dia. Das 10 mil 630 ocorrências de 2012 envolvendo ônibus, 6 mil 399 acidentes ocorreram neste período, com 288 mortos.
Mas o número maior de mortos foi registrado em Plena Noite: 358 pessoas que perderam a vida em 2 mil 957 acidentes com ônibus em 2012, no período noturno.
Os dados mostram ainda a importância de todas as áreas das empresas de ônibus atuarem em conjunto: coordenação de tráfego, instrução de motoristas e manutenção.
Treinamentos não apenas em relação à operação dos veículos, mas palestras e programas com ênfase à qualidade de vida do motorista também são considerados hoje fundamentais para evitar acidentes.
Condutores estressados, com dores e até com problemas familiares não acompanhados adequadamente acabam mais sujeitos a cometerem erros.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Acidentes com ônibus: Falta de atenção é a maior causa

  1. Sr.Adamo Bazani, os dados das somatórias dos acidentes de 2012 NÃO ESTÃO FECHANDO !
    A reportagem afirma que em 2012 houveram 10.630 acidentes com ônibus e 764 mortos.

    Acidentes durante o DIA 6.399 acidentes com 288 mortos
    Acidentes durante a NOITE 2.957 acidentes com 358 mortos

    ALGO ESTÁ ERRADO NESTA SOMATÓRIA pois 6.399 + 2.957 acidentes NÃO DÁ 10.630 acidentes!
    Idem para as quantidades de mortos que na reportagem referente ao ano 2012 cita 764 mortos porém: 288 + 358 – NÃO DÁ 764 mortos ! Se a diferença fosse bem pequena poderia ser de alguma inversão de dados ou erro de digitação, tipo ao invés de 358 mortos durante a noite: 385 mortos, mas como a DIFERENÇA É BEM MAIOR até chegar a 764 mortos, ALGO ESTÁ ERRADO nessas estatísticas apresentadas pela PRF/ANTT etc…

  2. O texto está correto Marcos, assim como os números apresentados

    O total é de 10 mil 630 acidentes. Usamos os números durante PLENO DIA E PLENA NOITE, pois são os principais itens do levantamento. Há outros itens, como ANOITECER, AMANHECER, ETC, que possuem números menores e não foram colocados na reportagem, já que o texto precisou ser resumido por ética ao estudo, não foi nosso objetivo copiá-lo simplesmente,. É um estudo direcionado às empresas e profissionais, que compartilhamos os principais pontos. O mesmo se aplica com o número de mortos.

    Se tivermos autorização, posteriormente, publicaremos um arquivo com a íntegra.

    Grato

    Adamo Bazani

1 Trackback / Pingback

  1. Volvo quer “zerar” acidentes com veículos da marca no Brasil | Blog Ponto de Ônibus

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: