Termina greve na Riacho Grande, Imigrantes e Triângulo

ônibus

Ônibus da Viação Riacho Grande. Motoristas e cobradores da companhia e das empresas Imigrantes e Triângulo por descontos nos salários pelas gratuidades.

Termina greve de motoristas de ônibus do ABC
Profissionais protestam contra desconto nos salários por gratuidades
ADAMO BAZANI – CBN
Os motoristas e cobradores de ônibus das empresas Viação Riacho Grande, Viação Triângulo e Viação Imigrantes decidiram voltar ao trabalho agora há pouco ao trabalho depois de reunião com a diretoria das companhias que fazem parte do mesmo grupo.
Os profissionais reclamam que as empresas estariam descontando dos salários indevidamente as passagens referentes às gratuidades a idosos e portadores de deficiência.
As empresas, do chamado Grupo dos Empresários de Ônibus Mineiros, negam, mas muitos veículos sequer possuem assentos antes das catracas.
As três empresas ligam o ABC às regiões Sul e Central de São Paulo com 96 ônibus. São cerca de 200 funcionários que cruzaram os braços nesta manhã.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

5 comentários em Termina greve na Riacho Grande, Imigrantes e Triângulo

  1. Diego Fontanna // 9 de Maio de 2014 às 12:25 // Responder

    Para mim essas empresas não deveria nem voltar a funcionar e sim entra outras em operação nas linhas dessas em particular a Mobibrasil, ABC ou a Publix nas linhas comuns e nas seletivas as opção seria Publix ou a Anhanguera Urubupungá que tem excelentes serviços prestados nas linhas que fazem, como a Publix com a Linha 470 Santo Andre Cidade São Jorge – São Paulo Aeroporto Congonhas e a Anhanguera Urubupungá com a Linha 280 Terminal São Bernado – Osasco Centro.
    Exemplos de empresas para Linhas seletivas que tenho o prazer em pagar mais caro, nessas linhas, que até hoje não entendo como a EMTU, permite a Imigrantes com seus carros caindo aos pedaços circulando em linhas seletivas e com tarifas de Ônibus Caras absurdas pelo serviço que presta,. E nas Linhas comuns tarifas abusivas por trecho percorrido cobradas pelas Empresas Viação Riacho Grande e Triângulo, com Ônibus e Micros velhos, sem contar os descompartimento de Horários nas linhas ABC – SP linhas Riacho Grande, 152 São Bernado ( Área Verde) – Sacomã, 152DV1 São Bernado ( Vila Euro) – Sacomã e 153 São Bernado (Terra Nova) – Sacomã e Triângulo, 359 São Bernado ( Paço Municipal) – São Paulo ( Saúde), 050 São Bernado ( Paço Municipal) – São Paulo ( Saúde) e 050EX1 São Bernado ( Paço Municipal) – São Paulo ( Campo Belo). Sendo que em São Paulo tem linhas com percursos muito mais longos com tarifas de R$ 3,00 e com ônibus novos umas até com modelos BRTs e acessíveis de piso baixo.
    EMTU vamos trabalhar fazer o seu papel ao qual foi contratada.
    Eu até Gostaria que alguém da EMTU responde – se a esses questionamentos, porque o Salário e honorários, são pagos por nós Usuários.
    E o Secretario dos Transportes Metropolitanos junto com seu Governado Geraldo Alckmin.
    Lembrando as Eleições estai ai!.

    • O ninho tucano enraizado há quase 20 anos no Estado de SP só está preocupado agora em faturar mais e mais com as obras superfaturadas das estações de metrô e do polêmico e anti estético monotrilho do ABC que não será inaugurado tão cedo e que vai operar justamente na área de atuação das empresas citadas!

  2. Gratuidade de Idosos, Gratuidade de deficientes físicos, valor fixo por assalto a pagar pelo cobrador, pneu furado a pagar pelo motorista, arranhões na carroceria a pagar pelos motoristas. Temas, muitas vezes, Acordados entre sindicatos. E como operadores de tráfego nunca Reclamam nem na Justiça, encontram no anonimato das greves pontuais uma oportunidade de expor abusos trabalhistas praticados por empresários que ainda estão vivendo uma cultura dos anos 60 do século XX.

  3. ELIANE DE LIMA // 9 de Maio de 2014 às 19:09 // Responder

    Eu me recusei a acreditar que as empresas estavam mesmo cobrando dos motoristas pelas gratuidades quando um deles fez os idosos pagarem (ou teriam que descer)…Fiquei chocada e reclamei com a EMTU. Mas era mesmo verdade…claro que o motorista tinha que ficar estressado e tratar mal as pessoas que questionaram, afinal, é uma “história” tão absurda, que era difícil de acreditar. Minha solidariedade a estes heróis que trabalham/sofrem nessas empresas do ABC, junto com a gente, o usuário.

  4. Essa lei de gratuidade para idosos entre 60 à 65 anos feita pelo governador Alckmin é inconstitucional! A grande verdade é que tem muito idoso com menos de 65 anos que quer embarcar e que NÃO apresenta documento de identidade (que é exigido em várias cidades pequenas e médias onde não existem estes cartões magnéticos que inclusive podem estar sujeitos à fraudes!) Cansei de ver em cidades como Sorocaba e Joinville pessoas que NÃO tinha a idade e nem mesmo aparência de terem mais de 60 ou 65 e usarem um cartão desses ! É aquela velha história do avô ou da avó EMPRESTAR o cartão de ônibus para o filho e até o netinho querido! Já viajei em ônibus do ABC onde vi isso ocorrer também e como tem motoristas mais tranquilões que deixam passar batido (e agora tem ônibus com câmeras de segurança), essas empresas (sejam no ABC ou fora dele) se aproveitam para DESCONTAR DOS SALÁRIOS as irregularidades! Tal prática ocorre até hoje em TODOS os setores de atividades viu gente? Inclusive num grande hipermercado conhecido nacionalmente ! Só não vê quem não quer ou tem medo de denunciar essa canalhada praticada também pelo sistema industrial!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: