Justiça ANULA falência da Busscar

Busscar

Ônibus da Busscar. Empresa consegue reverter falência na Justiça. Foto: Adamo Bazani

Justiça anula falência da Busscar
Leilão de sexta é incerto
Larissa Guerra – A NOTÍCIA
Um ano e dois meses após ter sua falência decretada, o Grupo Busscar conseguiu uma reviravolta no Tribunal de Justiça de Santa Catarina na tarde desta terça-feira e anulou a assembleia de credores que culminou com a demissão de 400 trabalhadores, dívidas de mais de R$ 1,6 bilhão e o fechamento da fabricante de carrocerias de ônibus.
Conforme o TJ, uma nova assembleia de credores será realizada. O administrador judicial Rainoldo Uessler ficará responsável pela gestão da companhia até que ocorra a nova votação. Nesta quarta, Rainoldo e o juiz responsável pelo caso, Marco Antônio Ghisi Machado, devem se encontrar para definir um cronograma e quais serão os próximos passos a serem tomados em relação ao processo.
– Por enquanto, tudo continua como está. Somente após uma nova assembleia é que saberemos se a empresa voltará a produzir ou se terá, novamente, sua falência decretada. Tudo vai depender da decisão dos credores – argumenta Rainoldo.
O advogado do Grupo Busscar, Euclides Ribeiro S. Júnior, disse que só poderá falar com a reportagem do “A Notícia” sobre o assunto na próxima semana. Apesar de terem revertido a decisão no TJ, os diretores e sócios-proprietários do grupo, Claudio e Fábio Nielson, estão afastados de seus cargos e não poderão voltar à administração até, pelo menos, a realização da assembleia.

Mais demora

Para o presidente do Sindicato dos Mecânicos, Evangelista dos Santos, a decisão do TJ precisa ser analisada com cautela. Ele diz estar preocupado com o futuro dos trabalhadores da empresa, que continuam à espera de salários e benefícios atrasados.
– Não sou favorável nem contra a decisão dos juízes, mas me pergunto como fica a situação dos funcionários. O processo de falência estava até correndo rapidamente, podíamos ter uma esperança de que logo os trabalhadores recebessem o que é deles por direito. Agora, com a mudança, minha preocupação é que o processo se arraste e não tenhamos nenhuma ideia de quando a dívida será paga – diz Evangelista.
O sindicalista deve se reunir nesta quarta com advogados da entidade para discutir o assunto e avaliar a possibilidade de recurso em Brasília.

Leilão previsto para sexta-feira é incerto

Enquanto o pleno do Tribunal de Justiça decidia anular a falência da Busscar, a leiloeira Tatiane S. Duarte e o juiz Marco Antônio Ghisi Machado se reuniam para acertar os detalhes do leilão de máquinas e equipamentos previsto para sexta-feira. A previsão era de que nesta quarta haveria uma nova reunião para definir o cronograma da venda de outros ativos da empresa, como o da Tecnofibras, que estava marcado para 19 de dezembro, e o do próprio parque fabril da fabricante de carrocerias de ônibus, que seria realizado ainda no primeiro semestre de 2014.

Com a decisão na esfera estadual, os leilões também estão suspensos, mas Tatiane permanece como leiloeira do grupo, caso uma nova falência seja decretada.
Larissa Guera é repórter do Jornal “A Notícia”

17 comentários em Justiça ANULA falência da Busscar

  1. Amigos, bom dia.

    BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Como diz o ditado:

    “FAÇA BEM FEITO DA PRIMEIRA VEZ”

    Por isso que os Nielson´s (popularmente chamados de Nilsons) eram bons, pois eram bem feitos.

    Mas isto é passado.

    Sindicato, nem precisa se preocupar, pois isso ainda vai se arrastar por muuuuuuuuito tempo, só os herdeiros dos credores é que irão receber, se receber; infelizmente é a realidade nua e crua.

    Att.

    Paulo Gil

  2. O cara da fea di ano do dk e do summa que ta no ipea da Venezuela.

    Caque de Souza Neiva

  3. Rolland T. Flackphayser // 27 de novembro de 2013 às 17:43 // Responder

    A lógica seria a de quê, para conseguir os valores em atraso, a empresa deveria continuar produzindo para gerar lucro suficiente para liquidar a dívida. O leilão da massa falida da empresa é inferior ao que pedem os ex-funcionãrios e os Nielson´s não têm como pagar o restante. Como já havia dito aqui antes, bem que estes funcionários poderiam assumir a empresa no esquema de cooperativa. Essa vontade toda de acabar com a empresa cheira um pouco a sabotagem.

  4. Julio Alberto Simões Filho // 27 de novembro de 2013 às 19:05 // Responder

    será que a Busscar voltará a produzir:??? Será que a falência da Busscar é válida?? Não percam o próximo capítulo de: BUSSCAR, A INCERTEZA.

  5. Busscar e transp. púb. de Mauá são 2 novelas deste blog! É interessante ver os capítulos destas novelas real, em novela da tv, tudo acaba feliz, mas na vida real …
    Pego os ônibus da metra no corredor ABD, geralmente quando ônibus quebram são da busscar, fiquei impressionado e procuro evitar entrar neles! Será que eles quebram por que a qualidade é ruim, ou porque a empresa faliu, e as peças de manutenção, não são boas?

    • Paulo Revoltado Talhadeira // 28 de novembro de 2013 às 14:41 // Responder

      Mas nesse caso o problema não é porque o ônibus é Busscar, e sim a mecânica podre deles que as empresas não fazem manutenção.. Portanto preste atenção no que escreve, pra não se perder no assunto.

      • Eu só fiz uma constatação! Se na metra que é a melhor empresa que opera na EMTU, isto acontece é porque algo tem! Acredito que a metra tenha uma excelente manutenção dos seus ônibus/trolebus!

  6. Olá. Gostaria de fazer uma sugestão ao Adamo Bazani, dono desse blog que admiro muito e acompanho sempre. Já que vc está acompanhando passo a passo, a falência da Busscar, gostaria que você fizesse uma matéria sobre como se deu a falência da Thamco e o destino de seu ex- proprietário, Antônio Thamer Butros, pois já tentei pesquisar várias vezes sobre isso e não achei nada confiável. Se puder atender o meu pedido, ficaria agradecido, mas se não puder, obrigado pela atenção.

    Agardeço antecipadamente,

    Nigga.

  7. infelizmente só esperamos uma resposta que sempre é a mesma :,justiça anula : a busscar continua na mesma ,sempre eles nos enrola não tem mais jeito to cansado diso como dizem vai demorar muuuuuuuiiiiito.

  8. A BUSSCAR MERECE CONTINUAR TEM OS MELHORES ÔNIBUS, ESTÃO TENTADO VIVER E E DIREITO PERMITI.

  9. roberto amigos tenho plena convicção de que nunca mais receberei o que e meu por direito pois isto e a merda da nossa justiça que não funciona, so que o que e desse alemão desgraçado ta guardado tem que matar ele e a familia de velhaco dele e ainda por fogo nesta empresa de merda sindicato familia nielson e justiça e igual a merda raça de desgraçados,o juiz filho da puta que julgou o caso e reverteu a falencia lkevou um bom dinheiro dos nielson,,,,,,,,,,,,,,,,,,,vergonha…………….desrespeito,,,,,,,,,,,,,,,,humilhação…………………falta de carater,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  10. Vamos invadir o terreno da falida Buscar, colocar os barracões abaixo, passar um trator de esteiras, nivelar o terreno e lotear toda a área da Busscar demarcando com cercas. É o que deveria ser feito. A justiça não faz o seu papel, fica adiando o que é obvio. FALIU meo fio. VENDE, não protele, não inventa, sejam praticos. ISTO É UMA VERGONHA.

  11. volta busscar tem conforto e qualidade

  12. estou indignado com essas autoridades de Joinville como devolvem uma massa falida pra esses filha sei la do q. trabalhei onze anos nesta empresa faz 4 anos q.sai ate hoje sem receber nada tenho divida desde então porque não pençam em nos q.trabalhamos de dia pra comer a noite esse eo ditado de nos coitados q. não podemos fazer nada tenho 5 salários atrasado ai ate hoje nem isso não recebi podiam ter um pouco de dignidade e pençar em nos autoridades e uma vergonha…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: