Transporte valoriza a cidade, diz estudo

ônibus

Ônibus biarticulados. Estudo mostra relação direta entre oferta de transportes e valorização imobiliária. Foto: Adamo Bazani

Transporte valoriza a cidade.
Estudo mostra que áreas onde há serviços de transportes têm metro quadrado mais caro
ADAMO BAZANI – CBN
Quando os especialistas defendem a contribuição por melhoria de empreendimentos particulares quando há a implantação de uma rede de metrô ou corredor de ônibus, a ideia dever ser levada em consideração.
A contribuição de melhoria consiste na iniciativa privada reverter para a manutenção dos próprios sistemas de transportes ou revitalização dos locais uma pequena parcela do lucro que teve com a venda de imóveis pela valorização proporcionada pelos investimentos em mobilidade.
Um estudo realizado pela Escola Politécnica (Poli) e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), da USP- Universidade de São Paulo , teve como base a pesquisa de origem e destino do metrô de São Paulo.
Cruzando com outros dados de geoprocessamento chegou a conclusão de que quanto mais viagens realidades num local, maior é a acessibilidade a ele, o que interfere no valor venal dos imóveis.
Há uma relação clara entre oferta de transportes e valorização imobiliária, com algumas exceções, como obras que desconfiguram negativamente os locais.
Foram usadas também imagens de satélite, programas de cálculo e tabelas imobiliárias.
Todos os dados então foram cruzados com a planta genérica da cidade de São Paulo.
As áreas com maior oferta de transportes, com metrô, várias linhas de ônibus, ou os dois modais combinados são:
Sé, República, Luz e Ponte Pequena (que ficam no distrito do Bom Retiro), Canindé (no Pari), João Teodoro e Oriente (no Brás), Liberdade, Consolação, Santa Cecília, Vila Clementino (na Vila Mariana), regiões no entorno do Parque do Ibirapuera e Jardim Luzitâni (em Moema), região da avenida Berrini (no Itaim Bibi), Pinheiros, regiões de Santa Maria e Francisco Matarazzo (na Barra Funda), Água Branca, Lapa, Carandiru, Santana, Tietê, região do Parque Anhembi (em Santana), e Coroa, na Vila Guilherme.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Transporte valoriza a cidade, diz estudo

  1. Oi Bazani, você tem a pesquisa para compartilhar? Me interessa muito.
    Abraço, Clarisse

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: