Santo André apresenta ônibus novos e Grana quer licitação na EMTU

ônibus

Santo André vai receber neste mês 75 ônibus novos, acessíveis e menos poluentes, da Viação Guaianazes. Com os veículos, idade média da frota cai para 4 anos e acessibilidade sobe para 50% do total dos ônibus em operação. Foto: Adamo Bazani.

Com novos ônibus, Santo André vai ampliar oferta de lugares no sistema
Micro-ônibus vão ser substituídos por micrões. Prefeito Carlos Grana diz que a ausência de licitação de intermunicipais atrapalha cidade
ADAMO BAZANI – CBN
A prefeitura de Santo André, no ABC Paulista, e a Viação Guaianazes, do empresário Ronan Maria Pinto, apresentaram na manhã deste sábado no Paço Municipal 47 ônibus novos para o sistema da cidade. Destes ônibus, 22 são do tipo convencional e 25 micrões (maiores que os micro-ônibus e menores que os ônibus comuns).
Os veículos fazem parte da frota de 75 ônibus novos que a cidade deve ter ainda neste semestre. Restam ainda 28 ônibus convencionais que vão chegar aos poucos também na Viação Guaianazes.
Atualmente a cidade de Santo André possui 404 ônibus, sendo 201 convencionais.
Os micrões devem substituir uma parte dos micro-ônibus que estão em operação.
“Com a substituição de micros por micrões, podemos por viagens/dia atender cerca de 300 pessoas a mais sem ocupar espaço urbano muito maior” – explicou o diretor da SATrans – Santo André Transportes, gerenciadora dos serviços, Leandro Petrin.
Segundo ele, com a colocação destes novos ônibus, a idade média da frota de Santo André cai para 4 anos.
A renovação corresponde a 20% da frota da cidade.
“Agora, cerca de 50% dos ônibus de Santo André são acessíveis (com elevadores para cadeira de rodas). Nossa meta é elevar este número para cerca de 80%, 90% em três anos. Além disso, os ônibus são menos poluentes, seguindo padrões internacionais que podem reduzir em até 80% a emissão de materiais particulados e possuem bancos mais confortáveis e corredores mais largos” – complementou Petrin.
Já está em negociação a renovação da frota das outras empresas de ônibus. Além de ônibus convencionais e micrões para a ETURSA – Empresa de Transportes Urbanos Rodoviários de Santo André, EUSA – Empresa Urbana Santo André, TCPN – Transportes Coletivos Parque das Nações e Viação Vaz, devem ser colocados novos ônibus articulados no sistema tronco-alimentador de Vila Luzita, operado pela Expresso Guarará.
O secretário de obras e serviços públicos de Santo André, Paulinho Serra, disse que a renovação é um dos passos para a modernização dos transportes a cidade.
“Já investimentos R$ 8 milhões para o Bilhete Único na cidade. Agora os investimentos para esta frota foram de R$ 25 milhões. Temos o projeto de 13 corredores para ônibus na cidade e virão outras ações que vão mudar estruturalmente a mobilidade em Santo André”, disse Paulinho Serra.

ônibus

Prefeito de Santo André, Carlos Grana, ao volante de um dos ônibus novos. Ele criticou o fato de a EMTU ainda não ter realizado a licitação da área 5. Os ônibus intermunicipais velhos que quebram na cidade atrapalham o trânsito. Foto: Adamo Bazani

A empresa que vai realizar a pesquisa de origem e destino em Santo André ainda não foi contratada, o que deve ocorrer em breve. Com os dados, será possível reorganizar as linhas, com a criação de mais serviços bairro a bairro e diminuir o fluxo de ônibus o centro de Santo André. As mudanças devem ocorrer no segundo semestre do ano que vem. Antes disso, as metas da SATrans são disponibilizar os dados dos GPS dos ônibus, como horários e localização dos veículos para o passageiro pela internet e dispositivos móveis, como celulares, e modernizar os pontos, com informações sobre as linhas que atendem os locais, inclusive nas paradas de bairro. Nos Terminas Oeste e Leste devem ser instalados painéis eletrônicos que vão informar a previsão de chegada dos ônibus.
Pequenas alterações, como diminuição de valetas, proibição de estacionamentos muito próximos dos pontos de ônibus, melhorias em esquinas e faixas que funcionam somente em horários de pico, como São Paulo tem realizado, são outras ações previstas.
O prefeito de Santo André, Carlos Grana, disse que a cidade tem feito a parte dela para melhorar a mobilidade, mas criticou o sistema de ônibus intermunicipais. Ele cobra da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos a realização da licitação da área 5, único lote operacional metropolitano do estado que não foi licitado e opera com permissões precárias, poucas exigências para as empresas e que, com isso, contraria a Constituição de 1988, que obriga que todos os serviços públicos realizados por empresas particulares sejam licitados e regidos por contratos de concessão.

ônibus

Empresário Ronan Maria Pinto, à esquerda, cumprimenta prefeito Carlos Grana e integrantes do poder municipal. Investimentos foram de R$ 25 milhões na frota da Viação Guaianazes. Foto: Adamo Bazani

“É uma situação insustentável o que nós estamos vivendo em relação aos ônibus intermunicipais. Santo André tem 404 ônibus. Por aqui passa o triplo de ônibus intermunicipais. Sem exigências às empresas, são ônibus velhos, em péssimo estado e que quebram constantemente atrapalhando o trânsito e dificultando a vida do passageiro e dos motoristas. Vamos cobrar uma posição da secretaria de transportes metropolitanos” – disse Carlos Grana.
Grana tem a expectativa de o ABC receber nas próximas semanas uma resposta do Governo Federal de liberação de recursos para obras de mobilidade, como ocorreu com a cidade de São Paulo na semana passada.

ônibus

Santo André recebe 25 ônibus micrões, que vão substituir alguns micros, o que deve aumentar a capacidade de transportes na cidade, atendendo 300 pessoas a mais por viagens/dia. Foto: Adamo Bazani.

“Foram obras discutidas no Consórcio Intermunicipal do ABC. Foram eleitos seis grandes eixos, dos quais três foram considerados prioritários” – disse Grana.
Estes três eixos são
– Corredor Norte – Sul, entre São Caetano do Sul até Ribeirão Pires, passando por vias como Avenida Goiás, Avenida Dom Pedro II, Perimetral, Avenida Santos Dumont, Capitão João até a Humberto de Campo.
– Santo André Norte, que é a região da Oratório, no limite com Sapopemba
– Corredor Marginal do Rio Taioca e Avenida Lauro Gomes
O prefeito também anunciou que na madrugada deste sábado começaram a ser colocadas as vigas para revitalizar a rotatória da Avenida Antônio Cardoso com a Avenida dos Estados, cuja ponte cedeu em fevereiro deste ano. A ponte passa sobe o Rio Tamanduateí.
As obras devem ficar prontas em 180 dias.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Santo André apresenta ônibus novos e Grana quer licitação na EMTU

  1. MARCOS NASCIMENTO // 5 de agosto de 2013 às 20:07 // Responder

    Sempre que ouço falar de algum assunto ligado a cidade de Santo André no ABC Paulista me lembro de uma coisa: o assassinato de Celso Daniel em 2002 um ano antes do PT chegar à Presidência e ele seria o braço direito de Lula no Governo Federal e com a morte dele passou a ser o José Dirceu! Até hoje essa história do assassinato assim como do Toninho do PT ex prefeito de Campinas não está bem explicada! É sempre bom ouvir boas notícias de Santo André. Com a entrada destes 75 ônibus renovando quase 20% da frota de 404 ônibus já é um bom início. Santo André precisa ser a cidade A da região do ABCD como diz o nome André que começa com a primeira letra do alfabeto. Chega de transporte má qualidade com ônibus lotados quase o dia inteiro! Santo André precisa ser exemplo e ser copiada por N cidades País afora!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: