Faixas na Marginal do Rio Pinheiros serão implantadas em três etapas

ônibus

Ônibus em São Paulo. Primeiro trecho das faixas exclusivas de ônibus na Marginal do Rio Pinheiros funciona nesta segunda-feira. No total, a Marginal terá 21 quilômetros de faixas que serão implantadas em três etapas. Foto: Adamo Bazani.

Faixas de ônibus na Marginal do Rio Pinheiros serão implantados em três etapas
Na primeira fase, trechos contemplam 393 mil passageiros por dia
ADAMO BAZANI – CBN
A Marginal do Rio Pinheiros vai contar até o dia 15 de julho com 21 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus nos horários de pico, sendo 11,6 quilômetros no sentido Centro (Castelo Branco) e 9,4 quilômetros na direção bairro (Ayrton Senna).
Nesta segunda-feira, dia 1º de julho, entram em operação as faixas nos seguintes trechos:
No sentido Interlagos a exclusividade para o transporte público será à direita da pista local entre a Rua Professor Leme de Azevedo e Avenida Interlagos, com extensão de 3,6 quilômetros.
Já no sentido da Rodovia Castelo Branco, a faixa terá 4,2 quilômetros de extensão, entre a Avenida Interlagos e Avenida Mário Lopes Leão.
Os dois sentidos terão simultaneamente nestes trechos proibição para carros de passeio, motos, caminhões e táxis sem passageiros das 06 da manhã às 09 da manhã e das 05 da tarde às 8 horas da noite.
No total, por dia, passam nos dois sentidos 38 linhas de ônibus que atendem a 393 mil passageiros. Deste total, 24 linhas seguem no sentido Castelo Branco, com 247 mil passageiros. A frequência é de 98 ônibus hora/pico. Já no sentido Ayrton Senna, passam 14 linhas de ônibus que servem 146 mil passageiros com 60 ônibus hora/pico.
OUTROS TRECHOS:
O trecho 02 deve ser implantado no dia 08 de julho e vai compreender as avenidas Alcides Sangirardi, Marginal do Rio Pinheiros e Major Sylvio de Magalhães Padilha (pista local da Marginal), sentido Interlagos, da Ponte Ary Torres até o acesso à Av. João Dias, com 5,8 km de extensão aproximada.
O trecho 03 vai ser implantado no dia 15 de julho na Av. das Nações Unidas, sentido Castelo Branco, entre a Av. Mário Lopes Leão e a Ponte Ary Torres, com aproximadamente 7,4 km de extensão.
As datas para os trechos 02 e 03 podem ser alteradas dependendo da dificuldade e tempo de colocação de nova sinalização.
Quem invadir a faixa da direita dos ônibus está sujeito a multa de R$ 53,20 e perda de três pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
Na primeira semana de implantação do trecho 01 não haverá multas, apensa trabalho de orientação.
Os especialistas garantem que a colocação de faixas de ônibus é importante para a melhorar a fluidez do transporte coletivo, mas que não oferece a prioridade necessária para os transportes públicos, sendo os corredores exclusivos considerados soluções mais apropriadas. Em corredores, o número de invasões por outros veículos é bem menor, é possível criar ponto de ultrapassagem para evitar filas em paradas, contar com estações que permitem embarque no mesmo nível do assoalho dos ônibus e que abrigam melhor os passageiros enquanto esperam a condução e ainda, nos corredores, há a possibilidade do uso de veículos maiores e mais confortáveis como articulados, superarticulados e biarticulados.
No entanto, como não é possível construir corredores em diversos trechos da cidade, muito menos metrô, monotrilho e VLT, as faixas são vistas como algo positivo para aumentar a velocidade dos ônibus.
O problema é quando o poder público usa o pretexto de colocar as faixas onde é sim possível implantar corredores, só para poupar custos e não interferir no transporte individual, que ainda dita as normas nas políticas de mobilidade.
O prefeito Fernando Haddad, ao anunciar o cancelamento da licitação do sistema de empresas e cooperativas da Capital, também prometeu 220 quilômetros de faixas exclusivas para este ano. Antes, a promessa era de 150 quilômetros até 2014.
No entanto, em relação aos corredores de ônibus, os avanços não são os mesmos. A prefeitura deve assinar os contratos para a construção dos 66 quilômetros prometidos na gestão de Gilberto Kassab. Até 2014, contando com estes espaços, a promessa é de 150 quilômetros de corredores.
Acompanhe as linhas de ônibus que vão operar na primeira etapa das faixas de ônibus da Marginal Pinheiros.
Linhas sentido Interlagos
5129-10 JD. MIRIAM – TERM. GUARAPIRANGA
5317-10 SESC/ORION – PRACA DO CORREIO
546L-10 JD. LUSO – TERMINAL SANTO AMARO
6062-51 JD. CASTRO ALVES – TERMINAL SANTO AMARO
6074-10 JD. GAIVOTAS – ESTACAO JURUBATUBA
607A-10 JD. APURA – SOCORRO
607A-21 JD. APURA – ESTAÇÃO JURUBATUBA
6091-10 VARGEM GRANDE – TERM. SANTO AMARO
637J-10 V. SAO JOSE – PINHEIROS
675P-10 SHOPPING SP MARKET – METRO CONCEICAO
695H-10 JD. HERPLIN – METRO PCA. DA ARVORE
695Y-10 TERM. PARELHEIROS – METRO VILA MARIANA
695Y-22 TERM. PARELHEIROS – BORBA GATO
745M-10 CAMPO LIMPO – SHOPPING SP MARKET

Sentido Castelo Branco
5129-10 JD. MIRIAM – TERM. GUARAPIRANGA
5317-10 SESC/ORION – PRACA DO CORREIO
6014-10 TERM. ROD. JD. JACIRA – TERM. STO. AMARO
6026-10 JD. ICARAI – TERM. STO. AMARO
6026-31 JD. ICARAI – TERMINAL SANTO AMARO
6027-10 JD. GRAUNA – TERM. STO. AMARO
6030-10 UNISA-CAMPUS 1 ATÉ V.SÃO JOSÉ – TERM. STO. AMARO
6030-21 UNISA-CAMPUS 1 – TERM. STO. AMARO
6062-51 JD. CASTRO ALVES – TERMINAL SANTO AMARO
6071-10 JD. ORION – TERM. SANTO AMARO
6074-10 JD. GAIVOTAS – ESTACAO JURUBATUBA
6076-41 JD. SATELITE II – TERMINAL SANTO AMARO
607A-10 JD. APURA – SOCORRO
607A-21 JD. APURA – ESTAÇÃO JURUBATUBA
6091-10 VARGEM GRANDE – TERM. SANTO AMARO
6091-21 JD. SILVEIRA – TERMINAL SANTO AMARO
6091-51 COLONIA – TERM. STO. AMARO
637J-10 V. SAO JOSE – PINHEIROS
637R-10 JD.ARACATI – TERMINAL STO AMARO
695H-10 JD. HERPLIN – METRO PCA. DA ARVORE
695Y-10 TERM. PARELHEIROS – METRO VILA MARIANA
6960-10 TERMINAL VARGINHA – TERMINAL SANTO AMARO
6970-10 TERMINAL GRAJAU – TERMINAL SANTO AMARO
745M-10 CAMPO LIMPO – SHOPPING SP MARKET
A implantação das faixas faz parte da ação batizada pela Prefeitura de São Paulo como “Operação Dá Licença para o Ônibus”.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Faixas na Marginal do Rio Pinheiros serão implantadas em três etapas

  1. Amigos, boa noite.

    Os corredores a lá Paulo Gil (faixa, tachão e sinalização) não estão sendo implantados por causa da redução da tarifa não.

    Fiquem tranquilos, e não precisa apavorar.

    PREVISÍVEL, quem é paulistano, não precisa fazer muito esforço não.

    Fechem os olhos por 2 (dois) minutos e imaginem onde e como serão feitos 150 km de corredores normais ou BRT em SAMPA ??????//.

    Eu sei 2 minutos é muito tempo, né; foi só um exercício para vocês perceberem que falar que vamos fazer 150 km de corredores normais ou BRT é facílimo, porém onde e como fazer requer muito TRABALHO, TÉCNICA E HABILIDADE, qualidades estas que estão em falta no mercado.

    Portanto, relaxem que por muitos anos a salvação será esses corredores a lá Paulo Gil

    Não é pessimismo nem mentalidade atrasada não, pois adoro modernidade, mas é sim REALIDADE.

    Agora 21 quilômetros em 3 (três) etapas, É MUITA LERDEZA.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: