Metra e Intermunicipais do Estado de São Paulo reduzem a tarifa em 1º de julho

ônibus

Ônibus da Metra. Tarifas dos ônibus intermunicipais no Estado de São Paulo e do Corredor ABD terão redução em 1º de julho. Foto: Adamo Bazani

Metra e intermunicipais terão redução d tarifa o dia 1º de julho
Passagem do Corredor ABD vai para R$ 3,20
ADAMO BAZANI – CBN
As tarifas de ônibus intermunicipais na Região Metropolitana de São Paulo e da Região Metropolitana da Baixada Santista, cujos serviços são gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – serão reduzidas a partir do dia 1º de julho, anunciou há pouco a Secretaria de Transportes Metropolitanos.
Os valores de cada tarifa dependem da extensão das linhas e do tipo de serviço: se é seletivo ou comum. Mas em média a redução de cada passagem será de 15 centavos.
O Sistema Metra também vai ter redução de tarifa. Os ônibus e trólebus das 13 linhas que servem o Corredor ABD, que liga São Mateus, na zona Leste de São Paulo, ao Jabaquara, na zona Sul da Capital Paulista, passando por Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá e Diadema, passam de R$ 3,40 para R 3,20.
O valor ainda assim é mais alto que a tarifa antes do reajuste em 02 de junho, que era de R$ 3,10.
A Metra alega investimentos em renovação de frota, modernização do corredor e em eletrificação e repotencialização para o sistema de trólebus.
Por mês, o Sistema Metra transporta 5,5 milhões de passageiros.
MAUÁ:
Se antecipando à decisão em conjunto dos prefeitos do ABC Paulista, que previam reduções de passagens no dia 1º de julho, o município de Mauá, na região, reduz as tarifas de ônibus já nesta terça-feira, dia 25 de junho.
Com isso, as passagens da Viação Cidade de Mauá e Leblon Transporte passam de R$ 3,20 para R$ 3,00
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Metra e Intermunicipais do Estado de São Paulo reduzem a tarifa em 1º de julho

  1. Como vai ficar a tarifa do “Airport Service” do Tatuapé a Cumbica? O que já nos leva a outro questionamento… Ele será gratuito na Copa, pelo menos para os portadores de ingresso (um benefício relativo, vide o preço das entradas, mas importante), como aconteceu em BH?…

  2. Quando se fala em Copa, comenta-se muito nos aeroportos, “caos aéreo”, mas nos voos que fizemos para BSB, RJ e BH não tivemos problemas, as companhias tem feito a sua parte, ainda que a TAM meio que esteja ingorando o torneio devido ao rompimento do contrato com a CBF… O que tem nos preocupado demais é o acesso aos aeroportos, esses sim merecedores de fortes investimentos, que gerem o tão falado “legado”…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: