Marcopolo e Infraero firmam parceria para a Copa das Confederações

ônibus

FOTO 1:
Minionibus Volare vão operar Minas Gerais, Salvador e Rio de Janeiro. Foto: Vitor Leite

Marcopolo fornece ônibus para a Infraero na Copa das Confederações

Exigência da Fifa é de mais veículos para atender número maior de pessoas nos aeroportos nos dias de jogos.

ADAMO BAZANI – CBN

A Marcopolo firmou parceria com a Infraero para fornecimento de 23 veículos, entre ônibus grandes da Marcopolo e minionibus Volare.
Estes ônibus serão utilizados nos aeroportos Santos Dumont e Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro; Confins, em Belo Horizonte, e Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, durante o período de realização da Copa das Confederações de Futebol.
A Fifa estima aumento de demanda por causa dos jogos e exigiu aumento na frota nos aeroportos.
Serão oito ônibus Marcopolo – um Paradiso 1800 Double Decker, um Viale BRT e seis unidades do Viale BRS .
A Volare vai operar com 15 veículos dos modelos DW9 Executivo e WL Limousine, utilizados pela Infraero no traslado de pessoas das aeronaves para a área de desembarque nos quatro aeroportos.

ônibus

Marcopolo Viale BRT é um dos modelos usados para atender passageiros dos aeroportos que forem acompanhar os jogos da Copa das Confederações. Foto: Osvaldo Palemo


Em nota, a Marcopolo / Volare informou as características técnicas dos veículos:

Os veículos fornecidos pela Marcopolo e pela Volare são os mais avançados e modernos disponíveis no Brasil. Os Viale BRT e BRS foram desenvolvidos para aplicação nos sistemas de transporte coletivo em grandes centros urbanos. As versões vão desde a convencional, com 13,2 metros de comprimento, até a biarticulada, com 26 metros e capacidade para transportar mais de 200 passageiros, com conforto, segurança e eficiência.

Já o Paradiso 1800 DD, com configuração sofisticada, recebeu decoração exclusiva, alusiva ao evento. Com padrão de conforto e comodidades comparáveis às da primeira classe de voos internacionais para proporcionar uma viagem ainda mais agradável e prazerosa, o veículo tem capacidade para transportar 44 passageiros no piso superior, em poltronas semileito, e nove no piso inferior, em poltronas leito.

Destinados ao segmento de Fretamento e Turismo, o Volare WL Limousine e DW9 Executivo foram projetados para oferecer deslocamento rápido, elevado padrão de conforto, requinte, segurança e grande espaço interno. Os veículos têm capacidade para transportar 31 passageiros.

Maior e mais sofisticado modelo da marca, o Volare WL Limousine foi desenvolvido com as mais inovadoras tecnologias mundiais e tem como diferenciais o espaço interno, o design, a funcionalidade e a versatilidade. Considerado a solução ideal para quem opera com grandes grupos no segmento de fretamento e turismo, o novo modelo acomoda 36 pessoas e possui bagageiro traseiro com 4.000 litros de capacidade que proporciona maior comodidade e praticidade aos usuários.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes, com nota técnica da Marcopolo/Volare

2 comentários em Marcopolo e Infraero firmam parceria para a Copa das Confederações

  1. Amigos, boa noite.

    A Fifa pode entender de futebol, mas de Buzão não.

    Essa preocupação é só visual.

    Já pensou o tempo e o “embasso” que vai ser embarcar e desembarcar o pessoal num DD dentro de um aeroporto, ou em qualquer carro bonitinho desses ai.

    Tem de ter um Buzão simples e prático e sem banco.

    Pá e bola:

    DESCEU DO AVIÃO, SUBIU NO BUZÃO, DESCEU NO BUZÃO, TÁ NA MÃO DÁ UMA BREJA.

    Quem se lembra daquele Buzão que tinha no aeroporto de Congonhas com a porta na frente do Buzão, eu não tenho certeza, mas acho que a carroceria era Metropolitana. Se eu estiver errado me corrijam.

    Tem de ter é um Buzão sem banco e com assoalho reto só isso.

    Não inventem moda.

    Já pensou um DD rodando dentro de um Aeroporto.

    A Marcopolo acertou, vai fazer um tremendo marketing, no mais é chute mesmo.

    Afinal é época de copas, vale chute pra todo lado, principalmente nos Buzões, tem mais artilheiro chutando Buzão que todas as seleções do mundo juntas.

    Mas uma coisa é certa; CAMPEÃO em chute no Buzão éééééééééééééééé…

    ” S A M P A ”

    Qui felididadeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee….

    Att,

    Paulo Gil

  2. O correto é:

    DESCEU DO AVIÃO, SUBIU NO BUZÃO, DESCEU NO SAGUÃO, TÁ NA MÃO, DÁ UMA BREJA.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: