Confira onde vai ter aumento da passagem de ônibus. MP de desoneração é publicada em edição extra do DOU

ônibus

Ônibus em São Paulo. Tarifas na Capital Paulista e na cidade do Rio de Janeiro aumentam neste final de semana. Para garantir os reajustes menores, Governo Federal se apressou em publicar na noite desta sexta-feira, a medida provisória que isenta do PIS-Cofins das tarifas. Foto: Adamo Bazani.

Confira onde vai ter aumento da tarifa de ônibus
Governo Federal se apressou para publicar na noite desta sexta-feira, em edição extra do Diário Oficial, medida provisória que isenta do PIS/Cofins as passagens de transporte público para abranger Rio de Janeiro e São Paulo
ADAMO BAZANI – CBN
Após segurar os aumentos das tarifas de ônibus, as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro promovem os reajustes neste final de semana. O adiamento atendeu pedido do Ministro da Fazenda, Guido Mantega, temeroso em perder ainda mais o controle da inflação.
Como os índices estavam acumulados e, se fossem repassados integralmente, significariam aumentos muito grandes, o Governo Federal então, com o mesmo temor do impacto na inflação, desonerou o PIS/Cofins das atividades de transportes coletivos. Para atender Rio de Janeiro e São Paulo, o Governo publicou a medida provisória às pressas numa edição extra do Diário Oficial da União na noite desta sexta-feira, que deixa claro que a desoneração vigora a partir da data de publicação. Rio de Janeiro e São Paulo já calcularam os novos valores com base nesta medida provisória. ( Confira a publicação: http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?jornal=1000&pagina=1&data=31/05/2013 )
Mas não são somente as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, além da Região Metropolitana de São Paulo, que terão aumentos nas tarifas dos transportes públicos. Confira:
RIO DE JANEIRO:
Os passageiros do Rio de Janeiro devem estar atentos para o aumento na tarifa de ônibus que começa a vigorar neste sábado dia 1º de junho. As passagens vão subir de R$ 2,75 para R$ 2,95. Os ônibus urbanos com ar condicionado passarão a ter a mesma tarifa dos ônibus urbanos convencionais. Os ônibus seletivos com ar condicionado continuam com tarifas maiores.
SÃO PAULO:
Neste sábado, dia 01 de junho, é o último dia para os passageiros de ônibus recarregarem o Bilhete Único da Capital Paulista com o valor de R$ 3,00 por passagem. Em São Paulo, as tarifas dos trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, do Metrô e dos ônibus municipais passam para R$ 3,20 no domingo. Quem recarregar o bilhete antes do aumento vai continuar pagando R$ 3,00 já que o sistema cobra a tarifa referente ao momento da compra e não do uso.
A integração entre os trens e ônibus e metrô e ônibus passa de R$ 4,65 para R$ 5,00.
Já as tarifas dos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos sobem em média 7,5% no domingo. Os valores dependem da quilometragem percorrida pelos ônibus e tipo de serviço.
Os ônibus e trólebus da Metra, que operam pelo Corredor ABD, terão tarifas reajustas em 9,68%, passando neste domingo de R$ 3,10 para R$ 3,40. A compra de créditos do Cartão BOM antecipadamente não garante o pagamento com o valor antigo após o aumento, mas os passageiros podem adquirir até amanhã os bilhetes de papel com tarjas magnéticas por R$ 3,10.
ARARAS:
Em Araras, no Interior Paulista, as passagens de ônibus passam de R$ 2,20 para R$ 2,50 nesta segunda-feira, dia 03 de junho. O aumento é de 13,6%. O último reajuste foi realizado em maio de 2011.
VALINHOS – VINHEDO:
As cidades de Valinhos e Vinhedo, no Interior de São Paulo, aumentarão em 10% a tarifa de ônibus a partir deste domingo, dia 02 de junho. Os bilhetes passam de R$ 3,00 para R$ 3,30, valor superior ao da Capital Paulista, apesar de as cidades terem linhas bem mais curtas e poucas integrações.
O mesmo ocorre com os municípios de Barueri (SP), Campinas (SP), Guarulhos (SP), Mauá (SP), Mogi das Cruzes (SP), Osasco (SP), Santo André (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Caetano do Sul (SP) e São José dos Campos (SP). Em todas estas cidades, o valor é de R$ 3,30 para a passagem comum de ônibus municipal.
FERRAZ DE VASCONCELOS:
Na contramão de outras cidades, Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, diminuiu nesta última quinta-feira, o valor da passagem de ônibus em R$ 0,10, indo de R$ 3,30 para R$ 3,20.
A queda no valor da passagem, que teve como um dos motivos a isenção do PIS/Cofins sobre as tarifas, foi determinada pelo prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Acir Filló.
Ele disse que mesmo com a redução vai continuar com as mesmas exigências à Radial Transportes que fez quando a tarifa foi reajustada, entre elas aumento de 25% na frota, cerca de 15 ônibus novos a mais, reformas de pontos e implantação do Bilhete Único.
MARINGÁ:
Em Maringá, no Paraná, as tarifas de ônibus sobem a partir deste domingo. Mesmo com a redução do PIS/Cofins sobre a receita das empresas de transporte público, a prefeitura justifica o aumento pela elevação dos custos operacionais, como os reajustes no óleo diesel, lubrificantes e pneus, além do aumento de salário de motoristas e cobradores. O maior reajuste será de 6,78%
Quem paga a passagem com cartão de transporte, vai desembolsar R$ 2,65. Já quem paga a dinheiro, vai ter de dispor de R$ 3,15. Os ônibus do tipo “expressinho” terão tarifas de R$ 3,15 para pagamento com o bilhete eletrônico e R$ 3,65 em dinheiro.
ISENÇÃO DO PIS/COFINS SOBRE AS TARIFAS FOI PUBLICADA EM EDIÇÃO EXTRA DO DIÁRIO OFICIAL:
Numa edição extra do Diário Oficial da União – DOU, o Governo Federal publicou a medida provisória 617/2013 que isenta do PIS/Cofins as atividades de prestação de serviços de transporte coletivo de passageiros.
O Governo Federal, com a publicação extra, se apressou em garantir a validade da medida antes dos aumentos no Rio de Janeiro e em São Paulo, que ocorrem neste sábado e domingo, respectivamente.
Com medo de perder ainda mais o controle da inflação, a equipe econômica de Dilma Rousseff, chefiada pelo Ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu às prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo e ao Governo do Estado de São Paulo para adiarem os aumentos que deveriam ocorrer no início do ano.
Como os índices estavam acumulados, os aumentos agora em junho seriam altos, o que impactaria de novo a inflação. Como alternativa para diminuir os percentuais, o Governo Federal decidiu criar a isenção.
Segundo a publicação, “ficam reduzidas a zero as alíquotas da Contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a receita decorrente da prestação de serviços regulares de transporte coletivo municipal rodoviário, metroviário e ferroviário de passageiros.” . O texto ainda ressalta que “o disposto no caput alcança também as receitas decorrentes da prestação dos referidos serviços no território de região metropolitana regularmente constituída”. Esse trecho foi para abranger os trens da CPTM, os trólebus e ônibus da Metra e os ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU em São Paulo, que prestam serviços em região Metropolitana.
O Diário ainda diz que a medida entra em vigor a partir da publicação, atendendo, portanto, as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

1 comentário em Confira onde vai ter aumento da passagem de ônibus. MP de desoneração é publicada em edição extra do DOU

  1. Amigos, bom dia

    Parabénssssssssssssssssssssss!

    Gostaria de saber qual é o plano do Ministério da Fazenda, para repor
    o deficit que haverá com a isenção do PIS/Cofins as passagens de transporte público
    para abranger Rio de Janeiro e São Paulo.

    QUEM CONTA O MILAGRE TEM DE CONTAR QUEM É O SANTO TAMBÉM.

    Lembram da regrinha básica de contabilidade ?

    A todo débito corresponde um crédito

    Então ?

    Debitaram a conta PIS / COFINS do Buzão de Sampa e RJ e a que conta vão creditar ???

    Querem uma sugestão ?

    Que tal na conta do MENSALÃO ?

    Ou do metro de Salvador ?

    Não se intimidem, nessas contas têm verba de sobra para a contrapartida necessária do PIS COFINS Buzão Sampa RJ.

    Mais uma assessoria free em prol do meu país.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: