Haddad garante valor da passagem mesmo sem desoneração

ônibus

Ônibus em São Paulo. Valor de R$ 3,20 será mantido e próximo aumento só em 2014. Área de restrição de rodízio vai aumentar

Haddad diz que passagem ficará em R$ 3,20 mesmo sem desoneração
Previsão de próximo aumento é em janeiro de 2014. Área de rodízio deve ser ampliada
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, garantiu que o valor da passagem de ônibus na Capital Paulista ficará em R$ 3,20 a partir de 2 de junho, mesmo que o Congresso Nacional não aprove a Medida Provisória do Governo Federal que desonerou das tarifas em todo o País a tributação do PIS/COFINS.
No entanto, tudo indica que haverá aprovação da medida do Ministério da Fazenda. O objetivo da equipe econômica com a desoneração é fazer com que as passagens em São Paulo e no Rio de Janeiro subissem menos, causando menor impacto na inflação.
O ministro Guido Mantega pediu no início do ano para que os aumentos não ocorressem, o que foi atendido por Fernando Haddad, Eduardo Paes, prefeito do Rio, e o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, com o metrô, CPTM e ônibus metropolitanos.
Haddad também disse que mesmo com o incremento do Bilhete Único Mensal que deve gerar custos de R$ 400 milhões, neste ano não haverá mais aumento na passagem de ônibus. Esse ano, as empresas de ônibus vão receber subsídios recordes, de US$ 1,25 bilhão. O prefeito garantiu, em entrevista, que apesar de o valor ser alto, todo o processo para a definição do montante foi feito com transparência.
O próximo reajuste deve ocorrer no início de 2014.
MAIS ÁREA DE RODÍZIO:
Enquanto a prefeitura discute os custos do sistema de transportes, também anuncia a intenção e ampliar as vias com restrição no rodízio municipal de veículos.
Seriam mais 240 quilômetros de ruas e avenidas abrangidos pelas regras do rodízio, que impede nos horários de pico a circulação de veículos de acordo com os finais das placas, alternando dois números finais a cada dia.
Mas, de acordo com a prefeitura, isso só ocorreria depois da expansão de corredores de ônibus para estas regiões.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Haddad garante valor da passagem mesmo sem desoneração

  1. marcelo santana // 28 de Maio de 2013 às 00:34 // Responder

    aumenta agora em junho e depois em janeiro, um intervalo de 7 meses.
    se fosse outro partido, já estaria ouvindo o barulho de protestos nas ruas desde agora, como é o PT, ouço apenas o ruido das folhas e do vento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: