Carris volta a operar

ônibus

Ônibus da Carris, em Porto Alegre, começaram a ser liberados depois da chegada da Brigada Militar. Foto: Josmar Leite/RBS-TV

Carris volta a operar
Motoristas e cobradores fizeram protesto contra demissões.
ADAMO BAZANI – CBN
O Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar de Porto Alegre foi chamado e aos poucos os motoristas e cobradores da empresa pública de ônibus Carris começaram a liberar os veículos.
Os profissionais cruzaram os braços na manhã desta sexta-feira contra demissões sem justa causa e a transferência de 10 linhas de ônibus radiais, que ligam bairros ao centro de Porto Alegre, para empresas da iniciativa privada.
O Sindicato também reclama da obrigatoriedade de os motoristas usarem cinto de segurança, apesar de isso ser uma determinação prevista no Código de Trânsito Brasileiro.
Pela manhã, apenas seis dos 356 ônibus da Carris saíram para cumprir três linhas.
Mesmo com a liberação dos veículos, alguns sindicalistas fizeram uma assembléia na porta da garagem, sendo então chamada a polícia.
Os impactos da paralisação foram minimizados com o uso de frota reserva da cidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Carris volta a operar

  1. Reclamar das demissões até vai, mas de não querem usar cinto de segurança?? Tem gente folgada em todo lugar mesmo!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: