Greve de ônibus em Jundiaí: veículos depredados

ônibus

Ônibus apedrejado em Jundiaí.

Greve em Jundiaí: ônibus depredados
De acordo com empresas, categoria não respeitou decisão da Justiça de colocar 50% dos veículos em operação mesmo durante a greve.
ADAMO BAZANI – CBN
O segundo dia de greve de motoristas e cobradores de ônibus em Jundiaí, Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Louveira, é marcado por transtornos aos passageiros e violência.
Ao menos cinco ônibus foram apedrejados.
O trânsito é complicado, já que muita gente que costuma usar transporte público para se deslocar durante a semana foi de carro.
Houve tumulto em alguns pontos de ônibus e terminais de maior movimento.
Hoje a tarde deve haver mais uma rodada de negociações.
De acordo com empresas de ônibus, os trabalhadores por mais um dia não cumpriram determinação do TRT – Tribunal Regional do Trabalho de operação de ao menos 50% da frota.
O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Jundiaí e Região não aceitou nova proposta das empresas de ônibus, apresentada nesta terça-feira, dia 21 de maio.
As companhias de ônibus ofereceram 9,5% de reajuste salarial, 20% de aumento no vale-refeição e 26,3% de aumento na PLR – Participação nos Lucros e Resultados. Antes a proposta de aumento salarial era de 9%. A elevação em apenas 0,5% teria irritado o sindicato.
A entidade sindical pede aumento de 15% nos salários e vale-refeição de R$ 15 por dia.
Hoje o salário de um motorista na região de Jundiaí é de R$ 1.746,53, o vale-refeição é de R$ 10 e a Participação nos Lucros é de R$ 380.
A greve prejudica 200 mil pessoas por dia, das quais 130 mil somente em Jundiaí.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Greve de ônibus em Jundiaí: veículos depredados

  1. Adamo, ontem dia 21/05/2013 vi uma cena constrangedora, em outra situação seria cômica, estava eu no terminal Pq. D. Pedro II, já na 2ª fila a espera do ônibus da Linha 3406-10 (Cohab Jucelino), sendo que os passageiros da 1ª fila já esperavam a quase uma hora, quando como de costume os fiscais da Sptrans exigiram que colocassem um ônibus de outra linha, chegou o dito cujo e quando a população esta entrando deu problema na catraca, todos desceram e entraram pela porta de tras, uma vergonha, e a passagem vai aumentar que absurdo!!!!!!!!!!!, esta prefeitura já começa a perder a confiança da população, temos eleições em 2014, cuidado prefeito.

  2. Dr. Protesto da Silva // 22 de maio de 2013 às 21:50 // Responder

    O Toninho vai colocar paus velhos principalmente nas linhas que depredaram e além disso se numa linha tem 10 carros, vai ter no máximo 3 para atender a população.

  3. Nossa! O negocio ta feio’vc nao sabe se da raiva dos motoristas que fizeram a greve ou da empresa que nao paga o salario digno…mas ai quem paga e a populaçao…
    Veja bem! Motoristas estao fazendo a greve nos prejudicando…
    Veja bem se eles por acaso tbm precisar do bamco pra pagar contas e tiver tudo em greve….eles ta la na frente da jundiaiense fazendo churrasco e eu indo trabalhar de bicicleta por causa das incopetencia de todos …ta na hora das vans tomar frente na cidade como era antigamente nos anos 90…
    Ai vai e aumenta o vale transporte,ta achando que somos ricos pomba!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: