Greve de ônibus acaba em Goiânia

ônibus
Ônibus em Goiânia. Depois de dois dias de “greve-surpresa”, motoristas e cobradores de ônibus voltam ao trabalho. Sindicato atribui a paralisação a dissidentes.

Termina greve de motoristas em Goiânia
Categoria aceitou proposta das empresas de ônibus e sindicato atribui greve à dissidência
ADAMO BAZANI – CBN
Os motoristas e cobradores de ônibus de Goiânia, em Goiás, decidiram em assembleia na tarde desta sexta-feira terminar a greve que teve início ontem, pegando milhares de passageiros de surpresa,
A categoria aceitou a proposta da RMTC – Rede Metropolitana de Transporte Coletivo de 9% como reajuste salarial e aumento de 25% no vale-alimentação.
A operação, no entanto, volta à normalidade aos poucos.
O Sindittransporte – Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de Goiás havia na quarta-feira anunciado que a categoria não pararia, mesmo assim, a greve foi realizada.
A entidade atribui a paralisação a um movimento dissidente do sindicato, o Sindicoletivo.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.