Conheça o Plano de Mobilidade para o ABC

ônibus

Ônibus de São Bernardo do Campo. Corredor Leste/Oeste da cidade pode se tornar intermunicipal. Ligação por ônibus entre Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Caetano do Sul também faz parte das 157 intervenções ao custo de R$ 7,8 bilhões em prol da mobilidade no ABC, que foi entregue à Ministra do Planejamento, Miriam Belchior, pelo Consórcio Intermunicipal do ABC. Foto: Adamo Bazani.

Corredor de ônibus em São Bernardo do Campo pode virar intermunicipal

Plano de Mobilidade entregue à ministra Miriam Belchior é de R$ 7,8 bilhões, mas não há garantia de o Governo Federal liberar toda a verba

ADAMO BAZANI – CBN

O corredor de ônibus Leste-Oeste de São Bernardo do Campo, que vai ligar a Praça dos Bombeiros até a rodovia dos Imigrantes, pode virar intermunicipal.

A obra, que vai contar com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento para o trecho municipal, pode se prolongar para a Capital Paulista por meio de corredores que também são planejados em Diadema e Santo André.

Para o corredor, serão investidos R$ 247 milhões do PAC, sendo que R$ 82 milhões são do Orçamento Geral da União e R$ 165 milhões por financiamentos. O espaço para ônibus terá cerca de 20 quilômetros e vai atender vias em São Bernardo do Campo como Francisco Prestes Maia, José Odorizzi e Samuel Aizemberg. Devem ser beneficiados em especial passageiros das regiões do Alvarenga, Ferrazópolis, Montanhão e Centro.

Outro eixo intermunicipal que deve ter trechos de prioridade ao transporte coletivo é o Sudeste, entre Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Caetano do Sul.

Com exceção do Corredor de ônibus Leste/Oeste do trecho de São Bernardo do Campo, que já tem orçamento aprovado e deve começar a ser construído já neste ano, as demais intervenções fazem parte do Plano de Diretor de Mobilidade Integrada do Grande ABC, entregue pelo Consórcio Intermunicipal à ministra do Orçamento, Miriam Belchior, nesta sexta-feira, dia 26 de abril.

São 157 intervenções ao custo de R$ 7,8 bilhões.

Não significa que o Governo Federal vai bancar todas as propostas. Em junho a presidente Dilma Rousseff deve receber as propostas depois de análises de técnicos do Governo Federal.

Em nota do Consórcio Intermunicipal, a ministra destacou o caráter regional das propostas:

“Eu considero um plano importante, articulado e consistente. Não é fácil ver uma proposta tão bem estruturada. Poucas regiões têm um projeto como este”, elogiou a ministra. Os trabalhos entram agora em fase de análise com reuniões das equipes técnicas do governo federal e do Consórcio, para que seja possível uma apresentação do Plano à presidenta Dilma Rousseff, sinalizada para o mês de junho.

O PLANO CONTÉM 16 EIXOS E VOCÊ PODE CONFERIR NA ÍNTEGRA ATRAVÉS DESTE LINK:

http://www.consorcioabc.sp.gov.br/noticias/2013/04/copy_of_PDMABCNT02InfraestruturaparaaMobilidadeUrbanasintervenesEIXOS2PORFOLHA.pdf

O presidente do Consórcio Intermunicipal do ABC, Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo, disse que também vai discutir a mobilidade da região com o Governo do Estado de São Paulo.

“No plano nós temos a proposta de duplicação da rodovia Indio Tibiriçá e da Caminho do Mar, assim como mais uma alça de acesso ao Rodoanel nas divisas de Ribeirão Pires e Suzano. São ações que temos que discutir com o governo do Estado, assim como o Expresso ABC e a modernização dos trens. Estamos tratando com alguns secretários e vamos organizar também a agenda com o governador”. A próxima assembléia de prefeitos, no dia 6 de maio, contará com a presença do Secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Conheça o Plano de Mobilidade para o ABC

  1. Amigos

    Espero aprovação dos recursos e o bom entrosamento entre as autoridades envolvidas, pois , já passou da hora de haver providências das autoridades da Grande São Paulo em busca da eficiência no deslocamento de seus habitantes.

  2. Filipe Rodrigues // 27 de Abril de 2013 às 18:55 // Responder

    Interessante o grande número de intervenções. Excelente matéria Adamo!

  3. Amigos, boa noite

    O ABC, além de contar desde alguns séculos com a inteligência dos ingleses, já desfruta a muiiiiiiiiiiito
    tempo dos benefícios do transporte sobre trilhos, só não está melhor, porque o comando ficou a moda do “só para inglês ver”.

    O ABC deve ser a região com maior número de fretados por habitante ou pelo menos por trabalhador, afinal as montadoras se preocupam com os seus colaboradores e lhes oferece um transporte de qualidade (mesmo havendo algum custo para o colaborador vale a pena).

    Plano, planos, planos, planos de morder a verba do PAC, não sei pra quê, vai ter jogo da copa no ABC ?
    (desculpem mas não entendo nada de futebol).

    Empresas de fretamento, abram os olhos, esses planos estão sinalizando “óleo na pista de vocês”, fiquem alertas.

    Aqui em Sampa inúmeras empresas de fretado, já derraparam no óleo, bateram e deu PT, ou seja falência.

    Usuários do fretado, fiquem alerta também, senão aquela sonequinha básica, vai pro vinagre, já pensou
    todo mundo apinhado no Buzão….

    Nem pensar né.

    Então, defenda seu fretado para não ficar estressado.

    Outro dia vi num fretado uma frase genial:

    “TÁ ESTRESSADO, VÁ DE FRETADO”

    Rssssssssssssssssssssssssss

    Mas nem isso eles deixam.

    Imaginem se não estivéssemos numa democracia.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: