Bilhete Único não vai ser vantajoso para todos

ônibus

Ônibus em São Paulo. Bilhete Único Mensal é considerado avanço para a mobilidade urbana na Capital Paulista. Mas a modalidade não será vantajosa para todos os passageiros. Foto: Adamo Bazani.

Bilhete Único Mensal não vai ser vantajoso para todos
Passageiro deve no mínimo usar 47 viagens por mês e ainda não está definida a integração com o trem, metrô e ônibus intermunicipal.
ADAMO BAZANI – CBN
Não se pode negar que a adoção do Bilhete Único Mensal, cujas inscrições começam em 15 de abril pelo site da SPTrans, é um avanço nos transportes públicos na Capital Paulista.
Além de ter de ser bom, com corredores que permitem o aumento da velocidade dos ônibus, o transporte coletivo só vai atrair mais pessoas e fazer com que elas deixem o carro em casa se tiver um custo baixo.
Mas apesar do avanço, o Bilhete Único Mensal não deve ser vantajoso para todos.
Levando em consideração o valor de R$ 3,00 da passagem hoje, que deve aumentar em junho, o Bilhete Único Mensal custaria para o trabalhador R$ 140.
Por este valor é possível viajar com quantos ônibus forem necessários no período. Os créditos não são debitados por viagens e sim por dia.
Mas para valer a pena, o passageiro tem de usar no mínimo 47 viagens mensalmente.
Menos que isso, é mais vantajoso o Bilhete Único nos atuais moldes. Hoje quem usa dois ônibus por dia gasta R$ 132 ante os R$ 140 que custaria a modalidade mensal.
Também ainda não foi definido se o Bilhete Único Mensal vai se integrar com o sistema de transportes metropolitanos: trens da CPTM, Metrô e ônibus intermunicipais.
A Prefeitura também estuda outras modalidades de pagamento fixo de Bilhete Único, como as modalidades semanal e quinzenal.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

3 comentários em Bilhete Único não vai ser vantajoso para todos

  1. Rogério Magalhães // 5 de Abril de 2013 às 18:24 // Responder

    A idéia do Bilhete Único Mensal é boa, uma modalidade a mais pra quem usa com muita constância o sistema. Problema que incomoda é a propaganda que se faz, típico pega-trouxa, como se fosse a oitava maravilha do mundo, quando as únicas diferenças de fato são a quantidade de ônibus que se pode usar – porém, na prática, é a mesma coisa em termos de valor (46 viagens são 23 dias, o que bate com número de dias úteis médios de um mês) – e a inclusão dos finais de semana na conta. Não ter a integração com o metrô e trem é um baita limitador. Por isso que deve ser muito bem avaliado caso a caso e a gestão não deveria ficar vendendo a idéia de que acharam o ovo de colombo. É uma modalidade a mais e só.

    A propósito, teve uma outra idéia ventilada outro dia desses pela administração da qual não se falou mais nada, que era uma espécie de Bilhete Único Pós-Pago, ou seja, você usa o cartão normalmente como já é hoje, mas aí, no final do mês (ou da quinzena ou da semana, como preferir), fecha a conta do que usou e faz o pagamento (tinham falado em débito automático em conta). Essa sim seria uma proposta bacana, porque nos tiraria a necessidade de ficar indo a postos da SPTrans pra colocar crédito no bilhete: usa, fecha a conta, debita na conta corrente ou manda boleto (como qualquer conta de telefone ou celular) e pronto. Paga o que usa no mês, sem fila, sem queda de sistema, sem saldo insuficiente no cartão.

    Mas o melhor mesmo era se todos os bilhetes únicos que já existem na Capital e Grande São Paulo fossem todos unificados no BOM, tudo integrado sem precisar de zilhões de cartões. Uma carga só e pronto. Mas aí esbarra na vontade política, então…

  2. Rogério Magalhães, boa noite

    Espere a tal da biometria ser implantada.

    Pode até ser implantada, mas se vai funcionar aí é outra história; sem contar
    a falta de higiene.

    Aguarde e verás, ou melhor veremos; mais uma previsível.

    Na minha opinião a forma mais prática de carregarmos o BU é
    o carregamento igual ao dos celulares.

    Você pode carregar, nos caixas eletrônicos, hipermercados e outros,
    muito simples mesmo.

    Massss….

    Abçs,

    Paulo Gil

  3. Olá! O bilhete único atual vai poder ser usado da mesma forma que hoje em dia , ou seja, pago 3,00 e uso por até 03 horas, ou serei obrigada a migrar para o bilhete único mensal. Muito obrigada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: