Alckmin libera recursos para estradas e transportes escolares

ônibus

Governo do Estado anuncia pacote de R$ 2,46 bilhões para prefeituras paulistas. Boa parte das verbas será usada para conservação de estradas e para compra de ônibus escolares que devem beneficiar 449 cidades.

Alckmin anuncia R$ 2,46 bi para prefeituras de São Paulo
Parte da verba será usada para estradas vicinais e compra de ônibus escolares
ADAMO BAZANI – CBN
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, esteve reunido nesta quinta-feira, dia 14 de março, com chefes de executivos municipais e anunciou a liberação de R$ 2,46 bilhões para as prefeituras paulistas investirem os recursos em dez áreas prioritárias.
O “Encontro do Governo do Estado com os Prefeitos Paulistas” revelou também as ações que devem ser tomadas em conjunto entre poder estadual e municípios até 2016. Se reuniram com Alckmin mais de 600 representantes de cidades de São Paulo.
A área que mais receberá recursos será a de Logística e Transportes. A pasta vai contar com R$ 915 milhões para recuperação de 922 quilômetros de 131 estradas vicinais. As obras devem beneficiar os transportes de passageiros e mercadorias de 73 municípios.
Com o programa Melhor Caminho, da Secretaria de Agricultura, aproximadamente 920 quilômetros de estradas rurais devem ser recuperados por meio de 130 convênios com as prefeituras que totalizam R$ 105 milhões. Além disso, mais R$ 10 milhões serão usados para a instalação de pontes na área rural de 100 municípios. As estruturas terão entre 6,8,10 e 12 metros.
ÔNIBUS ESCOLARES:
A área da Educação também será contemplada pelos recursos anunciados por Alckmin nesta quinta-feira no encontro com os prefeitos. Serão R$ 371 milhões para expansão da alimentação de estudantes e transporte escolar. Só na área de transporte, serão usados R$ 93 milhões para a compra de ônibus e micro-ônibus que devem prestar serviços, a partir do segundo semestre, em 449 cidades.
Em nota, a assessoria de imprensa do Governo do Estado de São Paulo revela os valores destinados a cada área, no pacote de R$ 2,46 bilhões.
– Logística e Transportes: R$ 915 milhões

– Desenvolvimento Social: R$ 456,5 milhões

– Educação: R$ 372,3 milhões

– Saúde: R$ 190 milhões

– Saneamento e Recursos Hídricos: R$ 163 milhões

– Agricultura e Abastecimento: R$ 105 milhões

– Meio Ambiente: R$ 100 milhões

– Habitação: R$ 80 milhões

– Direitos da Pessoa com Deficiência: R$ 50 milhões

– Fundo Social de Solidariedade: R$ 26 milhões

TOTAL: R$ 2,46 bilhões
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Alckmin libera recursos para estradas e transportes escolares

  1. Amigos, bom dia

    Muita verba para Logística e Transporte,

    O valor da verba da saúde deve ser aumentado, pois sem saúde,
    ninguém produz nada e consequentemente também não há
    geração de receitas.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: