Vendas de ônibus continuam em queda. Apache lidera urbanos

Apache Vip
Apesar das perspectivas positivas para 2013, os números de vendas de ônibus foram negativos em janeiro, com expressiva queda na comparação a dezembro e a janeiro do ano passado. Caio Apache Vip lidera o segmento de urbanos: Adamo Bazani.

Vendas de ônibus continuam em queda
Já as vendas de carros de passeio e comerciais aumentaram em janeiro em comparação ao mesmo período do ano passado
ADAMO BAZANI – CBN
Apesar das estimativas de recuperação no mercado de ônibus no Brasil, após o desaquecimento das vendas e produção em 2012, o setor de veículos pesados ainda continua registrando resultados negativos.
Dados divulgados nesta sexta-feira, dia 01 de fevereiro de 2013, pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores mostram que neste mês de janeiro em relação a janeiro de 2012, as vendas de ônibus e caminhões recuaram 6,37% com 14 mil 604 unidades ante 15 mil 598 do ano passado.
Já na comparação entre janeiro de 2013 e dezembro de 2012, as vendas de ônibus e caminhões tiveram queda de 6,16%. Em dezembro foram vendidos 15 mil 563 veículos de grande porte.
Se cada segmento for analisado de forma separada, na comparação entre dezembro e janeiro, os ônibus levam a pior.
A queda nas vendas de veículos de transportes coletivos foi de 20,35%, com 2 mil 419 unidades frente às 3 mil 037 unidades de dezembro. Na comparação entre o primeiro mês deste ano e o igual período do ano passado, a queda na venda de ônibus foi de 6, 78%. Em janeiro de 2012, foram comercializados 2 mil 595 ônibus.
Já o segmento de caminhões vendeu 12 mil 185 unidades neste mês de janeiro, o que significa queda de 2,72% frente a dezembro, com 12 mil 526 unidades, e baixa de 6,29% em comparação a janeiro de 2012 quando foram para as ruas 13 mil 003 veículos pesados de carga.
Já o setor de automóveis e comerciais leves tem uma realidade mais animadora, porém não com todos os motivos para comemorar.
Foram vendidos em janeiro de 2013, 296 mil 853 veículos de pequeno porte, sendo 230 mil 637 carros e 66 mil 216 comerciais leves. O número é 17,5% maior que janeiro de 2012, quando foram comercializados 252 mil 639 veículos deste tipo, mas 13,64% menor que dezembro de 2012, quando ganharam as ruas 343 mil 758 automóveis pequenos.
ÔNIBUS:
Apesar de os números negativos no primeiro mês do ano, o segmento de ônibus continua otimista. Investimentos em mobilidade urbana, principalmente por conta da Copa do Mundo de 2014, renovação natural de frota e licitações fazem com que o mercado trabalhe para aquecimento de vendas.
Aliás, justamente as licitações que devem estimular a comercialização de ônibus ao longo do ano é que estão contribuindo para agora no início os números não deslancharem. É que os empresários estão esperando as definições dos editais.
No ranking entre as marcas, poucas alterações. Confira os números de janeiro

MARCA/UNIDADES VENDIDAS/PARTICIPAÇÃO NO MERCADO (ÔNIBUS):
1º) Mercedes Benz – 921 – 38,07%
2º) Marcopolo (minionibus Volare) – 634 – 26,21%
3º) Volkswagen/MAN – 540 – 22,32%
4º) Volvo – 130 – 5,37%
5º) Iveco – 69 – 2,85%
6º) Scania – 62 – 2,56%
7º) Agrale – 38 – 1,57%
8º) International – 03 – 0,12%
Em relação a segmentos, segundo a Fenabrave, o Mascarello Gran Midi – Mercedes Benz lidera a fatia de ônibus midi, o Caio Apache Vip – Mercedes Benz liderou o segmento de urbanos e o Marcopolo Viaggio – Mercedes Benz esteve no topo da lista dos rodoviários mais vendidos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.