Leblon, VCM, Prefeitura e CPTM vão custear integração em Mauá

Doniste Braga

Prefeito de Mauá, Donisete Braga, secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Eugênio, recebem do presidente da CPTM, Mário Bandeira, minuta do contrato de integração entre ônibus e trens. Transferências serão bancadas pela Leblon Transportes, Viação Cidade de Mauá, Prefeitura de Mauá e CPTM. Foto: Divulgação

CPTM entrega minuta de contrato para integração em Mauá
A integração será custeada pela Leblon Transporte, Viação Cidade de Mauá, Prefeitura e pela CPTM
ADAMO BAZANI – CBN
A integração entre ônibus municipais de Mauá e a linha 10 Turquesa, da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – deve seguir o modelo de complementação de serviços já existente entre os ônibus das empresas Benfica e Ralip com os trens em Barueri, na Grande São Paulo.
A minuta do contrato para a integração foi entregue na tarde desta terça-feira pelo presidente da CPTM, Mário Bandeira, ao prefeito de Mauá, Donisete Braga, e para o secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio.
Em nota à imprensa, o secretário disse que a Prefeitura vai se reunir com a Viação Cidade de Mauá, operadora do lote 01, e a Leblon Transporte de Passageiros, que opera o lote 02, para discutir os detalhes da integração. As duas empresas já se mostraram favoráveis à complementação dos serviços de ônibus e trens.
A integração será custeada pela Leblon Transporte, pela Viação Cidade de Mauá, pela Prefeitura e pela CPTM. Obviamente que, na prática, quem paga pela integração é o passageiro, mas não haverá acréscimo no valor da passagem já cobrada.
“Vamos analisar o documento e agendar uma reunião com as empresas de ônibus para que possamos assinar. A partir disso vamos iniciar a adequação tecnológica de software para leitura dos bilhetes e de catracas”, afirmou Paulo Eugênio. Com essa integração a administração municipal espera baratear e agilizar a transferência da condução. A expectativa é que a implantação esteja concluída neste primeiro semestre. “Parte da tarifa será custeada pelas empresas, pela prefeitura e pela CPTM para que o usuário possa pagar menos”, disse o secretário.
“A Leblon Transporte de Passageiros vê como avanço para a população de Mauá a integração com a CPTM. A empresa já tem atuado com o objetivo de contribuir para que a tão necessária integração se torne quanto antes realidade” – disse a Leblon por meio de nota à imprensa.
Ninguém da Viação Cidade de Mauá foi localizado
ESTAÇÕES:
O presidente da CPTM, Mário Bandeira, prometeu reformas nas estações Central de Mauá, Capuava e Guapituba.
A reforma da estação central vai levar em conta os projetos da Prefeitura para modernizar o terminal de ônibus, de acordo com a CPTM. A estação vai ter entradas e saídas para os dois lados, integrando diferentes regiões da cidade que é cortada pela linha do trem.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

6 comentários em Leblon, VCM, Prefeitura e CPTM vão custear integração em Mauá

  1. Mauá era a cidade que tinha o maior contigente de passageiros da CPTM , e o maior bicibletário do sistema , em embarque de passageiros só perde para estações centrais do Brás e da Luz, que permitem integrações com demais linha do sistema metropolitano.
    Seria um grande avanço , uma grande conquista para região , até porque Santo André segue o mesmo caminho , pelo menos foi baseadio nisso que elegeram o Carlos Garna , pois a integração com a CPTM , foi a maior plataforma de campanha dele , mas falando de Mauá , seria interessante que antes disso acontecer, que o sistema municipal tivesse a integração funcionando perfeitamente , coisa que ainda é algo complicado de acontecer, a integração entre as empresas não funcionada de forma correta.

  2. Josue Marcio Lopes // 16 de Janeiro de 2013 às 00:41 // Responder

    Ta vendo como e bom a Prefeitura fazer seu papel e cuidar destes aspectos administrativos deixando de se interferir em disputa entre empresas que sao de competencia da Justica.
    Alias, diferentemente do discurso que queria favorecer a Estrela de Maua, em nada a disputa juridica atrapalhou a integracao.
    Ponto para o Donisete, para a Leblon, para a VCM e CPTM.
    Que continue assim

  3. Quando merecem críticas, nós criticamos, mas quando merecem elogios devemos também elogiar. Parabéns a Prefeitura de Mauá por avançar tão rapidamente nesta questão da integração tarifária com a CPTM.

    Das cidades do ABC cortadas pela Linha 10 – Turquesa, Mauá é a que tem as negociações mais avançadas neste sentido, tudo por conta da articulação que vinha sendo feita desde a gestão do Oswaldo Dias e que continuou sendo bem conduzida na gestão do Donisete Braga.

    Isso sim é o papel da prefeitura, trabalhar para promover uma mobilidade urbana sustentável e eficiente, e não tomando partido em disputas entre empresas privadas como o Josue Marcio bem citou acima.

    Por mais que a disputa jurídica afete diretamente o sistema municipal, a prefeitura tem por papel apenas fiscalizar e gerenciar o sistema e as duas empresas que ai estão e não tentar favorecer ou prejudicar uma ou a outra. É notável que quando a prefeitura se presta a fazer somente o seu papel,as coisas avançam e seguem o rumo natural.

    De certo forma, mais uma vez parabéns a prefeitura pela iniciativa. Espero que outras pessoas que estiveram aqui para criticar, também apareçam para elogiar e mostrar que nosso interesse não é defender uma empresa ou outra, e sim lutar por um transporte digno para nossa cidade.

  4. Oswaldo dia sempre ferrou a cidade só investia em centro eu sinceramente espero que este prefeito faça uma revolução em Mauá

  5. Prefeitura de Mauá dá ótimo exemplo para toda a RMSP!

  6. o preço deveria ser igual a integraçao de sp

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: