Donisete fala em possibilidade de nova licitação para Mauá

Mauá

Prefeito de Mauá Donisete Braga diz que estuda fazer uma nova licitação dos transportes coletivos. Atual licitação, no entanto, é reconhecida pela Justiça. Ele também anunciou que vai criar uma empresa gerenciadora dos serviços de ônibus.

Donisete Braga não descarta nova licitação em Mauá
Prefeito também diz que vai criar uma empresa gerenciadora dos transportes, nos moldes da SPTrans, da Capital Paulista
ADAMO BAZANI – CBN

O prefeito de Mauá, na Grande São Paulo, Donisete Braga – PT, que assumiu o cargo no dia primeiro de janeiro, sucedendo Oswaldo Dias, do mesmo partido, disse na manhã desta sexta-feira, dia 11 de janeiro de 2013, em entrevista coletiva, que não descarta a possibilidade da realização de uma nova licitação dos transportes públicos.
Para Donisete Braga, a atual gestão dos transportes não está adequada. Ele não confirmou quando deve abrir novo processo licitatório. Disse que vai analisar com o Departamento Jurídico da Prefeitura a possibilidade de um novo certame.
A licitação realizada em 2008, que dividiu a cidade em dois lotes operacionais, foi ratificada pela Justiça e teve como vencedoras a Viação Cidade de Mauá, no lote 01, pertencente a Baltazar José de Sousa, e no lote 02, a Leblon Transporte de Passageiros, da família Isaak, do Paraná.
O lote 02 é palco de uma disputa judicial entre a Leblon, com a vitória reconhecida pela Prefeitura e Justiça, e a Viação Estrela de Mauá, que foi fundada por Baltazar José de Sousa, que operou em forma de monopólio os transportes na cidade por cerca de 30 anos. No meio do litígio judicial, a Estrela de Mauá acabou passando pelos nomes de Anísio Bueno e Anísio Bueno Júnior, e agora tem como presidente David Barioni Neto, que assumiu a empresa em 11 de julho de 2012, dois dias antes de a gestão de Oswaldo Dias ter habilitado novamente a companhia e entregue os serviços à Estrela. A Leblon recorreu e a Justiça determinou que a contratação da Estrela fosse cancelada por não ter havido base jurídica no ato administrativo da Prefeitura, de 13 de julho de 2012.
Mesmo com a decisão impedindo a contratação de outra empresa para o lote 02, em 27 de dezembro a Prefeitura insistiu e contratou a Estrela de Mauá, dividindo a área operacional entre a Leblon e a Estrela.
No dia 08 de janeiro, a juíza Fernanda Salvador Veiga, da Terceira Vara Cível de Mauá, na Grande São Paulo, viu que a contratação da Estrela de Mauá contrariou decisões judiciais e determinou a recolha imediata dos ônibus da empresa de David Barioni Neto após notificação à Prefeitura.
Mesmo sendo notificada no dia 09, os ônibus só foram recolhidos por volta das 07h30 da manhã do dia 10, com o apoio da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal.
Sobre a recolha dos ônibus da Estrela, Donisete desconversou. Ele disse que decisão judicial é para se cumprir, mas vai verificar o caso com o departamento jurídico da Prefeitura.
MAUÁ TRANS
Donisete Braga pretende criar uma gerenciadora municipal de transportes, a exemplo da SPTrans, em São Paulo, e da SATrans, em Santo André.
Com isso, segundo ele, a intenção seria dar mais autonomia e profissionalismo para a Prefeitura gerir os serviços.
A medida poderia interferir nos serviços da empresa PK 9, hoje responsável pela Bilhetagem do Cartão da Hora, no Terminal de Mauá.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

17 comentários em Donisete fala em possibilidade de nova licitação para Mauá

  1. ja ta inventando so pq a leblon fico

  2. Mais um cabidão de empregos em Mauá. Outra empresa municipal que vão usar como moeda de troca e esmola para calar a boca dos partidecos e politicuzinhos da cidade. Esse Donisete Braga é um duas caras, mais falso que nota de R$ 3. E para que outra licitação? Se já foi feita uma, com validade de 10 anos. Para tentar enfiar goela abaixo as empresas do Baltazar e do Ronan, seus amiguinhos, de novo na cidade?

    Não precisa de nova licitação, basta eles pararem de querer enfiar essa Viação Estrela goela abaixo da população, que a disputa jurídica acaba imediatamente. Se já tem um contrato assinado com a Leblon, e a empresa presta um bom serviço, porque a própria prefeitura fica criando instabilidades, ao assinar contratos emergenciais desnecessários?

    O lote 02 tem todo embasamento jurídico para continuar funcionando como está. É uma pena que não podemos atribuir a ele a mesma estabilidade na esfera política.

  3. Medo dessa nova licitação, assim tem a possibilidade do Baltazar tomar tudo outra vez. Porém espero que não, e que, com essa possível nova licitação, não vejamos situações como as da Viação Cidade de Mauá, cheia de atrasos e com veículos sujos e mal conservados.

  4. Josue Marcio Lopes // 11 de Janeiro de 2013 às 14:08 // Responder

    Licitacao nova para que? A Prefeitura agora tem de seguir a lei e concentrar os esforcos para melhorar o que ja esta! Imagine uma nova licitacao com mais uma onda de recursos juridicos? Ai que Maua nao vai para frente! E se o edital for manipulado para beneficiar o trio Ronan Maria Pinto, Baltazar de Souza e Davi Barioni? Ta na cara que o PT quer tirar a Leblon para deixar nos transportes seus empresarios de onibus companheiros. Eles preferem pagar propina do que pagar advogados, impostos e qualidade..Acorda Mauaaaaaaaaaaa

  5. Querem que o monopólio do volte a qualquer custo, VERGONHOSO!!!!!!!q!!!!

  6. Edson José Silva // 11 de Janeiro de 2013 às 14:19 // Responder

    Adamo,tenho acompanhado seus comentarios e considero muito bom gostaria de ver de sua parte uma proposta para o nosso municipio na area de transporte coletivo

    • Propostas amigo, não faltam. Linhas mais racionais, acabar com sobreposições para deixar de concentrar a oferta de transporte em poucos lugares enquanto há tantos bairros em Mauá que com Leblon ou VCM (BARÃO) o passageiro ainda fica muito tempo nos pontos, FISCALIZAR AS DUAS EMPRESAS E NÃO PERSEGUIR UMA E DEIXAR OUTRA OPERANDO COM ÔNIBUS VELHOS, comparar os serviços das duas e traçar metas de qualidade, tarifa social para desempregados em horário comercial, reforma urgente no Terminal de Mauá, criar faixas preferenciais para ônibus, porque com o trânsito na Castelo Branco e na Barão, até a Viação Cometa e a Itapemirim atrasariam, PUBLICAR, AO MENOS SEMESTRALMENTE NO SITE DA PREFEITURA AS PLANILHAS DE CUSTOS DOS TRANSPORTES EM LINGUAGEM ACESSÍVEL e também, orientar boa parte dos fiscais do terminal atenderem os passageiros como gente. Ah sim, e fiscalizar a Bilhetagem Eletrônica e as terceirizadas que fazem esta operação no terminal.
      Adamo, jornalista sim, mas com opinião e cidadão!

      • Ótimas observações, as metas de conservação de veículos, cumprimento de horários e até da capacitaçãos dos profissionais que trabalham tanto nos terminais como dentro dos veículos deveria ser uma prioridade da prefeitura. Quem anda um pouco que seja pela cidade de ônibus logo vê que existem diferenças enormes entre uma e outra empresa. Além disso o sistema de bilhetagem é falho e abre muitas “brechas” para fraudes e outros desvios, passageiros que descem sem o pagamento da tarifa ou que embarcam pelas portas traseiras fazem que a tarifa fique cada vez mais cara. Uma boa gestão neste sentido colocaria mais recursos no sistema e beneficiaria a todos.

  7. Ainda bem que a Leblon está de olhos bem aberto.

  8. Não me admira se daqui uns tempos surgir uma proposta para mudar o nome da cidade. Assim vão dizer que a Leblon e a VCM prestavam serviço em Mauá e não podem mais operar na “nova” cidade. heheheh

    • Verdade Apolônio! Vão mudar o nome da cidade para Maué (igual está no mapa do Facebook) e dizer que para participar da licitação a empresa tenha que ter operado na “nova cidade”. Coisas dos PTralhas!

  9. Só espero que essa nova licitação seja para o lote 1 e não para a leblon, sabemos que o PT esta armando para o transporte mais acho que eles ainda vão quebrar a cara mais do que ja quebraram.

    • donizete ta levando uma grana preta podes crer vi ele comprando um camaro de onde veio esse dinheiro nem vou falar tinha era que ter uma cpi aqui em maua colocar esses vagabundos maquiados tudo na cadeia porque nao faz uma licitaçao do lote 01 e 02 para as tres empresas porque quem manda na prefeitura e balthazar jose de souza e ai donizete tem coragem claro que nao porque mexer em uma empresa que trabalha legal como a leblon so porque ela nao da propina e donizete ..

  10. Com 11 dias de mandato os PTralhas já dão as caras , e já começam a traçar um perfil e a mostar oque vem pela frente no transporte e oque está preparado para Leblon , se os últimos 2 anos foram turbulentos imagine os próximos 4 anos.
    A empresa Curitibana com filial em Mauá corre sozinha nesta cidade sem lei , desde sua entrada nos serviços municipais em 2009, e isso é fato, e todos nós ja percebemos isso, é até parece um grande complô contra os serviços prestados por ela , pois vemos que a lei a ordem e disciplina só servem e são aplicados para a Leblon, incrivel como a PMM/SIMU perseguem a empresa.
    Com relação as palavras do Sr Prefeito ,é mais um fato lamentável e desagradavel que estamos vendo nessa cidade , sera mesmo que precisamos de uma nova licitação para o transporte ? ou sera que precisamos muito ter uma nova licitação para que assim possamos ter empresas mais sérias ,mais comprometidas e prestando bons serviços na cidade, ou sera que atual gestão acha que precisamos ter uma nova licitação porque é injusto oque estão fazendo com a Viação Estrela de Mauá ,seria comico se não fosse tão trágico , é notório que estão arrumando um jeitinho a moda lá PT ,de ajudar que ajudou com quantias volumosas a campanha do prostibulo , ops… me desculpe quiz dizer partido.
    Numa cidade sem lei , largada, abandonada, e desassistida como Mauá , vale tudo ,e prova está ai , até a compra de Deus e mundo por votos vale , como foi feito em 2012 , não duvido que até as senhoras de serviços básicos da praça 22 de novembro foram contratadas para apoiar isso ,pois este partido que continua , precisa muito colocar esta empresa na cidade, é uma divida gratidão antiga que corre é preciso ser saldada.
    Com relação a Mauátrans ,só gostaria de lembrar que tivemos na gestão anterior criação da SIMU* ,agora vão aposentar ela é criar a Mauátrans ,muito interessante digamos que seria mais uma area de recreação do PT ,onde os coligados e aliados iriam se divetir um pouco e relaxar.

  11. Amigos, boa noite

    Já acenderam o forno.

    Em breve, teremos PIZZA !

    Sabor: Meia lote 1 e meia lote 2.

    Att,

    Paulo Gil

  12. Essa é a idéia do prefeito ? – Eu acredito que já tem marmelada no meio . – Já disse e volto a dizer , quem manda nos horários de partida é a Prefeitura , quem determina quantos ônibus que circula é a Prefeitura , porque esse cabeçudo não escuta as empresas e veja o que elas tem a oferecer em qualidade ? – A leblon transporte , eu tenho certeza , que ela até acha os intervalos muito longo e que gostaria de diminuir , agora a barão de mauá , quanto menos onibus melhor para o dono , – Sem contar que a Leblon transporte tem onibus novos todos adaptados a deficientes , a barão de maua tem sucatas e onibus remendados todos fora do que determina a lei quanto a conservação , A leblon transporte manda propostas para avaliarem , a barão não tem proposta; eles não sabem o que é isso e o prefeito também não . Não sei quem votou nesse brucutu mas espero que saia logo , chega de petralhas brincando de governar.

  13. A prefeitura quer entregar a todo custo o monopolio do transporte publico ao coronel baltazar, isto e fato!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: