Haddad volta a falar de aumento de tarifas no início do mandato

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, voltou a afirmar que o reajuste das tarifas de ônibus municipais será inevitável logo no início de sua gestão. Ele não adiantou valores, mas estima-se que a tarifa será de R$ 3,30. Em Fortaleza, prefeitura e empresas de ônibus brigam por conta de reajuste. Foto: Adamo Bazani

Haddad confirma aumento de tarifa para o início da gestão
Passagem de ônibus foi congelada em 2012 por Gilberto Kassab por ser ano eleitoral

ADAMO BAZANI – CBN

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, voltou a declarar que deve aumentar a tarifa municipal de ônibus bem no início de sua gestão. A declaração foi dada a jornalistas que o acompanharam e reforça o que ele já tinha dito na segunda-feira em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura.
Segundo Haddad, não é mais possível manter o valor das passagens congelado como fez Gilberto Kassab em 2012, ano eleitoral.
Ele disse que o sistema pode se tornar deficitário só com subsídios e que as tarifas devem ser reajustadas para que não saia dinheiro compromissado de outras áreas, como saúde e educação, para os transportes.
Haddad novamente não quis adiantar o valor da tarifa, mas garantiu que o reajuste não será acima da inflação.
No entanto, especula-se que São Paulo deve seguir o mesmo índice de outras cidades, como Campinas e Osasco, que agora possuem passagens no valor de R$ 3,30.
No ABC Paulista, as tarifas que hoje estão em R$ 2,90 também devem atingir o valor de R$ 3,30. Mas na região há um impasse, já que as datas de reajustes entre as sete cidades não foram iguais para todos os municípios.
Ao Programa Roda Vida, Haddad garantiu que vai implantar o Bilhete Único Mensal, pelo qual o passageiro pagaria R$ 140 e poderia fazer quantas viagens precisasse no período de 30 dias.
Já em Fortaleza, a questão do aumento das tarifas de ônibus se transformou num embate entre a Prefeitura e as empresas de ônibus.
O poder público municipal entrou com pedido de suspensão de liminar movido pelas companhias que elevou as tarifas de R$ 2,00 para R$ 2,25.
Para pedir a revogação do aumento, a prefeitura alega que lei municipal de 2005 obriga que o reajuste seja avisado com no mínimo 10 dias de antecedência para a população, o que não ocorreu.
Já o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Ceará – Sindiônibus alegou que esta responsabilidade é da prefeitura.
A prefeitura se disse espantada com a decisão da justiça e alegou que o reajuste nas passagens de ônibus ainda estava em negociação.
Muitos passageiros foram pegos de surpresa.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

4 comentários em Haddad volta a falar de aumento de tarifas no início do mandato

  1. Quero saber quando teremos corredores na ZL isso sim.

  2. Espero que aumentar a passagem não seja a unica atitude do prefeito Haddad em relação ao transporte, ouvi um boato que me deixou muito preocupado, diziam que o novo secretário Jilmar Tatto tem uma ligação muito forte com a cooperativa Novo Horizonte, acredito e espero que seja mentira, mas e bom o Haddad ficar esperto, Deus nos livre.

    • Não só com a NH, mas JÁ FOI PROVADO que ele tem ligações com as cooperativas e com o crime organizado, o PCC.

      E o Haddad não vai ficar esperto coisa nenhuma, ele sabe muito bem o que se passa, aliás os escândalos de corrupção já começaram antes mesmo dele assumir o mandato.

  3. Então deve ser por isso que a happy play ja mudou o nome para expresso cidade tiradentes pq esse novo secretario deve ter ligação com a cooperativa msm

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: