Curitiba e Salvador vão repensar o metrô

onibus

Prefeito Eleito de Curitiba, Gustavo Freut, diz que vai analisar se metrô é realmente melhor opção para a cidade. O mesmo deve ocorrer com ACM Neto em Salvador

Freut vai repensar metrô em Curitiba
Prefeito eleito da Capital Paranaense diz que vai estudar melhor alternativa para serviços de mobilidade onde são reconhecidos os corredores de ônibus
Site Paraná 247
Prefeito eleito de Curitiba pretende analisar alternativas e definir qual solução traz o melhor custo-benefício para a população; BRT, um sistema rápido de ônibus, pode ser a solução mais eficiente; em Salvador, ACM Neto também pode seguir o exemplo e abandonar o metrô da Avenida Paralela
247 – A eleição de novos prefeitos pode começar a alterar os projetos de mobilidade urbana, com vistas à Copa do Mundo de 2014. Até recentemente, o lobby das empreiteiras vinha conseguindo impor projetos de metrô em várias cidades-sede como soluções emergenciais, quando há alternativas que transportam muito mais passageiros, por uma fração do custo. Uma delas é o BRT, sistema conhecido como Bus Rapid Transit, que revolucionou o sistema de transporte de cidades como Bogotá, na Colômbia.
Em Curitiba, que já tem um sistema modelo de transportes, o prefeito eleito Gustavo Fruet foi o primeiro a questionar a imposição do metrô. Em entrevista, ele afirmou que pretende estudar a melhor alternativa. É também muito provável, que, em Salvador, ACM Neto pise no freio em relação ao projeto do Metrô na Avenida Paralela, substituindo o mesmo pelo sistema BRT.
Assista, abaixo, o depoimento de Fruet:

5 comentários em Curitiba e Salvador vão repensar o metrô

  1. o Fruet e o”Neto do CORONEL”(nesse caso eleito com a imensa ajuda da imprensa soteropolitana)estão cometendo um imenso erro.principalmente o neto do coronel q quer entupir a cidade de carros(como acontece com São Paulo).pelo visto,transporte não é dessa gente e sim agradar os”donos da mídia”!

  2. Realmente é um grande erro.

    Resta saber se é só má avaliação ou o conhecido conchavo com empresários de ônibus. Ou a também conhecida disputa política com o governo do estado, já que Metrô costuma ser obra estadual.

    Cidades como Salvador e Curitiba precisam de transporte de alta capacidade, independente de serem cidades brasileiras. Continuar enrolando significa prejuizo e atraso para a população.

  3. Que planeta os prefeitos eleitos ACM Neto (Salvador) e o Gustavo Freut (Curitiba) vivem? Que sandice é essa? As 2 capitais sofrem há anos por causa das obras inacabadas do METRÔ e agora, o que é que eles estão pretendendo? Acrescentar outros modais de transportes como o MONOTRILHO, sim, agora substituir o METRÔ por BRT, só podem estarem de brincadeira, não devem estarem falando sério não é verdade?
    Atenção soteropolitanos e curitibanos, vocês não elegeram esses novos prefeitos para atrasarem o lado de vocês, portanto não aceitam esse retrocesso que é o BRT!
    Moro em São Paulo, mas, infelizmente conheço daqui os problemas antigos que vocês sofrem com a frustração pela chegada do METRÔ!

    • “quando há alternativas que transportam muito mais passageiros, por uma fração do custo. Uma delas é o BRT,”….??????? – Essa afirmação só pode ter partido de algum lunático “busumaníaco”… capacidade de um sistema BRT= 18.980 pasgs.h/por sentido e até 23.000 pasgs h.pico/por sentido. – Metrô capacidade inicial = 40.000 pasgs/h por sentido capacidade máxima 80.000 pasgs/h por sentido,sendo que atualmente com a implantação do moderno sistema de controle operacional ” CBTC ” pode chegar a 90.000 pasgs./h por sentido.Lobby existe sim,dos donos de ônibus,distribuidores de combustíveis, de pneus,fabricantes de chassi e carrocerias de ônibus,de políticos oportunistas etc.Se Curitiba quer permanecer no atraso que fique,… mais aqui em Salvador não existe a menor possibilidade pois o sistema é Metropolitano e de responsabilidade do Gov. do Estado,a prefeitura falida não tem $$$$$$ nem para implantar uma linha clandestina de Kombi….VAI SER METRÔ MESMO.

  4. Não faz o menor sentido a maior parte das firmações citadas nessa postagem com relação a Salvador e também e também quanto as questões técnicas e operacionais dos dois sistemas.Quanto as questões técnicas dos dois sistemas nem vou mais comentar pois já foram muito bem tratadas no comentário acima.Quanto a Curitiba,problema deles os curitibanos,que se acomodaram a um sistema já obsoleto,saturado e defasado.Bogotá não é referência e não serve de exemplo para ninguém pois o sistema de lá já a muito esta saturado e esgotado e o famoso “Transmilenio” já virou Transmicheio,é assim que o chamam por lá.Quanto a Salvador o Governo do Estado da Ba não está fazendo nenhum projeto emergencial e muito menos para a Copa de 2014 que terá no máximo 60 mil visitantes,isso é irrelevante se comparar-mos ao nosso carnaval quando a cidade recebe 600 mil visitantes e ainda o fato que os turistas pouco andam de transportes público,pelo menos por aqui..Trata-se de um projeto para médio e longo prazo abrangendo Salvador e a região metropolitana ( Não existe projeto de metrô emergencial ) que pelo fato de ser um sistema Metropolitano esta sobre a responsabilidade do Governo do Estado e não mais da Prefeitura da cidade que não tem competência nem dinheiro para fazer nada.Por tanto Srs. Busófilos percam as suas esperanças com relação ao BRTranbike, este sim ligado a uma grande rede de lobistas,aqui em Salvador mesmo porque a 1ª experiência não deu certo e a nossa topografia não é la muito simpática a esse modelo de transportes ultrapassado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: