Odebrecht e TV Bandeirantes vão trocar pontos de ônibus em São Paulo

onibus

Cidade de São Paulo terá 7,5 mil abrigos de ônibus novos. Equipamentos serão instalados por consórcio liderado pela Odebrecht com a participação da Rádio e TV Bandeirantes que pagou outorga de R$ 340 milhões e vai investir R$ 400 milhões em materiais e mão de obra. Em troca, vai comercializar espaços publicitários nos abrigos. Outro consórcio vai implantar, também em troca de venda de propaganda, mil relógios novos de rua.

Grupo liderado pela Odebrecht com participação da TV Bandeirantes vai trocar pontos de ônibus em São Paulo
Serão instalados até 2016, 6500 novos abrigos com investimentos de R$ 400 milhões só nos equipamentos
ADAMO BAZANI – CBN
O Consórcio Pra SP foi declarado o vencedor da licitação para a troca de cerca de 6,5 mil abrigos de ônibus na cidade de São Paulo em três anos. Num período de 15 anos, serão 7,5 mil instalações, mil a mais que o previsto no contrato inicial.
O consórcio é liderado pela Odebrecht Transport e tem a participação da Rádio e TV Bandeirantes, Kalítera Engenharia e APMR Investimentos.
O valor de outorga pago ao poder público para o Consórcio ter direito a prestar os serviços é de R$ 340 milhões, os investimentos em equipamentos e mão de obra são de R$ 400 milhões e o valor de impostos chega a R$ 240 milhões na vigência do contrato de 25 anos. Em troca, neste período, obedecendo às normas da Lei Cidade Limpa, vai poder comercializar espaços publicitários nos abrigos. Alguns pontos terão painéis de dupla face para trocas de anúncios ao longo do dia para atingir um público maior. O Consórcio vai testar também painéis publicitários sensíveis ao toque para aumentar a interatividade e chamar a atenção para os anúncios.
Os painéis, tanto digitais como convencionais, não poderão ultrapassar a dimensão de dois metros quadrados.
O Consócio Pra SP também deve instalar 14,7 mil totens com informações de cada linha de ônibus e horários na região servida.
A promessa é de qualificação dos pontos de ônibus em São Paulo, ainda hoje de responsabilidade do poder público. Muitos, em estado de abandono, não só deixam proteger o passageiro do sol e da chuva, como também oferecem riscos pra quem aguarda o ônibus seja pela estrutura desgastada ou mesmo pela localização inadequada. O Consórcio não pode mudar o ponto de lugar sem autorização da Prefeitura.
Antes mesmo da troca, os abrigos em pior estado já começarão a ser reformados em dezembro. Cerca de 800 funcionários trabalharão para as reformas e trocas dos abrigos e paradas.
As empresas vão fazer quatro modelos de abrigos de ônibus, que vão variar de acordo com a região da cidade e espaço disponível na calçada.
Nas regiões da Avenida Paulista e Avenida Brigadeiro Faria Lima, por exemplo, as estruturas serão de aço. Já na região do Centro Velho de São Paulo, os pontos serão feitos predominantemente com materiais transparentes.
RELÓGIOS:
A Prefeitura de São Paulo também divulgou o Consórcio Vencedor para a instalação de mil relógios de rua.
Liderado pela francesa JCDeaucx, o Consórcio Hora SP vai investir R$ 100 milhões e pagar de outorga, R$ 68 milhões.
Além do horário, os relógios em LED vão mostrar a temperatura, qualidade do ar e outras informações que podem ser programadas.
O design dos equipamentos será de responsabilidade de Ruy Otake e Carlos Bratke.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

7 comentários em Odebrecht e TV Bandeirantes vão trocar pontos de ônibus em São Paulo

  1. esse Odebrecht tem concessão de rodovias tb?

  2. A pesar de não usar ônibus,fiquei muito feliz em saber do investimento, Nossa população merece neh!!!

  3. Amigos, boa noite

    Continuam esquecendo a ÚNICA especificação que um abrigo de ônibus deve ter:

    PROTEGER E ABRIGAR OS PASSAGEIROS DO SOL E DA CHUVA, o que pelo visto vai continuar NÃO acontecendo, o resto é só perfumaria e passado o “oba oba”, ficará tudo quebrado e sujo, só se manterá uma coisa: Os passageiros continuarão a tomar sol e chuva.

    No ponto do Corredor Rebouças da Av. Rebouças com a Av. Brasil (sentido centro bairro), por experiência própria, os passageiros ficam todos molhados, pois os ônibus que seguem no sentido bairro centro passa atrás do ponto e joga água em todo mundo; não tem como escapar.

    E os ônibus que descem no sentido centro bairro quando param no ponto também jogam água em todo mundo.

    Será que ninguém pensou em fazer uma canaleta com grades em cima e com tubulação para escoar a água [RALÃO] para que a água não emposse nos pontos.

    Com certeza não.

    Sem contar que acabaram de reformar o Corredor Rebouças e ninguém teve a capacidade de
    de fazer o “ralão” nos pontos.

    Que aberração……

    Mas para colocar painéis publicitários totens e outros enfeites sim.

    O que realmente precisa ser feito ninguém faz.

    Se a Odebrecht não souber projetar e especificar um abrigo de passageiros, ninguém mais sabe,
    afinal a competência dela é “n” vezes maior do que a construção de um mero abrigo de passageiros.

    Será que ninguém sacou que esse tipo de administração, não funciona mais em nenhum lugar
    do mundo ???

    A sorte é que a esperança é a última que morre

    Para encerrar com chave de ouro, o tamanho e a capacidade dos abrigos e das plataformas
    também não atendem nem de perto as nossas necessidade.

    Quem duvidar, faça um teste aventura, principalmente em dia de chuva e sentirá no próprio
    corpo a roupa molhada.

    Bom, dei mais uma ideia, aguardo os royalties.

    Sds,

    Paulo Gil

    • pois é Paulo Gil.mas ainda vendem essa”eficiencia”do privado em relação ao publico!e como a cidade de São Paulo quer ser suburbio de Milão,Paris,Londres,o pessoal apoia!

  4. o problema é que muitos FDP depedram os abrigos a cidade de são paulo parece ser uma terra de niguém é só ir em santa isabel mogi das cruzes guararema e se ve que o povo cuida muito bem do patrimonio publico http://onibusbrasil.com/jacksonsleite/1260680/

  5. Alguém sabe me informar onde encontro os endereços dos pontos que já foram instalados?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: