Disputa entre empresas de ônibus é tema de campanha política em Mauá

Vanessa Damo

Material de campanha de Vanessa Damo (PMDB) mostra que candidata promete não tirar a empresa de ônibus cuja entrada representou quebra de monopólios dos transportes em Mauá. Candidato Donisete Braga (PT) também se mostrou favorável à permanência de mais de uma empresa de ônibus na cidade. Foto: Reprodução.

CASO LEBLON: Disputa entre empresas é tema de campanha política em Mauá
Tanto Donisete Braga, do PT, como Vanessa Damo, do PMDB, dizem que não querem que a empresa de ônibus saia da cidade
ADAMO BAZAN – CBN
A disputa jurídica entre a empresa Leblon Transporte de Passageiros de Mauá e as companhias de ônibus fundadas por Baltazar José de Sousa, entre elas a Viação Estrela de Mauá, em nome de David Barioni Neto, também faz parte das discussões da campanha municipal de Mauá.
A deputada estadual Vanessa Damo, candidata pelo PMDB, à Prefeitura de Mauá, chegou a distribuir um material impresso dizendo sobre as supostas verdades e mentiras que teriam sido proferidas pelo seu oponente, o também deputado estadual, Donizete Braga, do PT.
Na publicação de Vanessa Damo constam as seguintes frases:
MENTIRA: Donisete Braga diz que Vanessa Damo vai tirar a Viação Leblon.
VERDADE: Vanessa NÃO vai tirar a Leblon, mas vai cobrar pela boa prestação de seus serviços. Vai moralizar as licitações e exigir mais qualidade para os usuários. Vanessa vai fazer uma série de melhorias: vai colocar mais linhas de ônibus, aumentar e colocar GPS na frota e muito mais.
Vale ressaltar que tanto os ônibus da Leblon como da Viação Cidade de Mauá já possuem GPS e a localização e horários podem ser vistos pelo passageiro pela internet tanto no site das duas empresas de ônibus como no endereço eletrônico da prefeitura.
A proximidade entre o pai de Vanessa, o ex prefeito, Leonel Damo, e o empresário oponente da Leblon, Baltazar José de Sousa, teria motivado a informação de que, se eleita, a deputada poderia prejudicar a Leblon Transporte.
Mas Vanessa diz na campanha que sua carreira política é independente do pai.
Donisete Braga, por sua vez, em diversos discursos e entrevistas disse acompanhar o caso da Leblon, mas que é favorável sim à permanência de mais de um grupo operador de transportes. Ele declarou ser contra o monopólio de ônibus em Mauá, como ocorria antes da licitação e destacou avanços que a nova empresa trouxe para a cidade.
O município de Mauá foi servido por mais de 30 anos por empresas de Baltazar José de Sousa, que hoje opera o lote 01, com a Viação Cidade de Mauá. O lote 02 é de responsabilidade da Leblon.
A disputa entre as duas empresas começou em 2008, logo após o processo de licitação das linhas.
Amparada por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo e pelo Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, e com contrato assinado pela Prefeitura de Mauá, a Leblon começou a operar em 2010.
No próximo dia 06 de novembro, a companhia completa 02 anos na cidade. Apesar de exigirem aperfeiçoamentos nos serviços, os passageiros de maneira geral dizem que a entrada da Leblon trouxe melhorias aos transportes em Mauá.
A própria Viação Cidade de Mauá teve também de melhorar as operações depois da quebra de monopólio. Antes as empresas Barão de Mauá e Januária eram alvos de diversas reclamações e havia poucos parâmetros para compará-las já que pertenciam ao mesmo dono e dividiam a mesma garagem.
Em julho deste ano, o Secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Renato Moreira dos Santos, e o prefeito Oswaldo Dias, assinaram um contrato com a Viação Estrela de Mauá. Mas o contrato foi derrubado pela Justiça em Mauá, São Paulo e Brasília, por não ter base legal.
A Estrela de Mauá e a Prefeitura recorreram, mas todos os recursos foram negados.
O empresário David Barioni Neto, que aparece como presidente da Estrela de Mauá, teve os bens bloqueados pelo Banco Central na última sexta-feira por conta da intervenção que a autoridade financeira realizou no banco BVA, por suspeitas de irregularidades e falta de liquidez. Ele foi membro do conselho de administração do banco.
O financiamento de ônibus para Estrela de Mauá que já estava difícil por conta do contrato assinado com a prefeitura não ser considerado pelas esferas da Justiça agora tornou-se ainda mais complicado depois do bloqueio de bens que é temporário.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

4 comentários em Disputa entre empresas de ônibus é tema de campanha política em Mauá

  1. Vamos cobrar senhores candidatos. Se a Leblon sair para voltar.monopolio vcs sao responsaveis

  2. Sérgio Santo André // 25 de outubro de 2012 às 18:08 // Responder

    Adamo, esse “apoio” dos candidatos à Prefeitura de Mauá, quanto a se manter a Leblon na cidade, está mais com cara de propaganda do que outra coisa. Será que realmente existe esse interesse em se manter a empresa na cidade, ou o dinheiro “sujo” vai falar mais alto ??? Realmente não dá prá confiar em nossos “valorosos” políticos, que se vendem por quem dá mais. Ainda estou acreditando mais na Justiça, no caso da Leblon, que até o momento se manteve firme na sua postura de acabar com essas malditas empresas que tentam a todo custo manter o monopólio na cidade. Vida longa à Leblon !!!!!!!!!!!

  3. marcos da silva soares // 29 de dezembro de 2012 às 20:19 // Responder

    a falta de carater dos governantes dessa cidade e lamentavel vejam so que palhaçada estao fazendo espero que justiça tome uma atitude e que a leblon continue e que operi as outras linhas tambem fora corruptos

  4. e uma vergonha o que esta acontecendo em nossa cidade,os politicos desta cidade estao e querendo saber quem paga mais, que se dane a populacao talvez e o que eles estao pensando
    Sera o prefeito Donisete Braga nao esta vendo este caso ou ele e sego e surdo,pois ele nao esta honrando os votos que ele ganhou,talvez seria melhor que a candidata Vanessa ganhasse
    SOU A FAVOR DE UM BOICOTE AOS ONIBUS DA estrela de MAUA QUE ESTAO CIRCULANDO NA MESMA LINHA DA LEBLON,ACONSELHO AGUARDAREM OS ONIBUS DA LEBLON E DEIXAR OS ONIBUS DA EMPRESA DO baltazar VAZIOS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: