FETRANSRIO: Volvo aposta em Telemetria

O presidente da Volvo Latin America disse que as ações globais da empresa acumulam alta de 25%. Segundo ele, apesar da crise internacional, os números sao positivos.
Da produção Global da Volvo apenas no setor de ônibus, a divisão da Volvo se dá da seguinte maneira:
es d Volvo subem25

Volvo Bus
Asia – Africa Australia – 36% da empresa
Europa: 26%
Américas 38% 1666 unidades, sendo o Brasil o destaque.

O executivo disse que a participação da Volvo no mercado brasileiro tem crescido este ano.
A liderança é dos chassis para BRTs
“De cada 10 BRTs vendidos, 06 são da Volvo. Hoje atendemos a todos os mercados, desde os motores dianteiros, passando por articulados, biarticulados e rodoviários. O motor frontal teve o desempenho interessante da marca|” – disse Luis Carlos Pimenta.
Ele ainda ressaltou que o modelo elétrico híbrido é a grande aposta. “Esse ônibus polui bem menos e menor ruído. Sua capacidade de tração é maior que um diesel convencional pela força do motor elétrico. O motor diesel é menor. Ele só funciona a partir de 20 km/h.”
A caixa do híbrido é a mesma dos caminhões, com 12 velocidades.
A direção é elétrica no modelo sustentável ligada a bateria para não consumir emergia do motor a diesel.

TELEMETRIA:

A Volvo diz que é a primeira fabricante a ter um sistema de telemetria específica para Ônibus. Gerenciamento de Frota e Manutenção são as novidade.
O ITS4Mobility, de tráfego, tem 15 anos começando na Suécia, e hoje está em 95% das operações em Goiânia e pode ser usado em outras marcas além de outros veículos também.
“O rigor nas viagens é possível por este sistema. Em Gutemburgo, por exemplo, se o ônibus atrasa mais de 20 minutos, o passageiro pode pegar um táxi e depois cobrar do poder público. E Goiânia, o passageiro pode pelo celular acompanhar o horário dos ônibus”

Gerenciamento de frota:No ônibus é diferente dos caminhões até por causa das características de chassi e carroceria formando um veículo.
Eventos de direção, como curva brusca, porta aberta na operação e até mesmo qual ônibus é mais usado na frota é possível saber pela Telemetria para ônibus.
Caixa Preta Veicular: Analisa as condutas e os vícios de direção do motorista. “Normalmente com a presença do instrutor do lado, o motorista dirige melhor. Mas e do dia a dia?

Gerenciamento de manutenção:Informa os tempos de manutenção, informa códigos de falhas, quantidade de peças para a manutenção e até quanto tempo um ônibus deve ficar parado para reparos.
Adamo Bazani

1 comentário em FETRANSRIO: Volvo aposta em Telemetria

  1. Amigos, boa noite

    Sensacional, Telemetria já.

    Na próxima licitação dos Buzões em Sampa, tem de ter uma cláusula sobre Telemetria ,obrigando que os veículo sejam equipados com o ITS4Mobility.

    E os dados têm de ser disponibilizados em tempo real na Internet para conhecimento do cidadão,
    afinal por R$ 3,00 isto é o mínimo.

    Uma dúvida: Será que o ITS4Mobility, permite mensurar e gerenciar a sujeira interna do Buzão ????

    VOLVO; caso não permita, está ai uma INOVAÇÃO que terá aplicação nos 15.000 carros de Sampa;
    deve dar um bom faturamento,

    Não esqueça dos meus royaltie$.

    Sds,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: