Integração com ônibus para desafogar metrô

santo amaro

Ônibus vão ser usados para desafogar o excesso de lotação das linhas 5 Lilás do Metrô, 9 Esmeralda da CPTM e 4 Amarela do Metrô. Para isso, o Governo vai proporcionar integração gratuita entre o Metrô 5 Lilás e 55 linhas de ônibus no Terminal Santo Amaro. Só na Estação Santo Amaro, onde há conexão para a linha 9 Esmeralda da CPTM, em dois anos, o número de passageiros subiu de 8 mil pessoas por dia para 160 mil.


Integração em Santo Amaro é para desafogar trem e metrô
Com a medida, passageiro vai economizar R$ 1,65 por viagem em comparação com a integração entre o metrô e o trem. Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a demanda de passageiros na Estação Santo Amaro subiu de 8 mil para 160 mil pessoas em dois anos
ADAMO BAZAN I – CBN
Os ônibus devem ajudar a diminuir o excesso de lotação nas linhas 5 Lilás do Metrô, linha 9 Esmeralda da CPTM e linha 4 Amarela do Metrô e suas conexões.
Para isso, o Governo do Estado de São Paulo decidiu “pagar” a passagem dos ônibus dos passageiros que desembarcam na Estação Largo Treze, um dos extremos da linha 5 Lilás do Metrô.
De lá, usuários caminham até o Terminal Santo Amaro, nas proximidades, e podem pegar gratuitamente qualquer uma das 55 linhas de ônibus que param no Terminal Santo Amaro.
O Governo do Estado diz que é uma forma de gerenciamento de demanda, já que as linhas de trem e de metrô estão demasiadamente lotadas.
A integração vale também no sentido da volta.
Atualmente, quem deseja ir para a zona Oeste ou região central de São Paulo deve descer na Estação Santo Amaro, fazer integração com a linha 9 Esmeralda da CPTM e na Estação Pinheiros pegarem o metrô da linha Amarela.
Além de mais barata, a integração com o ônibus vai eliminar uma baldeação. O risco é de o ônibus em algumas partes do trajeto ter de reduzir a velocidade por conta do excesso de veículos. A economia por viagem vai ser significativa: R$ 1,65 em comparação com a integração entre o trem da CPTM e o Metrô.
A medida deve valer até a conclusão do prolongamento da Linha 5 Lilás do Metrô até a Chácara Klabin, o que só deve acontecer em 2015.
A integração começa no dia 15 de outubro.
O crescimento da demanda de passageiros na estação Santo Amaro, que permite a conexão das linhas 9 Esmeralda da CPTM e 5 Lilás do Metrô foi relevante. De acordo com a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, há dois anos passavam pela estação 8 mil pessoas, hoje são 160 mil pessoas.
A demanda diária dos passageiros na linha 4 Amarela é de quase 700 mil passageiros.
Também para estimular a distribuição da demanda, e evitar a concentração no horário de pico da manhã, o Governo do Estado vai conceder desconto de R$ 0,50 para os passageiros que usam as linhas 5 Lilás do Metrô e 9 Esmeralda da CPTM, das 09h às 10h. Nos demais horários, a tarifação é normal. A medida também vai começar a vigorar em 15 de outubro.
O Governo do Estado não informou quanto vai custar ao sistema a integração com os ônibus ou o desconto das 9h às 10 h.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Luis Nunez disse:

    Estas coisas sempre anunciam em época de eleições, vamos ver se cumprem depois. Outra coisa, mostra a falencia do modelo proposto pela SPTRans / Prefeitura de cortar linhas na base da canetada e empurrar todo mundo para o metrô e a falta de expansão / melhoria no sitema de onibus da cidade. E ainda querem colocar mais restrições como pedágio urbano, sem aumentar a oferta de transporte público.

  2. Bruno Quintiliano disse:

    SPTrans empurra pro Metrô e pra CPTM e eles empurram de volta. Só esqueceram de ver que o Terminal Santo Amaro já está saturado e que o binário Santo Amaro está longe de sair do papel.

  3. pedro disse:

    Em 2011, ouvi um representante do Metro de SP, dizer que a prefeitura queria jogar a população para debaixo da terra, abandonando o transporte por onibus, e que o metro não teria capacidade de absorver tal demanda, dito e feito.

  4. Rafael Asquini disse:

    Pois é, cortaram 25656346279 linhas, falavam que “não pode ter sobreposição” agora toma! A oferta tem que ser grande dos dois modais, afinal, diariamente se leva e traz população do tamanho de Belo Horizonte para a Zona Sul uma população do tamanho do Uruguai para a Zona Leste. Desde que a dupla Serra/Kassab, que irá se despedir da prefeitura esse ano assumiu, a oferta só reduziu, jogaram tudo para o Metrô e o povo que se vire. Enquanto isso emplaca-se mais de mil carros e motos por dia pois usar o transporte individual é mais conforto.

  5. Emerson P. Magalhães disse:

    Na minha opinião isso não vai mudar em quase nada para quem mora na região do Grajaú, Jd Ângela, Capão Redondo pois a maioria mora longe das estações e os passageiros precisam pegar um ônibus e pagar a passagem de R$ 3,00 utilizando o bilhete único para chegar na estação de trem ou do metro mais próxima e depois precisa pagar R$ 1,65 (Intergração do BU) para o metrô ou trem e no Terminal Santo Amaro o passageiro não precisa pagar outro ônibus pois está dentro do período 03 horas do bilhete único.

  6. ALEXANDRO disse:

    O governo quer que as pessoas andem a pé do largo treze até santo amaro, para assim redistribuir o horário no metro, operação semelhante a do itaquerão no futuro,
    algumas pessoas chegam mais cedo outras mais tarde em santo amaro e não ao mesmo tempo, é isso?

  7. Celina disse:

    Integração linhas 5 Lilás do Metrô (Estação Largo Treze) e Terminal Santo Amaro, não funciona com o Novo Bilhete Único.
    Já tentei saber o porque mas os atendente tanto do terminal/metrô/prefeitura no 156, não sabem explicar.

  8. Henrique Morais disse:

    Bom dia Senhores. Para minha surpresa, na tarde de ontem desci na estação largo 13 e quando fui validar o bilhete simplesmente desativaram todos os validadores e removeram até a placa que anunciava sobre a gratuidade.
    Foi feito sem aviso prévio. Lamentável

Deixe uma resposta