Ônibus terão sistema de reconhecimento facial

onibus

Ônibus urbanos em Caruaru terão de forma inédita equipamentos de reconhecimento facial dos passageiros. Os objetivos são organizar os transportes e evitar fraudes. Sistema também vai fornecer em tempo real, dados que vão desde cumprimento de itinerários e horários, quilometragem morta, consumo de combustível instantâneo e médio, quebra de veículos e até se os ônibus estão trafegando com portas abertas, limpadores de para-brisa e faróis desligados. Instalação será gradativa e a título de testes. Estes dados podem ser usados para novas programações e estudos.

Ônibus urbanos terão sistema de reconhecimento facial
Equipamentos serão testados em ônibus de Caruaru (PE) e podem ser usados posteriormente em qualquer cidade brasileira
ADAMO BAZANI – CBN
A cena de aparelhos que reconhecem o rosto das pessoas para liberar os acessos saiu dos filmes de ficção científica e de ação e agora vai ser comum nos ônibus urbanos.
A Transdata, empresa de bilhetagem eletrônica, monitoramento e tecnologia voltada para os transportes, vai testar nas próximas semanas um sistema de reconhecimento facial de passageiros dos ônibus do transporte municipal de Caruaru, em Pernambuco.
Os equipamentos serão colocados gradativamente nos 130 ônibus da cidade.
Será possível identificar se o passageiro que está com o cartão para idoso ou para estudante, que garantem isenção ou desconto na tarifa, é realmente o portador real do benefício.
Segundo a Transdata, as fraudes pelo uso destes cartões por pessoas que não têm direito podem comprometer cerca de 50% das receitas dos sistemas de transportes , o que prejudica investimentos em melhorias para os próprios passageiros.
Se o equipamento não reconhecer a pessoa, a catraca do ônibus não vai ser liberada e o passageiro deve se identificar ao motorista que será treinado para atender eventuais bloqueios.
Para que o sistema funcione, será implantada uma nova bilhetagem eletrônica compatível ao equipamento de reconhecimento facial.
Será possível também a comunicação em tempo real, por 3 G, entre o motorista do ônibus e o Centro de Controle Operacional, que pode informar ocorrências como acidentes e congestionamentos.
Mas o Sistema de Gestão Inteligente de Transporte permite que o controle de tráfego tenha acesso a outras informações, mesmo sem o motorista reportá-las. Por telemetria (medições à distância), dados como quebras dos veículos, defeito nos equipamentos e o acionamento do botão de pânico são repassados para uma ação corretiva em tempo real.
Se forem detectados problemas constantes, os dados podem ser usados para a elaboração de novos planejamentos ou ações corretivas.
O sistema também consegue registrar parâmetros como quantidade de paradas durante o trajeto, quilometragem morta (quanto o ônibus trafega sem prestar serviços), consumo de combustível (a média e em tempo real), cumprimento de horários, fluxo de passageiros em todos os pontos, se o ônibus está operando com portas abertas (o que é proibido), se os faróis estão apagados e os limpadores dos para-brisas estão ligados.
A formação de comboios, filas de ônibus numa mesma linha por conta de trânsito e acidentes, pode ser evitada pelo gerenciamento em tempo real. Se um ônibus fica parado no trânsito, os demais podem seguir por rotas alternativas emergenciais previamente programadas.
A Associação das Empresas de Transporte de Caruaru também vai contratar um Data Center que vai armazenar todos os dados gerados em tempo real. Se muitas ocorrências se repetirem, é sinal de que algo precisa ser melhor estudado e alterado.
Os ônibus também terão GPS para informações quanto à localização dos veículos e velocidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

4 comentários em Ônibus terão sistema de reconhecimento facial

  1. Boa tarde.

    Importante inovação. O transporte por ônibus, se bem planejado e administrado, também pode ser um meio eficiente de locomoção.

  2. Impressionante que o empresário investe tubos em um sistema desse com o intuito de evitar fraudes, mas não investe absolutamente nada no conforto do usuário e nem mesmo na segurança deste. Prova disso é que segue a ditadura dos caminhões travestidos de ônibus, os populares veículos de motor dianteiro, como esse da foto, sem conforto para o usuário e extremamente danoso à saúde do motorista e do cobrador, que estão condenados a sofrer de PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruido) ao logo dos anos. Ou seja, o transporte, além de danoso a quem o faz andar, é feito para quem quer lucrar e não para quem vai usar, em total desvirtuamento do caráter público do serviço.

  3. Sérgio Santo André // 17 de setembro de 2012 às 15:27 // Responder

    Opa !!! Esse eu conheço de perto e já andei, da empresa “Coletivo”, na linha Altinho-PE x Caruarú-PE. Belas paisagens pelo caminho !!!! Essa empresa começou modesta, e parecia que não ia funcionar por causa das van e toyotas que faziam e fazem o mesmo trajeto, mas da insistência do seu proprietário, se tornou uma verdadeira gigante em Caruarú-PE e região.

  4. paraaaaaaaaaaaabeeeeeeeeeensssssssss
    coletivo pelo seu atendimento gostaria muito se vcs se intalasse no recife ja andei na linhas vila kennedy e vila padre inacio eu moro no recife

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: