Greve de ônibus em Maceió chega ao fim

onibus

Motoristas e cobradores de ônibus aceitaram proposta provisória das empresas e decidiram voltar ao trabalho depois de três dias parados.

Termina Greve de Ônibus em Maceió
Sindicato dos rodoviários decidiu voltar ao trabalho depois de Ministério Público ameaçar entrar com ação contra grevistas
ADAMO BAZANI – CBN
Acabou a greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Maceió, Alagoas, que estavam parados desde segunda-feira.
Os funcionários do setor de transportes decidiram voltar ao serviço depois de negociações entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas – Sinttro/AL e o Sinturb / Mac – Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos do Município de Maceió, e também após a promotora Fernanda Moreira, do Ministério Público Estadual de Alagoas, ter ameaçado mover uma ação contra o sindicato se a greve continuasse em razão dos prejuízos causados à população e por descumprimento de ordem judicial do desembargador Severino Rodrigues, que considerou a greve ilegal e mandou a categoria retornar ao trabalho sob pena de multa de R$ 50 mil por dia parado ao Sinttro/AL em caso de descumprimento.
O sindicato aceitou a proposta de reajuste de 5% sobre os salários de agosto até o julgamento do dissídio, no dia 30 deste mês.
Os motoristas e cobradores aceitaram proposta anterior do Ministério Público do Trabalho de aumento de 7,5% nos salários, 15% no valor do plano de saúde e de 2,5% no ticket-alimentação.
As empresas de ônibus argumentam que não têm condições de realizar os pagamentos dos reajustes porque tiveram cerca de 9% de queda na arrecadação por conta da redução do valor da passagem de R$ 2,30 para R$ 2,10.
O discurso das empresas que entoou entre os trabalhadores gerou acusações de que a greve foi locaute, ou seja, de responsabilidade das empresas que queriam fazer uma pressão para que a tarifa voltasse aos R$2,30 e para isso, em acordo com o sindicato, usou os empregados. Tanto sindicalistas como empresários, no entanto, negam as acusações.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: