Híbrido da Volvo em teste na cidade de São Bernardo do Campo

Híbrido da Volvo

São Bernardo do Campo vai testar ônibus elétrico híbrido neste final de semana. Veículo produzido pela Volvo tem dois motores e pode reduzir os índices de poluição em até 80% dependendo da substância lançada no ar. Foto ilustrativa.

São Bernardo testa ônibus híbrido para reduzir consumo de combustível e impacto ambiental
Objetivo é que a nova tecnologia seja utilizada pelos veículos municipais nos 12 corredores de ônibus a serem implantados na cidade

Entre os dias 27 e 29 de julho, estará em circulação nas ruas de São Bernardo do Campo um ônibus municipal híbrido, com dois motores, um diesel e outro elétrico, que reduz o consumo de combustível e o impacto ambiental. O objetivo da Prefeitura é testar a nova tecnologia, que poderá ser utilizada pelos veículos municipais nos 12 corredores de ônibus a serem implantados na cidade.
Técnicos da ETCSBC e SBCTrans – empresas responsáveis pela gestão e operação do sistema de transporte coletivo -, bem como o fabricante Volvo do Brasil, acompanharão os testes. O desempenho do ônibus será avaliado de acordo com as características específicas do sistema viário do município, sendo topografia, trânsito, trechos rodoviários etc. O veículo circulará pelas avenidas Brigadeiro Faria Lima, Rua Jurubatuba, estradas dos Alvarenga e Galvão Bueno, Rodovia Anchieta, entre outros locais.
Os dois motores funcionam em paralelo ou independentemente. O motor diesel só entra em funcionamento com o veículo em movimento, em velocidade superior a 20 km por hora. Quando os freios são acionados para o veículo parar, a energia de desaceleração carrega as baterias para acionar o motor elétrico. “Até atingir essa velocidade, somente o motor elétrico atua, desta forma, não há emissão de gases e o nível de ruído é praticamente zero”, esclareceu o diretor operacional da ETC, Maurício Thesin.
Outro veículo de características similares movido apenas por motor diesel fará o mesmo percurso nas mesmas condições para análise comparativa.
Corredores – O primeiro corredor de ônibus de São Bernardo será o Leste/Oeste, que ligará a Praça dos Bombeiros, região leste da cidade, com a Rodovia dos Imigrantes, no extremo oeste do município, e já possui recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Grandes Cidades. Com 20 quilômetros de extensão, o corredor terá faixas exclusivas para circulação de ônibus e pontos de parada acessíveis com plataformas elevadas e informações aos usuários.
Ele passará pelas avenidas Francisco Prestes Maia, José Odorizzi e Samuel Aizemberg, que precisará ser duplicada, além da construção de quatro viadutos: um sobre a Praça dos Bombeiros, outro sobre a Rodovia Anchieta, duplicando a capacidade do viaduto Tereza Delta, o terceiro sobre a Av. Robert Kennedy e o último sobre a Av. Humberto de Alencar Castelo Branco. A intenção é que as obras tenham início no primeiro semestre de 2013 e a previsão de término é em 30 meses.
Também serão construídos 11 corredores nas principais vias da cidade, tais como na Estrada dos Alvarenga, avenidas Faria Lima e Senador Vergueiro. O projeto, que conta com financiamento de US$ 125 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), também contempla duas estações de conexões, uma na Estrada dos Alvarenga e outra entre a Estrada Galvão Bueno e a Avenida Servidei Demarchi. Está prevista a construção de quatro terminais: nas regiões do Alvarenga/Alves Dias, Batistini, Vila São Pedro e Parque Selecta. A assinatura do contrato com o BID está prevista para ocorrer até setembro.

Secretaria de Comunicação – Divisão de Jornalismo
Ana Carolina Martins
Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Bernardo do Campo

8 comentários em Híbrido da Volvo em teste na cidade de São Bernardo do Campo

  1. Ádamo você sabe qual foi o destino do MAN da Metra?? Ele foi/será convertido em trólebus ou voltou pra MAN?

  2. Olá, vou verificar lá com a Metra. Parece que ele voltou, mas não sei em que pé está agora

  3. Outro tipo de tecnologia, Marco Antonio. Este sistema é paralelo, ou seja o motor á diesel passa a ser a propulsão após uma certa velocidade.

  4. O pessoal da Eletra e Metra devem estar “P” da vida com a prefeitura de SBC. Eles tem uma fábrica na cidade e a prefeitura testa um ônibus feito no Paraná, com tecnologia importada, mais cara…

    Será somente o nome Volvo a razão disso?

  5. nossa que hibrido bonito
    quando tiver por aqui vish andarei de bus 24h kkkkkk
    sei lá eu prefiro andar de bus do que de carro

    novo texto vejam curtam e comentem ><
    #SimplesAcessem http://liceucultural.wordpress.com/ http://antologiadevir.wordpress.com/

  6. ISSO DAÍ TÁ VURANDO LENDA, 2013 JÁ ESTÁ ACABANDO E NEM SINAL DESTES CORREDORES, PT É ISSO AÍ, MUITO PAO!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: