Passageiros da TransBrasil já podem receber ressarcimento de bilhetes em Brasília

acidente da Transbrasil

Acidentes envolvendo ônibus da Transbrasil são considerados comuns pela Polícia Rodoviária Federal. Empresa opera sob liminar e em maio foi denunciada por reportagem do Fantástico por vender estas liminares a terceiros. Parte da frota é considerada velha e sem condições de operação. Agência na Rodoviária de Brasília foi fechada por suspensão de liminar. Reprodução TV Globo

Transbrasil terá de reembolsar passageiros depois de fechamento de guichê em Brasília
Empresa de ônibus que opera sob liminares tem mais de cinco mil multas por irregularidades e é suspeita de vender estas liminares para terceiros

ADAMO BAZANI – CBN

A partir desta quarta-feira, dia 11 de julho de 2012, os passageiros da empresa Transbrasil que compraram bilhetes da companhia na Rodoviária de Brasília podem procurar a viação para pedir o ressarcimento dos valores das passagens já pagos.
Ontem, dia 10, foi cumprida decisão do juiz federal da Terceira Vara do Distrito Federal, Bruno César Apolinário, que determinou o fechamento do guichê que funcionava em Brasília.
A liminar que a empresa tinha para operar foi suspensa, mas a Transbrasil pode recorrer.
A companhia já teve os nomes de Transacreana e TCB (este último nome se refere às operações fora de terminais rodoviários).
A Transbrasil opera em todo o País apoiada em liminares. A frota é considerada velha e os serviços apresentam diversos problemas, como não cumprimento de horários e de turno de trabalho adequado dos motoristas.
Não bastasse isso, em maio, reportagem do Fantástico, da TV Globo, denunciou um suposto esquema de vendas de liminares para terceiros operarem as linhas da Transbrasil, o que é ilegal.
A produção do programa conseguiu agregar um veículo velho, sem condições de segurança, à frota mediante pagamento. O produtor, que se passava por dono do ônibus, recebeu tudo: as cópias das liminares, documentação falsa e o ônibus teve adesivados os números da ANTT – Agência Nacional dos Transportes Terrestres e da Embratur, mesmo sem nunca ter passado pelos órgãos.
A Transbrasil opera há 15 anos sob liminares judiciais. Como os serviços são interestaduais, se ela não consegue em um estado, no outro pode, e recebe autorização de operação em algumas partes do País. Isso já é suficiente para os ônibus rodarem onde a empresa quiser, mesmo sem a liminar.
Numa operação em maio, a Polícia Rodoviária Federal na Bahia apreendeu 63 veículos com irregularidades, sendo 23 deles da Transbrasil.
O caso mais grave recentemente, envolvendo a empresa, ocorreu em dezembro do ano passado. Um dos ônibus da Transbrasil operando sob liminar, com 42 passageiros, bateu de frente contra uma carreta, o que ocasionou a morte de 36 pessoas na BR 116.
Em Brasília, assim como em outras cidades onde a Transbrasil tem agência, a maior parte dos destinos é para o Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.
Os passageiros que tiverem problemas ao receberem o ressarcimento dos bilhetes em Brasília ou que possuam alguma outra denúncia podem ligar para a ANTT:
166 ou 0 800 61 0 300.

RELEMBRE A REPORTAGEM DO FANTÁSTICO SOBRE A SUPOSTA VENDA DE LIMINARES PELA TRANSBRASIL:


Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Passageiros da TransBrasil já podem receber ressarcimento de bilhetes em Brasília

  1. eu comprei e recebir o dinheiro de vouta no mes passado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: