Passageiros insatisfeitos com transportes na Baixada Santista

ônibus

Ônibus intermunicipal na Baixada Santista. Serviços não têm agradado aos passageiros e o número de reclamações aumento ano após ano. Descumprimento de horários, não parada nos pontos e mau comportamento dos motoristas são os problemas mais comuns.

Cresce número de reclamações sobre transportes intermunicipais na Baixada Santista
Queixas aumentaram em 33% de 2010 para 2011

ADAMO BAZANI – CBN

Os serviços de ônibus intermunicipais na Baixada Santista não estão agradando aos passageiros.
Pelo menos é o que revela o número de reclamações contra o sistema na Região Metropolitana da Baixada Santista.
As queixas de 2010 para 2011 tiveram crescimento de 33% passando de 1 mil 180 para 1 mil 573, segundo mostrou o Jornal A Tribuna.
O número de reclamações sobe a cada ano, desde 2007, quando a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, gerenciadora dos serviços, começou a divulgar o total de queixas.
Em 2007 foram 724 reclamações. Em 2008, 992. Em 2009, 1 mil 081. Em 2010, 1 mil 180. Em 2011, 1 mil 573.
Os maiores motivos de queixas são: descumprimento de horários, comportamento inadequado dos motoristas de ônibus e não parada em pontos.
Proporcionalmente, a média de reclamações na Baixada Santista é maior que em outras regiões metropolitanas, como de São Paulo e Campinas. Apenas em 2010, a região de Campinas superou Santos e municípios vizinhos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

16 comentários em Passageiros insatisfeitos com transportes na Baixada Santista

  1. POR QUÊ NÃO DESCREDENCIA ESTA PORCARIA DE EMPRESA??? AH SIM, O PREFEITO DE SANTOS TEM RABO PRESO, TÁ EXPLICADO!!

    • Bruno Quintiliano // 19 de Março de 2012 às 22:27 // Responder

      Dr protesto, o responsável no caso (e em todas as outras áreas da EMTU) é o governador do estado, pra quem a STM presta contas. O mesmo governador que tem abandonado Metro e CPTM.

  2. Zica Leste4 é nóis // 19 de Março de 2012 às 11:08 // Responder

    NH FEELINGS!

  3. Se tens muitos cabritos, e cabras não tem, de algum lugar vem, há uma boa noticia em São Paulo, desovarão os 27 trolebus novos que estvam na garagem, eles formam colocados na linha circular Pq. D.Pedro/Bandeira (2002) e uma linha muito curta, da a impressão que são muito mais onibus, bem pensado, os outros 120 prometidos so serão entregues quando nascer cabelo no Serra.

  4. Pois é, problemas no sistema de transportes gerenciados pela EMTU é o que não falta. Lendo a folha online esta tarde, 19/03, deparei-me com uma noticia que na realidade não é novidade nenhuma. Eis o link:( http://mural.blogfolha.uol.com.br/2012/03/19/usuarios-de-onibus-em-diadema-aguardam-respostas/). Em outra postagem, eu havia feito um comentário sobre essa situação, todo domingo logo cedo, em torno de 07:30hs, eu passo ao lado do terminal Diadema, e sempre vejo filas enormes nos pontos de parada da linha operada pela METRA para o Brooklin e Morumbishopping (376 e 376M), podemos imaginar que num domingo logo pela manhâ não haveria tanta demanda, mas há, e a EMTU e a Metra não fazem nada para minorar os problemas.Imagino como deva ser nos dias úteis. Será que são só essas linhas desse corredor que sofrem descaso? por que? deve ser a velha desculpa: É porque o trecho do corredor entre a cidade de Diadema e o bairro do Brooklin é compartilhado por ônibus da SPtrans, então vira esse caos. Façam-me o favor estamos em pleno século 21, e escutamos cada desculpa. E o povo, dane-se.

    • Amigo Marcos

      Dizem que quem não tem competência, abaixe as portas, é o que precisa acontecer com a EMTU e a SPTrans, duas gerenciadoras INCOMPETENTES!!!!!Se juntar as duas, NÃO DÁ UMA, se bem que há TÉCNICOS respeitaveis que trabalham nas duas, o problema é que QUEM É COMPETENTE NÃO TEM ESPAÇO E PONTO FINAL!!!!

      • Marcos N Souza // 20 de Março de 2012 às 02:53 //

        Concordo em gênero, número e grau. Mas a copa do mundo vem aí. Nada contra a copa, mas temos tantos problemas que precisam ser solucionados e não é só na área de transporte coletivo não.Mas enquanto isso, o povo pasta.

  5. Amigo Bruno

    Em Santos é meio a meio metade é prefeitura de Santos e metade é EMTU.

    Aliás, tinha que iniciar um movimento FORA JURANDIR FERNANDES…..BASTA DE TANTA INCOMPETÊNCIA!!!1

  6. Nao é só em santos!é praticamente todoas as empresas por dentro da emtu…..

  7. Enquanto as linhas de cada uma – SPTRANS ou EMTU – continuarem “sagradas”, cegas e surdas, o usuário continuará pagando a conta sem receber serviço decente ou competente. Leia-se USUÁRIO DE TODO E QUALQUER MODAL.
    O caos já chegou na RMSP. Não adianta mais determinada empresa prestar bons serviços porque seus alimentadores a comprometem.
    Só falta coragem e determinação para mudar profundamente os conceitos e quebrar paradigmas.
    O governo federal promulgou a Lei da Mobilidade e, acredito, deve estar achando que já fez seu papel.

    Como o assunto é a Baixada Santista, soube que a licitação do VLT sofreu revés que deverá gerar atraso. O túnel sob o canal está “de vento em popa”, convém ficar atento e pesquisar como o espaço dele será utilizado pelos ônibus e pelo VLT. Afinal deverá ser mais uma “arena” para a confusão da EMTU com as cias. de ônibus municipais.

  8. Sérgio - Santo André // 21 de Março de 2012 às 19:46 // Responder

    Ah!!!! Problemas de gestão da EMTU ????? Imaginem, não poder ser. Esse tipo de problema não ocorre aqui, só na Suiça !!!!!! Isso é um complô contra a EMTU !!!! Empresa melhor gerenciadora que essa não existe !!!!!!! A propósito, o que que a EMTU gerencia mesmo ???? Aliás, ela gerencia alguma coisa ???????

  9. Se mudar o governo ( municipal ou estadual) resolver alguma coisa, talvez as pessoas não reclamem. Ah … a situação dos transportes em Santos só está assim graças a excelente administração petista que arruinou um patrimonio santista, a CSTC.
    E os transportes santistas foram privatizados, a partir de 1994, e um dos donos da empresa coincidentemente era RONAN MARIA PINTO, que já tinha estreita ligação com os petistas.

    E eu sou do tempo em que os onibus não tinham estofamento, era assento de fibra de vidro, pintado de amarelo, nos velhos Gabriela, da Viação Santos São Vicente, tinhamos cobradores e as ruas não estavam entupidas de carros e motos como hoje, e a tarifa aumentava mensalmente.
    E a tarifa não é cara, são os salários que são extremamente defasados, mas parece que o povo está satisfeito, sobre isso não vejo reclamação nenhuma !!!

    • E em relação a diminuição de frota circulante aos finais de semana e feriados, acho que só eu sei dessa informação, há uns 30 anos …
      Todo fim de semana ou feriado vejo gente reclamando, será que elas não perceberam isso ainda ? Que a frota dimuinui ? Será que as pessoas nem andar de onibus direito sabem ? Será que pensam que o motorista de onibus é seu motorista particular ?

      • Carlos M. Ribeiro // 25 de outubro de 2012 às 22:09 //

        A viação Piracicabana de Santos /São Vicente presta um péssimo serviço a população, elencamos alguns: tarifa mais alta do Brasil; motoristas mal educados; Falta de cobertura nos pontos; atraso; falta de ònibus; etc. Quem resolve? os politicos? EMTU? Impo$$ivel

  10. a responsabilidade pelos intermunicipais deveria deixar de serde emtu e voltar a ser regional. assim teríamos mais agilidade nas concorrências, inclusive com novas linhas, empresas e transporte alternativo. esse absurdo monopólio da piracicabana tem que acabar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: