Mais uma cidade proíbe música alta em ônibus

Publicado em: 29 de fevereiro de 2012

ônibus música

Apesar de ser um ambiente coletivo que reúne diversas pessoas de diferenres gostos, crenças e hábitos, é necessário haver respeito ao próximo dentro dos ônibus. Recentemente, o número de passageiros que ouvem músicas altas nos coletivos tem provocado problemas de irritação nos motoristas e demais usuários. Cidades como Sorocaba, São Sebastião e Porto Alegre têm criado leis para impedir abuso e incômodos dentro dos veículos. Ilustração da internet

Sorocaba aprova fim de música alta em ônibus
Motoristas e passageiros do sistema reclamavam do som de aparelhos celulares e radinhos ouvidos em alto volume por outros usuários
ADAMO BAZANI – CBN
A polêmica (e irritante) prática de muitos passageiros de ouvirem músicas com o som alto em aparelhos de MP3, celulares, MP4, radinhos portáteis, etc dentro dos ônibus está proibida em Sorocaba, no interior de São Paulo.
A Câmara aprovou o projeto de lei do vereador Francisco França.
Além de causar irritação em motoristas, cobradores e demais passageiros, que não são obrigados a ter o mesmo gosto musical da outra pessoa no ônibus (isso sem contar quer a qualidade do som da maioria dos aparelhos é péssima), a prática estava tirando a concentração dos motoristas no trânsito e ao sinal de parada dos passageiros. As reclamações eram muitas e chegaram aos vereadores.
Agora o projeto segue para segunda votação.
Depois dessa votação, inicialmente cartazes serão afixados nos veículos para orientar os passageiros. Numa outra fase, fiscais percorrerão os ônibus e aplicarão multas de R$ 50,00 para quem não respeitar a lei.
Caso sejam crianças ou adolescentes ouvindo as músicas altas, os pais ou responsáveis serão multados.
O uso de aparelhos com fones de ouvido é permitido.
Em São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, ouvir música em ônibus também é proibido. Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a Câmara aprovou uma lei que também aprovou a proibição de ouvir música em ônibus determina aos infratores multas de R$ 43 a R$ 216.
Na cidade de Salvador, na Bahia, há uma petição pública, para Câmara Municipal e Prefeitura para que as músicas em ônibus também sejam vetadas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Essa atitude infelizmente nao mudará a cabeça de alguns usuários que acham que sao melhores que os outros.. quase sempre sao muleques ouvindo FUNK que querem parecer DESCOLADOS, e infelizmente nao sabem que estao sendo RIDICULOS.

  2. wellington disse:

    eu simplismente uso o fone de ouvido,isso nao é grave e nao incomoda…agora o som bem alto,ai ja pode ser desrespeito,pq tem pessoas que estao lendo……bom vamos ver!

  3. Gabriel Garcia disse:

    Não adianta nada proibir sem fiscalizar. Até os motoristas colocam música no último. Reclamo, reclamo, reclamo com a SPTrans e nada é feito. Se os próprios motoristas infringem a regra quem vai coibir ou ter a moral de coibir isso. Uma vez pedi que um motorista da VIP M”Boi desligasse o som dele pois estava me incomodando. Depois de ele me xingar bastante e eu dizer que eu ia denunciar para a SPTrans o cara desligou o rádio. Motorista com som é normal na VIP, não sei por que tipo de treinamento eles passam ou que orientações recebem. Uma pena que os motoristas e cobradores não são sérios a ponto de cobrar dos usuários para que eles obedeçam essa lei.

  4. demilton junior disse:

    oi essa lei devia ser para todo brasil, por que na cidade onde eu moro, aqui falta respeito ,com o próximo, aqui eles faz o que quer , e ainda quando o motorista vai falar , ele nunca ganha a razão, desde já estou dando os parábem por essa matéria , muito obrigado tchau.

  5. antigamente, os ônibus de São Paulo tinham o aviso de “é proibido o uso de aparelhos sonoros”. Onde foram parar esses avisos?

Deixe uma resposta