Aumentam multas a motoristas de ônibus em São Paulo

ônibus São Paulo

No ano passado, o número de multas aplicadas pela SPTrans as motoristas de ônibus subiu 29% chegando a 196 mil autuações. Os maiores problemas não foram em relação a atividade dos transportes em si, mas erros que podem ser praticados por qualquer motorista imprudente, inclusive os não profissionais. Entre estas infrações figuram na ordem: dirigir e falar ao celular, dirigir perigosamente, não usar o cinto de segurança e excesso de velocidade. Foto: Blog Meu Transporte

Aumentam multas a motoristas de ônibus em São Paulo
A maioria das infrações anotadas pela SPTrans é sobre dirigir e falar ao celular e ultrapassar sinal vermelho
ADAMO BAZANI – CBN
No dia 13 de fevereiro deste ano, motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo ameaçaram entrar em greve por conta do alto número de multas que as empresas recebiam da SPTrans , gerenciadora dos transportes municipais, e que eram descontadas dos salários dos profissionais.
Depois de negociações entre empresas e sindicato dos motoristas, as companhias de ônibus decidiram não mais descontar as infrações anotadas pelos fiscais da SPTrans, através do Resam – Regulamento de Sanções e Multas, o que evitou a greve.
De acordo com a SPTrans, em todo o ano passado, o número de motoristas pegos cometendo diversos tipos de infrações aumentou 29%. Foram 196 mil multas em 2011 contra 152 mil no ano de 2010.
A média é de um motorista de ônibus multado a cada 3 minutos. Isso sem contar as infrações que não foram observadas pela SPTrans, pois é impossível fiscalizar todos os ônibus ao mesmo tempo e as anotadas pelos técnicos da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego.
Quem pensa que a maior parte das multas se refere a problemas específicos dos transportes coletivos se engana.
A maioria das infrações é sobre erros que são praticados por qualquer tipo de motoristas, inclusive os que não são profissionais, como falar ao celular e dirigir, desrespeitar o sinal vermelho e não usar o cinto de segurança. Veja as principais infrações cometidas pelos motoristas de ônibus da Capital Paulista:

1º) DIRIGIR FALANDO AO CELULAR: Foi a infração mais comum entre os motoristas de ônibus. No total, foram 7 mil 800 multas para este tipo de infração, o que representa aumento de 18% em relação a 2010 quando 6 mil autuações deste gênero foram anotadas. O Sindicato dos Motoristas se defende dizendo que os condutores muitas vezes atendem ligações feitas pelos próprios fiscais das empresas de ônibus.
2º) DIRIGIR PERIGOSAMENTE: Colocando em risco a vida do passageiro com ações como ultrapassar o sinal vermelho ou ultrapassagens arriscadas. Este tipo de infração aumentou 22% em relação a 2010 com 7 mil 300 multas no ano passado.
3º) FALTA DE CINTO DE SEGURANÇA: A SPTrans no ano passado flagrou 3 mil 500 vezes motoristas de ônibus não usando o equipamento obrigatório.
4º) EXCESSO DE VELOCIDADE: Motoristas de ônibus dirigindo em velocidade acima dos 60 quilômetros por hora permitidos para o sistema ou acima dos limites da via com estipulações ainda menores também foram comuns de ser achados. Foram 2 mil 600 autuações.
A SPTrans determinou a instalação de um painel que informa em tempo real a velocidade para os passageiros poderem denunciar casos de excesso.
Dos 15 mil veículos de transporte coletivo de São Paulo, 2 mil 180 possuem as telas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Aumentam multas a motoristas de ônibus em São Paulo

  1. mtos passam sinal velmelho,assim no amarelo quando tem espaço passam quebrando….sinto,ja vi mtos sem,dirigir rapido,até da emtu ja vi,falar ao celular nao…..agora as vans da linha do meu bairro,nunca vi infraçao!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: