Audiência no TRT pode por fim a greve de ônibus em Curitiba

greve Curitiba

O Sindimoc- Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus e Curitiba e Região Metropolitana não cumpriu determinação da Justiça que estipulou frota de 80% de ônibus em horários de pico e 60% em outras horas. Audiência no Tribunal Regional do Trabalho pode dar fim a greve.

GREVE DE ÔNIBUS EM CURITIBA: Sindicatos se reúnem e assembléia deve definir continuação ou não do movimento
Cerca de 2,3 milhões de passageiros estão sendo prejudicados por greve de ônibus que afetou até mesmo o comércio
ADAMO BAZANI – CBN
O Setransp – Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana e o Sindimoc – Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana participam de uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho, com a presença do Ministério Público do Trabalho, para tentar colocar um fim à greve ainda hoje.
A greve de motoristas e cobradores de ônibus em Curitiba e municípios vizinhos prejudica cerca de 2,5 milhões de passageiros.
Liminar dada pela juíza Patrícia de Fúcio Lages de Lima determina que 80% dos ônibus trabalhem no horário de pico e 60% nos demais horários.
O sindicato dos motoristas deve refazer parte da pauta de solicitações. Os trabalhadores inicialmente pediam aumento de 40% nos salários e o reajuste no vale alimentação de R$ 105,00 para R$ 210,00.
As empresas de ônibus ofereciam aumento de 7%, correspondentes ao acumulado da inflação de um ano com ganho real de 1,3%.
A audiência deve ser realizada às 4 horas da tarde.
A expectativa é de que seja apresentada para os trabalhadores uma proposta de aumento nos salários de 10,5%.
O percentual da frota determinado pela Justiça não foi cumprido pelo Sindimoc. Na maior parte das garagens, nenhum ônibus saiu para as garagens.

COMÉRCIOS E BANCOS AFETADOS:

Os comércios e os bancos foram afetados pela greve dos motoristas e cobradores de ônibus em Curitiba. Muitas agências bancárias não abriram por falta de vigilantes que não conseguiram chegar aos bancos.
O mesmo ocorreu com os profissionais de venda e algumas lojas sequer abriram.

TRÂNSITO:

Com falta de ônibus, muita gente que normalmente se locomove de transporte público, acabou usando o carro de passeio.
Avenidas e ruas da região central de Curitiba tiveram congestionamento acima do normal.
Vias de acesso para outros municípios tiveram problemas de trânsito também.
NA BR 116, entre Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana, e Curitiba, Capital, os congestionamentos chegaram a 11 quilômetros.
Há perspectivas de trânsito complicado na volta do paranaense para a casa. Quem puder, deve evitar trafegar fora dos horários de pico.
Os serviços de táxis foram insuficientes. Faltaram veículos em diversas regiões e os taxistas preferiam rotas de maior distância e mais lucrativas.
Diversas peruas fazem o serviço de lotação.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

24 comentários em Audiência no TRT pode por fim a greve de ônibus em Curitiba

  1. É uma boa oportunidade para estatizar os transportes da cidade.

  2. ELES DEVERIAM MUDAR A TATICA DA GREVE. DEVERIAM RODAR COM AS CATRACAS LIBERADAS,NÃO COBRAR AS PASSAGENS FARIA COM Q AS EMPRESAS CHEGASSEM MAIS RAPIDO A UM ACORDO, E NÃO PREJUDICARIAM OS PASSAGEIROS.

  3. Estatizar não, eu me lembro da CMTC, hoje não esta bom, mas antes era pior, tinhamos intervalos de até 2 horas, e não tinha pra quem reclamar, e se bem me lembro a CMTC fazia greve também, sem privatização não há crescimento fica estaguinado.

  4. Cadê a policia para fazer com que a determinação da justiça seja cumprida? Cadê nosso prefeito e/ou governador do estado com uma declaração para acalmar a população? Hoje é um dia triste para os Curitibanos que puderam notar a fragilidade da sua Infraestrutura e transporte Público.
    Sem dúvida com a chegada do Metrô em nossa cidade, não ficaremos tão expostos.

  5. Eu só quero voltar a trabalhar….. todo cidadão deve lutar por seus direitos…. mas eles estão infringindo um direito básico de todo cidadão: O DIREITO DE IR E VIR…
    Caramba!

    • Você ainda pode ir e vir… a pé, de carro ou, se conseguir, de táxi.
      O direito de ir e vir é infringido se eles tivessem bloqueado a porta da sua casa ou parte da cidade, fazendo com q ninguém pudesse passar de maneira nenhuma.
      Eu apóio a greve 100%. Alguém reparou em quanto é o vale refeição deles? R$105?? Só pode ser brincadeira isso. Onde q se come com essa porcaria?

  6. sem onibus como pode
    e todos os cidadoes que moram em curitiba a maioria depende do onibus para trabalhar…
    alem dos motoristas e cobradores serem totalmente mal educados…ainda querem fazer greve…
    a por favor né!!!!!!ganhar por um trabalho mau feito….isso que eu nao entendo e pelo jeito nunca ninguem vai entender….`”aumentar o salario…hushuhsuhsuhuS….”
    E AGENTE SÓ NO PREJUISO…..

  7. ALAN LUIZ JOVINO BRITES // 14 de Fevereiro de 2012 às 20:23 // Responder

    cade as autoridades da cidade pra por fim na greve dos onibus e uma pouca vergonha precisamos dos onibus pra retornar ao serviço prejudica QUEM TRABALHA QUEM TEM FAMILIA CADE O PREFEITO PRA POR FIM NESSA PALHAÇADA DE GREVE DOS ONIBUS 40% DE AUMENTO NEM NAS EMPRESAS NORMAIS NAÕ EXISTE TEM QUE ACABAR HOJE ESSA PALHAÇADA QUEREMOS ONIBUS PRA RETORNAR AO SERVIÇO

    • ALAN LUIZ JOVINO BRITES // 14 de Fevereiro de 2012 às 20:46 // Responder

      A LEI TEM QUE ENTRAR NUM ACORDO PRA POR FIM NESSA PALHAÇADA ENTRAR NUMA MELHOR PROPOSTA AOS MOTORISTAS E COBRADORES PREJUDICAM A SI MESMOS E QUEM TRABALHA HOJE PELA MANHA NAO TINHA ONIBUS NENHUM CIRCULANO NO MEU BAIRRO LIGEIRINHO BAIRRO NOVO CADE A DIGNIDADE DO POVO PREJUDICA NOS TRABALHADORES QUE TRABALHA E PRECISA DOS ONIBUS A COISA DEVE SER CORRETA TER UM ACORDO PRA POR FIM NA GREVE DOS ONIBUS E NOS COMO QUE FICAMOS SEM NOSSOS ONIBUS E UMA VERDADEIRA BAIXARIA A CIDADE EO POVO SEM ONIBUS ATRAPALHA A NOSSA VIDA O NOSSO SALARIO DO MES PODEMOS ATE PERDER O EMPREGO SE AS EMPRESAS DEMITIREM OU DESCONTAR O SALARIO NOSSO COMO QUE FICA CADE NOSSO ONIBUS EA NOSSA DIGNIDADE OS MOTORISTAS ESTÃO DEFENDENDO O SALARIO DELES EO POVO TRABALHADOR FICA NO CAOS SEM ONIBUS SE HOUVER UM ACORDO FICA DIFICIL RETORNARMOS AO NOSSO SERVIÇO PREFEITO éa autoridade como que fica sem onibus abaixo o fim da greve queremos ónibus pra retornar ao serviço éo nosso bolso salario do més e prejudicado por causa dessa pouca vergonha

    • alan gostei dessa so o usuario que tem familia e trabalha numa empresa normal motorista e cobradores não.seu otario………………………..por ai vcs estão vendo como é tratado o mot. e cobr. a e palhaçada e ler coisas que pessoa como vc esta escrevendo ai mané.

  8. Podem ter parado geral e atingido a população inteira é só assim que alguém enxerga o problema de uma grande massa, agora os empresários estão se coçando pra acabar com o problema q eles criaram!
    Aos grevistas PARABÉNS PRA VCS!!!!

  9. ALAN LUIZ JOVINO BRITES // 14 de Fevereiro de 2012 às 20:53 // Responder

    no preju não dar pra ficar queremos nosso onibus abaixo a greve dos motoristas o povo não pode ficar sem õnibus ea autoridade como que ficamos heim

  10. Entao a greve vai acaba? Ou amanha ainda tera a greve?
    Dependo do Onibus para ir a escola.

  11. eu sou a favor da greve é a unica arma que o trabalhador brasileiro tm p q sua voz seja ouvida, a diferença é q essa classe entrando em greve afeta as outras, mas é ai q temos de ser a favor, quem anda de onibus as classes menos favorecidas ou vc q anda de onibus tm dinheiro? se tm vai de taxi trabalhar, temos de apoiar pq são trabalhadores como nos q ´ganhamos uma mereca de aumento salarial enquando os politicos ganham fortunas p fazer nada!

  12. a greve é uma lição a classe rica que não dá atenção ao verdadeiro poder da classe pobre, o centro ecônomico do estado é sustentado e só funciona porque os pobres saem da periferia e pegam onibus para ir pra capital.

    • Infelizmente nem o pobre dá atenção aos problemas da classe pobre, como vc pode ver nos comentários acima. Acho muito ruim pra quem precisa realmente pegar o ônibus por algum compromisso urgente, como consulta médica, mas a saúde tb entra em greve e eu não vi todo mundo fazer esse estardalhaço todo. Uma consulta pode demorar mais de 6 meses pra acontecer, a escola pode deixar de ter vaga por mais de 2 anos… quem precisa disso? Mas parar os ônibus fere a dignidade das pessoas… é ridículo! Então não é indigno ter q trabalhar doente e sem saber ler e escrever, mas não ter como ir trabalhar pq alguns trabalhadores estão fazendo valer seus direitos aí sim é indigno. Qdo começarmos a dar mais atenção à educação e à saúde, além dos outros direitos BÁSICOS, talvez aí sim as coisas realmente melhorem e funcionem.

  13. hojé em São josé dos pinhais quarta feira, 15 de fevereiro de 2012, continua a greve dos onibus, entrevistei duas passageiras que estavam num ponto de onibus, uma delas estava desde as 5 da manhã e disse que só0 havia passado 2 bairro a bairro quando ela chegou ao ponto, depois não passou mais nenhum, e ela disse que ouviu falar que esses onibus que furaram a greve foram apedrejados, a outra passageira me informou que ela havia acabado de vir do terminal do afonso pena, ela veio andando porque não ha nenhum onibus nas ruas ou nos terminais

  14. mane e tua vóvozinha se eu sou otário tu e uma anta seu retardado vai jugar o capeta seu infeliz

  15. Eiii os ônibus Borda do Campo que vai pro Afonso
    pena e terminal central estão de greve tbm?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: